Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

domingo, 30 de outubro de 2011

pós aula - lição 4 e 5

1. O pensamento dos nobres era o seguinte: Se algo der errado mudamos para outros lugares levando os nossos títulos. O povo se vira e a cidade que continue em escombros;

2. Testemunho real: Aconteceu aqui perto. Um presbítero recebeu uma igreja, sofrida, com poucos membros, mas estava animado. No dia da posse foi dada uma oportunidade para um obreiro local que disse: “Vamos orar irmão, se for de Deus fica, e presbítero por presbítero aqui tem aos montes”. Neemias ouviu o mesmo quando chegou em Jerusalém, pois havia tantos homens fortes, trabalhadores, faltava apenas um que tivesse a chamada e direção de Deus;

3. No caso dos nobres eles se mudariam e levariam seus títulos, já este pastor, citado, se não fosse recebido naquela igreja certamente assumiria outra e continua o seu ministério;

4. Uma boa profecia: “não temas, que Eu estou neste negócio, dentro de 2 meses sua vida mudará, os inimigos serão expulsos, as portas serão abertas. Em exatos 52 dias tu cantarás o hino da vitória”, oh Glória, nunca pensaram nisto? Pelo menos referência biblica teriam;

5. Uma boa campanha: “Participem! 52 dias de oração e jejum! Muros edificados e portas erguidas! Sua vida nunca mais será a mesma”;

6. A igreja deveria submeter a profecia ao crivo da Palavra, assim como fez Neemias quando recebeu a mensagem do falso profeta, ele disse: “e quem há, como eu, que entre no templo e viva? Foi neste momento que ele percebeu a origem da profecia. O profeta ficou calado, não respondeu, pois contra a Lei não havia argumentos;

7. Caso Neemias se refugiasse no templo, profanando-o, certamente os opositores reuniriam o povo para presenciarem a cena, então desta forma todo o trabalho estaria comprometido. Eles diriam: “Este é o líder que nos encorajou? E agora ele está ai infringindo a Lei e profanando o templo somente para preservar a sua vida. Os inimigos foram muito espertos, foi muito bem elaborado este plano;

8. Quando Saul resolveu se antecipar (I Sm 13), será que pensava que o Samuel havia esquecido de suas atribuições? Quem esqueceu foi Saul, pois ele era rei e não sacerdote ou profeta;

9. No capítulo 7 Neemias resolveu resgatar as genealogias dos verdadeiros nobres (nobres foram aqueles que voltaram do exílio, nos três grupos, e os que colaboraram na obra), Sambalate, Tobias e Gesem mereciam algum tipo de citação? Ao menos para lembrar Israel da oposição sofrida? Neemias havia orado (2”20) que eles não teriam memória em Jerusalém;

10. Exemplo de profecia fora do contexto bíblico: “Não temas, eu já visitei o seu pastor e avisei que você largou sua congregação e foi cooperar em outro lugar, não se preocupe, servo meu”, mas se crivarmos a profecia na Palavra chegaremos a conclusão que somos ensinados de outra forma, mesmo que tenhamos muitas interpretações para Hb 10”25, certamente esta mensagem fere esta referência;

11. Esta eu ouvi semana passada: “Deus me disse que eu veria com os meus olhos e eu creio que acontecerá (ATÉ AQUI TUDO BEM, MAS A PESSOA CONTINOU). Eu verei o cumprimento desta promessa, mesmo que Deus tenha que me ressuscitar para contemplar (Hb 9”27 – “E AOS HOMENS ESTÁ ORDENADO MORRER UMA VEZ”, MAS RESSUSCITAR VÁRIAS VEZES PARA CONTEMPLAR AS PROMESSAS QUE NÃO VIU EM VIDA?). Será um vai e vem de crentes morrendo, ressuscitando, porque profecias que não se cumpriram e que não se cumprirão temos ao monte.

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário