Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

sábado, 6 de agosto de 2011

Ser eficiente e ser eficaz

Como é fácil encontrarmos exemplos de homens e mulheres trabalhando na obra antes mesmo de tomarem conhecimento da grande comissão.

Os discípulos, durante suas andanças, encontraram um que estava expulsando demônios em nome de Jesus, solitário, sem companheiros. Não teria um alcance maior se tivesse alguém ou outros como auxílio?

Como teve conhecimento desta doutrina? Havia participado ou visto algumas das operações ou pregações de Jesus?

Em caso afirmativo, porque não fez questão de andar com os discípulos? Havia alguma divergência, impedimento social, racial ou de qualquer outra natureza.

O certo é que se estivesse totalmente convertido ou se fosse um verdadeiro discípulo deveria estar inserido no grupo de futuros obreiros, nada mais lógico, ou seria possível imaginarmos os doze, após a chamada, seguindo os seus próprios caminhos para darem inicio a obra? Se preocupando com seus ministérios individuais?

Ele estava até sendo eficiente em seu trabalho, teve sucesso, pois foi visto e notado por outros, mas quantas almas, libertações espirituais ou quantas bênçãos havia direcionado para os seus ouvintes?

Até aquele momento ele havia alcançado apenas a eficiência, fruto de sua opinião e esforço humano, mas jamais vimos ele como uma testemunha eficaz colecionando resultados espantosos, como aconteceu com o primeiro sermão de Pedro, ocasião em que milhares de almas se converteram.

Outros exemplos de trabalhos:
Lc 10”1-20 – 70 discipulos
Testemunho eficiente:
• Os setenta discípulos enviados por Jesus foram eficientes, pois voltaram satisfeitos, felizes com os resultados obtidos pelo nome de Jesus, mas e o nome deles? Estava escrito no céu?

Testemunho eficaz:
• Voltaram satisfeitos, felizes com os resultados obtidos pelo nome de Jesus e se alegraram mais ainda, pois tinham a certeza que os seus nomes estavam escritos nos céus? Esta foi a situação dos apóstolos na igreja primitiva, ou podemos pensar de outra forma?


Jo 4”4-42 – mulher samaritana
Testemunho eficiente:
• Ela ouviu Jesus e saiu a testemunhar que havia encontrado o Messias (V 29-30). Jesus não comissionou ela, foi por conta própria e conseguiu arrebanhar alguns, mas somente os da sua “tribo” (vers. 39) ou vimos ela testemunhando aos judeus (a sua cota de falar com um judeus já estava cumprida naquele dia, e até mesmo na sua vida?). Mas ela foi eficiente sim para pregar aos seus sobre Jesus, fez o que estava ao seu alcance, fez o que a sua ideologia permitia, passar disto era impossível. Alguns creram no testemunho dela (vers. 39).

Testemunho eficaz:
• Ela não alcançou este estágio, somente Jesus, pois alguns creram no testemunho dela, mas quando viram e ouviram Jesus (v. 41-42) o número aumentou consideravelmente.

Partindo deste pensamento
Ser eficiente - fazer a coisa certa
Ser eficaz - fazer certa a "coisa"

Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

Nenhum comentário:

Postar um comentário