Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

quinta-feira, 29 de abril de 2010

MG & GO - 4º dia - São Simão - Frutal

Aproveite a manhã deste dia e fui dar uma volta na prainha, mas como não tinha ninguém comigo ficou difícil entrar, porque quem cuidaria dos meus "trens"?




Crie coragem e entrei no cais, fui até o fim, mas dá um friozinho na espinha, ouvi um pouco da história da cidade, um tiozinho estava lá reclamando da mudança da cidade, ele havia nascido e crescido onde era a cidade antiga, tudo água agora.


A praia da cidade é bem estruturada, vale a pena conhecer, nunca tinha visto nada igual, nem mesmo aqui nas nossas Estâncias turisticas paulistas.


Mas como digo, "o meu prazer não é a estadia, mas sim a rodovia", resolvi vir embora, sai de São Simão às 12:00 horas, mas agora qual decisão tomar:

* ir pelo Mato Grosso do Sul, para isto teria que entrar em Goiás mais uns 90 km até Caçú, depois sair para Paranaíba, Aparecida do Taboado até sair em Santa fé do Sul e Jales, na verdade eu não queria envolver o meu Mato Grosso do Sul (lindo) nesta história, em outra oportunidade faço este trecho, e chego a Lagoa Santa em Goiás (estes dias o Álvaro Garnero esteve la e mostrou, no seu programa da Record, e eu estava tão perto dela e nem lembrei), mas o meu negócio agora era MG e GO;

* ou poderia ir por Ituiutaba para depois pegar outra BR para Iturama (descobri que era terra também, um mineiro disse que eram 20 km outro 40 km, tô fora)

* ou ir por Ituiutaba até Frutal, que era o ideal.

* ou voltar pela mesma estrada de terra até União de Minas, olha entrada dela ai;


Escolhi a terceira opção, mas depois de Ituiutaba parei para perguntar se faltava muito para chegar no que eles chamam de "grande trevo". Aqui abro um parenteses, como é duro entender uma explicação de mineiro, sofri lá em Iturama e agora um senhor me disse assim, depois de rodear um monte:

Segue reto até o trevo para Berlândia, este ai embaixo:


Como fui parando muito nas cidadezinhas que encontrava não percebi que o tempo corria, esta escurecendo e certamente não conseguiria chegar em Rio Preto antes das 8 da noite, como estava prevendo. Foi quando resolvi passar a noite em Frutal, pois os caminhoneiros são uns cavalos, pensam que são donos da rodovia, ultrapassam e quando a coisa aperta jogam a luz para a gente se virar, ou seja, ou você para no acostamento e espera, ou encara uma carreta de frente, fizeram isto comigo, mas como sou esperto, fico cuidando de longe. O problema não são as que vem átras, mas sim as que estão vindo de frente, eles abrem para ultrapassagem e quem estiver vindo ao contrário que se vire. Não tem condições de passear de moto com eles, a noite não, de dia me garanto.


Aquela velha história de sempre, parece que quando estamos com pressa ai que demora, meu Deus cadê Frutal? Encontrei um hotel perto da rodoviária, legalzinho, depois fui conhecer a cidade e na igreja, claro.

vejam todos os vídeos no youtube: ailtonsilva2000

Nenhum comentário:

Postar um comentário