Apresentação da lição em power point

domingo, 8 de maio de 2011

lição 6 - pós aula


Alguns comentários dos alunos:

1) Sobre o uso correto dos dons espirituais para não provocar divisões: "Se na igreja não tiver ladrão de isca ela crescerá".

2) Um pedacinho de lambari é capaz de pescar um peixe grande

3) Será que Moisés tinha "fé" suficiente para acreditar na abertura do Mar Vermelho? Experiência ele tinha com a vara, os sinais no Egito, mas será que contemplava o mar aberto? Quando ele ouviu: "Diga ao povo que marche", deve ter pensado: "onde estão os navios, onde está o porto, onde está a ponte?

4) Sobre o dom de interpretação, um testemunho do nosso pastor, que uma congregação em Santo André, estava ao lado do pastor e observou muitas anotações dele durante o culto, sempre após as manifestações das linguas estranhas, mas nem todas, somente algumas. Antes do encerramento ele perguntou aos irmãos se haviam entendido o que falaram em línguas, logicamente a resposta foi negativa. Então ele repassou a igreja toda a interpretação que havia anotado durante o culto.

5) A ausência de dons espirituais ou o uso incorreto é sinônimo de PIRATARIA ESPIRITUAL

6) Paulo advertiu as igrejas que quando fosse embora certamente ela seria invadida por lobos cruéis.

7) Porque fazemos a comparação com uma abobrinha quando uma pessoa está falando coisa com coisa? Porque maltratramos tanto a abobrinha? Tão útil e saborosa.

8) Testemunho real de um dos alunos que se aplica ao contexto da lição de hoje: O irmão foi ao mercado, passou pelo caixa, cismou com o total da compra, mas resolveu não falar nada, foi sábio. Em casa ele conferiu todos os ítens do cupom e notou um valor estranho 90 reais, fruto de 65 sabonetes. Voltou ao mercado e foi ressarcido. Aplicação: Primeiramente ele percebeu algo estranho, cismou, desconfiou, depois com calma sem alarde e acusar ninguém, conferiu, analisou e encontrou o problema. Realmente não é fácil crente ser enganado por qualquer ventinho de doutrina, mas tem que ser sábio.

9) Partindo do principio que o dom da palavra da sabedoria auxilia o homem em situações e cirucunstâncias dificeis e complicadas, podemos afirmar que este dom torna o crente um pacificiador, misericordioso e amoroso.

10) O dom da palavra da sabedoria impede que o homem termine na carne o que ele começou no Espírito.

11) Testemunho pessoal de um dos alunos: Este irmão, na época, era dirigente de uma congregação. Estava orando antes da EBD quando sentiu no coração de sair para uma visita. A pessoa veio em sua mente, o lugar e a necessidade da pessoa. Avisou o segundo dirigente que precisava sair logo, urgente. Foi e encontrou a pessoa, que estava em um bar, sequer havia dormido em sua casa, e o pastor já foi logo dizendo: (mais ou menos isto) "Volte para sua casa, e para sua esposa e esta outra mulher que você está pensando em procurar somente vai te trazer prejuízos." Até hoje este cidadão está casado. A esta manifestação comparo (guardada as devidas proporções) a visita de Ananais a Saulo, prova de aplicação do dom da palavra da ciência.

12) Discernimento de espíritos não é tão somente discernir safadezas e fingimentos, mas compreende, entender Deus, Jesus, Espírito Santo, o nosso espírito, a obra, etc. Nós é que entendemos somente isto, ex: Já pensaram se um irmão bater no peito e disser: "Eu tenho do dom de discernimento, eu tenho, eu tenho. Está bom, então explica para nós a operação de Deus, o amor de Jesus e o atuar do Espírito Santo na igreja, explica para nós isto agora, como está ocorrendo em nosso meio, já que você tem o dom de ver claramente, julgar através de, entender e compreender além. É, não sei, somente sou capaz de discenir quando é safadeza do homem, fingimento, o resto não é comigo não, pergunte a outros"

13) Há um perigo muito grande quando nos envolvemos com outras pessoas, pensamentos diferentes, pois todos nós, somos muito dependentes das nossas experiências, confiamos demais, e por conseguinte, nas experiências alheias. O grande mal não seria propriamente isto, mas a isto junta-se o fato de desprezarmos o estudo, o entendimento e a revelação da palavra e vontade de Deus.

14) Outra experiência do nosso Pastor: Em uma data especial, o prefeito de uma cidade foi convidado para se fazer presente. Deram a palavra a ele, e a igreja glorificava a Deus, acontece que o incircunciso, não estava falando nada com nada, somente "enchendo linguiça" e a igreja toda alegrinha, nem a mesma fé, pelo menos ele comungava, álias era o extremo, mas a igreja recebeu. Agora aproveito e faço uma pergunta para os professores que ficam a semana estudando, com gozo, preparando a aula, mais aprendendo que propriamente ensinando, e muitos membros que sequer nos honram com presença, mas glória a Deus pelo trimestre passado (despertar para o evangelismo), por este (despertar para o uso correto dos dons) e o próximo (citado na postagem anterior).

15) Sobre o dom da palavra da ciência: Realmente na Síria havia um ESPIÃO, o rei estava certo. O espíão é aquele que enxerga tudo, sabe tudo, e está em todos os lugares, aquele que sonda os corações e mentes. Este espião via tudo o que era resolvido em segredo e revelava para o profeta.

16) Dons espirituais exteriorizam o cuidado que Deus tem com a igreja. Ele não nos deixou orfão, está sempre de olho, uma manifestação aqui, outra acolá e o rebanho é preservado e acrescentado.

17) Paulo ao perceber que a possessa estava revelando algo sobre a vida, mesmo sendo a verdade, repreendeu, pois não queria e sequer precisava de testemunho de demônios, já tinha a aprovação de Deus, bastava. Mas ele demorou para repreender, segundo um dos alunos a demora foi porque ele ficou analisando, verificando, testando, provando se o espírito era de Deus.

18) Será que temos na igreja hoje os israelitas e sirios misturados? "Não me fareis saber quem dos nossos é pelo rei de Israel?" Acho que não, todos nós somos combatentes do mesmo exército.

19) No caso de Salomão foram apenas 2 mulheres, foi fácil dividir ao meio, o dificil seria dividir em 3, 4 ,5 ou mais partes, mas creio que independente da quantidade de pessoas envolvidas a decisão do rei pela divisião seria confirmada.

20) Quando nós evangelizamos oferecemos as pessoas o Deus verdadeiro e suas operações, a saber: Ele sabe tudo, Ele conhece sua vida, Ele te ama. Quando estas pessoas vão a igreja eles anseiam pelo cumprimento de nossas palavras, já imaginaram se não acontecer nada, provavelmente eles dirão: "prefiro continuar na minha vida, sem nada". O cumprimento de tudo o que evangelizamos se dará através e pelo uso correto dos dons espirituais, manifestações da vontade e misericordia de Deus.

21) Quantos de nós já não ouvimos os nossos irmãos que convidamos dizer: "Você falou a minha vida para o pastor, você contou tudo a ele". Eu passei por isto, era apenas um novo convertido, cerca de 1 ou 2 meses, e um amigo que convidei me disse isto. Eu respondi: "Rapaz, nunca vi este pastor, ele é de outra cidade, não conheço, e imagina que eu pudesse um dia conversar com um pastor e contar toda a vida de um visitante, imagine se ele me ouviria? Imagine se pelo menos eu conheço tudo sobre você? Quem revelou e contou tudo, foi o seu PAI, JESUS, por que te ama. Este cidadão esta firme até hoje nos caminhos do Senhor.

Um comentário:

  1. A PAZ DO SENHOR AMADO IRMÃO, OBRIGADO PELA VISITA SE O AMADO IRMAO QUISER COPIAR NOSSO ESTUDOS E PUBLICAR NO SEU BLOG EU FICO GRATO.

    AMADO TENHO ESTUDO PARA MOCIDADE SE OS IRMAOS QUISER UMA PALESTRA SOBRE O NAMORO NO PÁDRAO DE DEUS FALA C0N0SCO.
    FICA NA PAZ DO SENHOR.

    ResponderExcluir