Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

terça-feira, 4 de outubro de 2011

mensagem 29 - Jesus nos envia para lugares para enfrentarmos perigos?

Introdução – Lc 18”22-23

Existem situações na vida em que nos deparamos com momentos de perigo. Muitos homens de Deus também passaram por estas situações. Jesus permite passarmos por ela a fim de que cresçamos na fé.

1) Poucos são os ceifeiros, pois muitos desistem ou não buscam o fortalecimento para enfrentarem os perigos eminentes. Podemos encontrar muitos perigos na seara e até mesmo entre os congregados (Mt 9”37):
• Rm 1”29-31 – Os que não conhecem a Deus, os cheios de iniqüidades, os que praticam a prostituição, os maliciosos, os avarentos, os maldosos, os invejosos, os homicidas, os contendeiros, os enganadores, os murmuradores, os detratores, os injuriadores, os soberbos, os presunçosos, os inventores de males, os desobedientes aos pais, os néscios, infiéis nos contratos, os sem afeição natural, os irreconciliáveis, os sem misericórdia;

• Gl 5”19-21 – Os impuros, lascivos, os idólatras, os feiticeiros, os que praticam inimizades, porfias, emulações, os irados, os que praticam as pelejas, dissensões, heresias, os bêbados, glutônicos;

• I Co 6”9-10 – os injustos, os devassos, os adúlteros, os efeminados, os sodomitas, ladrões, os maldizentes.

2) Os discípulos também enfrentaram situações semelhantes:
• Mt 10”6 – A primeira missão dos discípulos, ao serem chamados, foi alcançarem as ovelhas perdidas de Israel, onde encontrariam os leprosos, mortos de todas as naturezas, endemoniados, traidores, etc;

• Lc 8”23 – Jesus enviou os seus discípulos para irem ao outro lado do lago, junto com ele, tudo estava calmo, mas quando Jesus dormiu sobreveio um vento forte a ponto de encher o barco de água;

• Mt 14”22 – Enquanto Jesus despedia a multidão ele mandou seus discípulos para entrarem no barco e irem para outra banda do rio, somente eles, porém no meio do mar o vento estava forte e barco foi açoitado pelas ondas.

3) Existe necessidade de que passemos por estas situações a fim de edificação e fortalecimento para alcançarmos a estatura de varão perfeito e para que militemos e tomemos posse de nossa salvação (I Tm 6”12), assim como aconteceu com muitos homens de Deus no passado:
• Gn 12”1 – Abraão tinha que sair do meio de sua família e ir para uma terra distante sem ao menos conhecê-la. A única certeza que tinha era que encontraria muitos perigos pela frente, mas teve fé;

• Ex 3”10 – Moisés seria enviado para falar com Faraó, mas havia saído do Egito há muito tempo atrás, como agora voltaria? O crime havia prescrito? A nação egpcia havia esquecido?

• At 1”8 – Os judeus não se comunicavam com os samaritanos, como então agora eles poderiam pregar na cidade deles, qual o risco que correriam?;

• At 9”10-17 – Ananias fora ordenado a visitar Saulo e orar por ele, mas como? Conhecia a fama dele? Temeu por ciladas, assim como toda a igreja primitiva temia, mas foi.

4) Estas situações devem ser enfrentadas com muita oração, suplicas e ousadia, para prosseguirmos adiante (At 1”14)

5) Não podemos correr ou desanimar, mas sim devemos enfrentar as situações, mesmo que perigosas (Sl 23”46). Nestes casos devemos:
• Lc 8”24 – incomodar Jesus;

• Mt 14”30 – clamar por socorro, antes que afundemos, já que assim como Pedro, nós também fazemos por onde, pois foi ele que pediu para andar sobre as águas e não Jesus que o chamou.

6) Conclusão
Devemos enfrentar todas as situações com a certeza de que sairemos vitoriosos em Jesus. Devemos ter atitudes de vencedores não importa a situação.

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário