Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

A atuação social da Igreja. Plano de aula.

A ATUAÇÃO SOCIAL DA IGREJA

PÃO DO CÉU E PÃO DA TERRA
COMUNIDADE DOS BENS E O MINISTÉRIO DO PÃO
MUNDO INVISÍVEL X REALIDADE (NECESSIDADES)
POBREZA – PRÁTICA DO BEM, CASTIGO OU CONSEQÜÊNCIAS
TEOLOGIA DA PROSPERIDADE X TEOLOGIA DA MISERABILIDADE
QUEM COMPRAR UM ESCRAVO JUDEU ARRANJA UM SENHOR PARA SI MESMO

PROPOSTA DA LIÇÃO:
• “Vinde benditos de meu Pai”
• A Igreja deve se preocupar com as necessidades do povo;
• A agência do reino possui uma responsabilidade social;
• De um lado os pobres, marginalizados e de outro os ricos e poderosos;
• E a igreja? De que lado fica? Qual a sua posição?
• Fome espiritual, material e miséria social apareceram após o pecado original;
• Pela Lei Mosaica, os ricos deveriam socorrer os pobres (Dt 15”11);
• Os escravos judaicos tinham direitos (Lei). Os de outras nações não;
• “Aprendei a fazer o bem, praticai o que é reto e ajudai o oprimido” - Is 1”17;
• “Fazei justiça aos órfãos, tratai a causa das viúvas” (Is 1”17);
• A igreja primitiva desempenhou o trabalho social. E a atual?

INTRODUÇÃO
A lei mosaica previa que os pobres, estrangeiros, servos, viúvas, órfãos e outros não poderiam ser desprezados, antes deveriam ser atendidos em suas necessidades (Dt 15”7-11; Ex 22”22; Dt 10”18; 14”29). Alguns pontos deveriam ser observados, tais como:
• O preconceito em relação às necessidades especiais (Lv 19”14);
• Em relação ao idoso (Lv 19”32);
• Na aplicação da justiça (Lv 19”35,36);
• Contra a opressão ao assalariado (Dt 24”14-15);
• No cumprimento das promessas (Pv 3”28);
• No engano ao próximo (Pv 1”11);
• No cuidado aos pobres (Pv 14”20-21);
• Como ajuntar riquezas sem oprimir outros (Is 5”8).

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

pós aula - lição 9

1. Eva foi enganada ainda no paraíso, se pelo menos tivesse sido fora teria algumas desculpas;

2. Paulo, com lágrimas ensinava seus discípulos, preparava obreiros, mas a hora em que fosse embora todos eles ficariam sujeitos aos lobos enganadores e devoradores;

3. Os hebreus devem ter lembrados, aos egípcios, dos feitos de José no passado, mas eles não queriam mais saber, o amor e a gratidão foram esquecidos. O grande administrador que ajudou o Egito a não entrar na crise não poderia ter o seu nome mencionado;

4. Ccomandar um exercito de 1000, 10000 e 100000, mas comandar 100 pessoas famintas, murmuradoras, covardes;

5. Aos poucos a primeira congregação (a que eu chamo de igreja “Onde só o Senhor é Deus”) foi perdendo sua identidade, que havia sido formada durante a manifestação das pragas;

resumo da aula - cartaz

Para download deste e outros convites-resumo acesse: www.slideshare.net/ailtonsilva2000
Por: Ailton da Silva

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Segunda carta: À Igreja de Esmirna

• Destino: Esmirna (mirra), uma igreja perseguida e uma cidade famosa por seus perfumes. Uma igreja atribulada, que quando foi esmiuçada soltou um perfume agradável. Não teve reprova

• Situação geográfica: na Ásia Menor. Atualmente é a cidade turca denominada Izmir, 40 km ao norte de Éfeso.

• Dados históricos: Após a conquista romana de todo o Oriente, a cidade passou a ser uma província do império na Ásia. Ficou famosa também por ter sido o berço de Homero (poeta cego da mitologia grega);

• Oposição ao evangelho: Sofria com os judeus e com os gentios que eram leais a Roma. Sofreu as dez perseguições através dos imperadores: Nero, Dominiciano, Trajano, Aurélio, Severo, Máximo, Décio, Valeriano, Aureliano, Diocleciano;

• Principal falha: a igreja se imaginava rica em virtude da riqueza da cidade;

• Conselho: “Sê fiel até a morte”;

• Vitória: Não sofrerá o dano da segunda morte.

Fonte:
SILVA, Severino Pedro. Apocalipse - Versículo por Versículo. CPAD
Bíblia de estudo aplicação pessoal. CPAD, 2003
Bíblia Sagrada: Nova tradução na linguagem de hoje. Barueri (SP). Sociedade Bíblica do Brasil, 2000.

Por: Ailton da Silva

conteúdo da Bíblia


Na sua busca por felicidade e plo sentido da vida, este escritor, conhecido como “filósofo” ou “pregador”, faz perguntas, que continuam presentes na sociedade contemporânea.

Extraído da seção: "Ajuda ao leitor" - Bíblia Sagrada - Harpa Cristá – Baureri

Por: Ailton da Silva

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Perdas de identidade

Como a humanidade também já sofreu ou sofre com esta história de identidade? Crises? Sei não sei. Sou não sou. Tenho e não tenho. Apesar que as frases que cito de Paulo, em nenhum momento, configurou perda de sua identidade ou crença, era justamente para reforçar.

"To be or not to be, that's the question – ser ou não ser, eis a questão" - Willian Shakespeare

"[...] não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim" - Apóstolo Paulo (Gl 2"20)

"[...] eu sei em quem tenho crido" - Apóstolo Paulo (II Tm 1"12)

"Só sei que nada sei" – Sócrates

"Só sei que nada sou" – Ailton Silva, muitos falam isto.

"Só sei que tudo espero" - Ailton Silva, muitos falam isto também.

e mais algumas outras por ai afora.

Por: Ailton da Silva

3) Os magos e os pastores - segundo os 4 Evangelistas

MATEUS 2”1-12
Quem poderia ter sido eles?
• Muitos judeus que, devido aos seus negócios ou por segurança, optaram pela permanência na Babilônia após a volta do exílio e que seguiram a estrela justamente por serem conhecedores da profecia?

• Alguns magos do oriente, estudiosos e conhecedores da história do mundo antigo?

• Ou cada um deles era de uma região diferente justamente para representar o mundo prostrado em adoração a Jesus?

• Vers. 2 – Eles perguntaram sobre o local do nascimento do rei dos judeus, mas fizeram isto no local e para as pessoas erradas. Herodes pensou: “Rei, outro rei? Estrela, outra estrela, além de mim? Isto perturbou Herodes e toda cidade;

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

conteúdo da Bíblia


Este é um livro de máximas de sabedoria, de ensinamentos éticos e de senso comum, acerca de como viver uma vida reta.

Extraído da seção: "Ajuda ao leitor" - Bíblia Sagrada - Harpa Cristá – Baureri

Por: Ailton da Silva

Preservando a identidade da Igreja. Plano de aula.

PRESERVANDO A IDENTIDADE DA IGREJA

CRISE OU PERDA DE IDENTIDADE
APOSTASIA OU CORRUPÇÃO MORAL?
PERIGO DE FORA, PERIGO DE DENTRO
CRUZ OU CRUZEIRO – O QUE PREGAR?

PROPOSTA DA LIÇÃO:
IGREJA:
a) Criada com um propósito, por isto enfrenta tempos difíceis;
b) Igreja divina e terrena: possuem características, identidade própria.

COMO PRESERVAR A IDENTIDADE DA IGREJA?
a) Pregar (Palavra);
b) Praticar (amor);
c) Viver (comunhão);
d) Defender (fé);

PERIGOS QUE AMEAÇAM A IGREJA. PERDAS:
a) Perdas: do amor, temor,
humildade e esfriamento.

INTRODUÇÃO
A igreja foi criada com o propósito de afrontar o deus deste século para lhe tirar as almas aprisionadas, por isto enfrenta, desde o inicio tempos difíceis e tribulosos. O que tem deixado furioso o seu inimigo é justamente o fato de haver, a cada dia, a necessidade dela se parecer com Cristo, através de atitudes concretas e sérias que a identificam como única e digna representantes do reino de Deus na terra. Esta unidade não é fruto da cultura, língua ou conhecimento, mas sim é resultado de uma conduta ilibada condizente com a Palavra.

Em Antioquia foram observadas estas características e condutas nos primeiros crentes, tanto que, naquela ocasião, foram chamados pela primeira vez de cristãos (At 11”26), isto é, pertenciam a Cristo. Foi necessário, portanto, que aquela igreja preservasse esta sua identidade inicial, importantíssima para os propósitos missionários. Exemplo para a atualidade.

O grande desafio da igreja, ao longo de sua história, é preservar a sua identidade e manter-se firme diante dos inúmeros ataques exteriores e até mesmo interiores. Este bombardeio sempre teve como objetivos: minar a fé da igreja, desmerecer e comprometer o seu chamado e missão.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

conteúdo da Bíblia

Estas 150 orações foram usadas pelos hebreus para expressar sua relação com Deus. Abrangem todo o campo das emoções humanas, desde a alegria até o ódio, da esperança ao desespero.

Extraído da seção: "Ajuda ao leitor" - Bíblia Sagrada - Harpa Cristá – Baureri

Por: Ailton da Silva

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

mensagem 71: Borda de rio - lugar de crente

71
OS 2 ERROS DE FARAÓ - 5 LIVRAMENTOS NA VIDA DE MOISÉS
A BORDA DOS RIOS - O BARQUINHO DE MOISÉS
A ARCA DE MOISÉS - Deus USA NO MOMENTO CERTO

INTRODUÇÃO:
OS FILHOS DE ISRAEL SE ESTABELECERAM NO EGITO, CERCA DE SESSENTA E SEIS PESSOAS FIZERAM PARTE DA COMITIVA DE Jacó. ELES SE INSTALARAM NA MELHOR PARTE E SE MULTIPLICARAM A PONTO DE ASSUSTAREM OS EGÍPCIOS, QUE NÃO OS VIAM MAIS COMO AMIGOS, MAS SIM COMO POTENCIAIS ALIADOS DE SEUS INIMIGOS. A SOLUÇÃO FOI TIRAR-LHES AS FORÇAS, ESCRAVIZANDO-OS. ELES NÃO ERAM VISTOS APENAS COMO NUMEROSOS, (EX 1”9) MAS SIM COMO MAIS PODEROSOS (CUMPRIMENTO DE GN 46”3).

1) OS DOIS ERROS AMADORES DE FARAÓ
A) PRIMEIRO ERRO:
A ORDEM DE FARAÓ ERA PARA QUE TODOS OS FILHOS DO SEXO MASCULINO DOS HEBREUS FOSSEM MORTOS, POIS TEMIAM QUE AUMENTASSEM AINDA MAIS O NÚMERO DE VARÕES HEBREUS, QUE PODERIAM SE ALIAR AOS SEUS INIMIGOS.

DEVIDO AO TEMOR DAS PARTEIRAS DAS HEBRÉIAS MUITOS FORAM SALVOS, POIS NÃO CUMPRIRAM AS ORDENS DE FARAÓ E FORAM RECOMPENSADAS POR Deus.

AS ORDENS DE FARAÓ FORAM DIRECIONADAS PARA AS PESSOAS ERRADAS, POIS AS PARTEIRAS TINHAM POR FINALIDADE A PRESERVAÇÃO DA VIDA, JAMAIS AGIRIAM DE FORMA CONTRÁRIA. ELAS CUIDAVAM DOS BEBÊS ATÉ QUE AS MÃES SE RECUPERASSEM DO PARTO. ESTE ORDEM DEVERIA TER SIDO DADA AOS SEUS SOLDADOS QUE CUMPRIRIAM SEM NENHUM PROBLEMA.

MAL SABIA ELE QUE ANTES DELE ORDENAR A MORTE DAS CRIANÇAS, AS PARTEIRAS JÁ HAVIAM RECEBIDO A ORDEM DE PRESERVA-LAS. QUANDO SOUBE DISTO PERGUNTOU QUEM HAVIA DADO TAL ORDEM. SUA INTENÇÃO ERA PRENDER, PARA MOSTRAR AS PARTEIRAS QUEM É QUE MANDAVA NO EGITO. NINGUÉM SERIA MAIOR OU MAIS FORTE DO QUE ELE NAQUELA NAÇÃO. QUEM ORDENOU AS PARTEIRAS QUE PRESERVASSEM AS VIDAS DAS CRIANÇAS FOI O “EU SOU”


B) SEGUNDO ERRO:
PARA CONSERTAR O SEU PRIMEIRO ERRO, ELE ENTÃO ORDENOU QUE LANÇASSEM NO RIO TODOS OS QUE NASCESSEM DO SEXO MASCULINO.

AGORA IMAGINAVA QUE HAVIA ORDENADO CORRETAMENTE, MAS SE ENGANARA, POIS CONTRIBUIU JUSTAMENTE PARA UM GRANDE MILAGRE DA PARTE DE DEUS, UM LIVRAMENTO, UM SOCORRO E UMA GRANDE BENÇÃO PARA A MÃE DE MOISÉS.


2) OS CINCO LIVRAMENTOS DE MOISÉS
A) PRIMEIRO LIVRAMENTO

lição 8 - comentários durante a aula

1. a primeira manifestação social foi de Jesus foi na comemoração da páscoa, seus pais o levaram. Quando adulto eles enviou os seus discipulos para preparem um lugar para também comemorarem, Ele fez questão que o lugar fosse especial, pois a festa e os convidados também seriam;

2. Jesus andava em meio a multidão, mas nunca se deixou influenciar por ela. Foi apertado várias vezes, mas foi quando foi tocado Ele sentiu. Que diferença: “Eu estava no meio deles e quando percebi já estava me portando como eles, bebendo, fumando, etc.” Quando sentirmos o toque da multidão fiquemos espertos;.

3. João Batista foi duro com a sociedade (raça de víboras, raposas), qualquer um, fosse quem fosse, sacerdotes, autoridades ou um simples homem. Ele falava e ficava parado esperando a reação deles, não tinha medo não;

4. João Batista testificou de Jesus, testemunhou e a base de sua pregação era o juízo vindouro (o machado nas árvores), mas quando ele viu Jesus se assustou, porque viu mensagens amorosas, reconciliação, totalmente diferente de sua mensagem;

5. Jesus não foi tão duro assim, Ele foi mais amoroso (passava a mão na cabeça dos pecadores, das prostitutas, dos publicanos) porque sabia que eles precisavam de ajuda. A sociedade judaica era vítima. Sua preocupação primeira era combater o farisaísmo, o legalismo, formalismo e outros ensinamentos errados que estavam presentes na sociedade;

sábado, 20 de agosto de 2011

Convite resumo - lição 9

Para download deste e outros convites-resumo acesse: www.slideshare.net/ailtonsilva2000

Por: Ailton da Silva

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Mais um trechinho do meu livro.

gosto de postar parte do meu livro (o primeiro de três). Estou revisando (a final). Esta será a penúltima postagem do capítulo 2. Segue abaixo postagem:

JOSÉ – COMO VOCÊ CONSEGUIU
Pela terceira vez Jacó sairia de suas terras para mais uma viagem. Na primeira saiu de mãos vazias, solitário, pobre, fugindo da casa paterna, fruto de seus erros, na segunda saiu com bens e família, fugindo de seu sogro e o possível encontro com Esaú o deixava temeroso, mas para o Egito a história seria outra, não estava mais fugindo e tampouco receoso por algo, estava cumprindo a vontade de Deus, que lhe confirmou a sua ida, seria uma espécie de recompensa para o grande patriarca.

Do outro lado estava José que, devido a sua ocupação e importância no Egito, não desceu para buscar seu pai, ficou esperando trazerem a benção em tuas mãos, semelhante seu avô Isaque, quando recebeu Rebeca como esposa.

A ansiedade era grande, mas o que lhe preocupava seria uma possível reação de desaprovação de Jacó ao vê-lo vestido como um egípcio e misturado com aquela nação idólatra, pois a última vez que havia visto seu pai, ele ainda possuía a túnica colorida.

Primeira carta: à igreja de Éfeso

IGREJA DE ÉFESO – A IGREJA ORTODOXA

• Destino: Éfeso (desejado);

• Situação Geográfica: na Ásia Menor, uma das três maiores cidades do litoral do Mar Mediterrâneo (Antioquia da Síria e Alexandria no Egito eram as outras duas):

• Dados históricos: Templo de Diana dos efésios (At 19.28), uma das sete maravilhas do mundo antigo;

• Oposição ao Evangelho: os gnósticos, fortemente combatidos por Paulo;

• Principal falha: deixou o primeiro amor, esfriou, mas não declinou na fé;

• Conselho: Lembra-te (de onde caístes), arrepende-te e pratique as primeiras obras;

• Vitória: comer da árvore da vida, já que a árvore da ciência do bem e do mal (Gn 2.17) não é vista no livro de Apocalipse. Comer da árvore da vida é ter direito a participação na vida eterna, ser revestido da imortalidade (Ap 22.19).

Por: Ailton da Silva
fonte:
SILVA, Severino Pedro. Apocalipse - Versículo por Versículo. CPAD
Bíblia de aplicação pessoal

Um bom livro

I. O VALOR DA DOUTRINA
1. O conhecimento (doutrinário) supre a necessidade de haver uma declaração autoritária e sistemática sobre a verdade.

Há uma tendência em certos meios de não somente procurar diminuir o valor de ensinos doutrinários como também de dispensá-los completamente como sendo desnecessários e inúteis. Porém, enquanto os homens cogitam sobre os problemas da sua existência, sentirão a necessidade de uma opinião final e sistemática sobre esses problemas. A doutrina sempre será necessária enquanto os homens perguntarem:

"De onde vim? Quem sou eu? E para onde vou?"

conteúdo da Bíblia


A pergunta “Porque sofrem os inocentes? “ é tratada nesta história bíblica.

Extraído da seção: "Ajuda ao leitor" - Bíblia Sagrada - Harpa Cristá – Baureri

Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Proposta da lição 8


Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

2) O anúncio do nascimento de Jesus - segundo os 4 Evangelistas

MATEUS 1”18-25
• O casamento judaico dava-se em três etapas; a concordância da família, o anúncio público e a cerimônia oficial. Esta união poderia ser desfeita somente com a morte de um dos nubentes ou pela infedelidade das partes (Comentário da Bíblia de Aplicação Pessoal);

• José foi mencionado como marido de Maria e não como pai de Jesus (v. 19);

• José poderia ter abandonado Maria, mas a revelação recebida em sonho, dada por um anjo do Senhor, fez com que mudasse, resolvendo casar com ela;

• O anjo testificou a pureza da noiva (v. 20 e 23)

• Neste sonho ele recebeu todas as coordenadas, nome, significado, missão e fundamento bíblico;

• José não conheceu Maria até o nascimento de Jesus (v.25), o primogênito e não o seu unigênito, mais uma prova que ela teve outros filhos (Mt 13"55);

• O anuncio do nascimento foi dado por um anjo do Senhor a José.


MARCOS
• Não há relato.


LUCAS 1”26-38.
• O anuncio do nascimento foi feito pelo anjo Gabriel à Maria, dando o significado do nome e missão;

• Ela ficou preocupada com a saudação e mais ainda pelo fato de não ter conhecido homem algum, mas foi tranqüilizada pelo anjo;

• Para ter a certeza da revelação o anjo também fez menção e sua prima, Isabel, estéril. Foram quatro as maravilhas: a revelação (o mensageiro), o anúncio do nascimento de Jesus, a menção sobre sua prima e o fato dela estar grávida, sendo estéril;


JOÃO
• Não há relatos.

PRÓXIMO ASSUNTO: OS REIS MAGOS E PASTORES

Por: Ailton da Silva

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

THERE'NO GOD LIKE JEOVAH

12 versões



Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

Igreja. Agente transformador da sociedade. Plano de aula.

JESUS – AMIGO DOS PECADORES
PECADORES – AMIGOS DE JESUS?
SOCIEDADE A.J (ANTES DE JESUS)
SOCIEDADE D.J. (DEPOIS DE JESUS)
JESUS DIVIDIU A HISTÓRIA HUMANA

INTRODUÇÃO
Jesus, o amigo dos pecadores (Mc 11”19), devido ao seu estilo de vida simples e modesto, sempre esteve ao lado dos necessitados e carentes. Ouviu e atendeu a todos, ou seria possível imaginamos alguns destes indo embora com senhas ou sendo agendados para outros dias? Tampouco vemos Jesus tratando-os com aspereza, tipo: “Não precisam contar os problemas eu sei tudo, vão embora em paz e me deixem sossegado, tenho muito trabalho hoje”.

Estes atendimentos foram justamente direcionados a uma classe especial de pessoas, constituídas de excluídos, enfermos de qualquer natureza, os de comportamentos duvidosos, oprimidos espiritualmente e fisicamente. Todos receberam as bênçãos e foram novamente inseridos na sociedade judaica.

Jesus desde o principio se preocupou com os costumes, tradições e cultura judaica, não para endeusá-la como faziam os judeus, mas sim para que através deste respeito pudesse alcançar as almas dos que estavam perdidos, aproveitando para mostrá-los a vulnerabilidade e a ineficiência de todo aquele sistema cultural.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Fascinante este livro. Apenas um trecho

1- O murmurador é aquele que, na tua presença te beija, mas por detrás, te apunhala.

2- O murmurador é aquele que te atrai para o escuro, pois o que vai falar não pode ser dito à luz. E fala baixinho.

3- O murmurador vê tudo sujo, mas nunca se lembra de limpar os próprios óculos.

4- O murmurador vive à caça dos defeitos alheios, mas nunca aceita falarem dos seus deméritos.

5- Quando o murmurador abre a sua boca, o diabo lhe dá munição.

6- O murmurador é aquele que hospeda alguém e lhe dá um gostosíssimo banquete; quando termina a "hospitalidade", xinga o visitante até a terceira e quarta geração.

Mensagem 123

QUER VOLTAR PARA SUA TERRA JOSÉ? NÃO
QUEREM MORAR NO EGITO, FAMILIA DE JOSÉ? SIM
VOCÊ QUER A BENÇÃO JACÓ? SIM, ENTÃO VÁ AO ENCONTRO DELA

INTRODUÇÃO – GN 45”28
José ao revelar sua identidade, ordenou aos seus irmãos que fossem contar ao pai a sua situação e deveriam trazê-lo sem demora ao seu encontro (Gn 45”9). Ele ficaria esperando, pois não tinha em seu coração desejo nenhum de retornar aquele lugar, mas queria rever seu pai.

1) NÃO DESPREZEM O CONSELHO (ORDEM) DE UMA AUTORIDADE:
Antes de despedir seus irmãos, José aconselhou a todos que não entrassem em contenda durante o caminho da volta, pois sabia eu remexeriam no passado, ou pelo menos tentariam, levantar os culpados por toda aquela situação que estavam enfrentando. Eles aceitaram este conselho, pois não tiveram outra opção, na verdade aquilo não foi um conselho, mas sim uma ordem. Ele era uma autoridade, respeitada, agora a situação era diferente (Gn 45”26).

2) SE ELE NÃO VEM EU VOU
“Basta, eu irei até ele”, mesmo com as minhas difivuldades, pobre, doente, avançado em idade. José tinha condições de ir ao encontro de seu pai, ou pelo menos, poderia enviar servos, carros, comitiva, mas fez questão que o pai desse os primeiros passos e fosse ao seu encontro.

4º trimestre 2011

Preparem os materiais, vejam o próximo trimestre!


Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

conteúdo da Bíblia

Este livro relata a história de uma rainha judia da Pérsia, que denunciou um complô que visava destruir seus compatriotas. Com isso ela evitou que todos fossem aniquilados.

Extraído da seção: "Ajuda ao leitor" - Bíblia Sagrada - Harpa Cristá - Baureri

Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

pós aula - lição 7

1. Esvaziamento pessoal: Moisés, Davi e Paulo quando foram chamados deixaram muito para trás, pensaram somente no progresso e no crescimento do reino de Deus;

2. Existe muita diferença entre servir a Deus e trabalhar para o crescimento do reino de Deus, não basta somente declarar, tem que agir;

3. Eu sou um pecador, você é Deus e está agindo com um escravo. Um dia os papeis se inverterão. Vocês (representantes do reino) estarão aqui na minha posição, lavando os pés de um pecador;

4. Os necessitados que procuravam Jesus sempre foram ouvidos e atendidos, mesmo quando fosse asneira, bobeira como o jovem rico, que disse que já praticava tudo e não faltava nada?

5. Graças de te dou, oh Senhor porque revelastes (alguns) segredos aos pequeninos, mas ocultastes (todos) aos sábios e entendidos;

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Genealogia de Jesus - segundo os 4 Evangelistas

MATEUS 1”1-17.
• A relação iniciou com Abraão e terminou em Jesus (cronologicamente crescente). Este evangelho foi direcionado aos judeus, portanto nada mais lógico que valorizar a linhagem abraâmica;
• Apresentou José como marido de Maria e não como pai de Jesus (v. 16).



MARCOS

• Não há registro;



LUCAS 3”23-38.

• A relação veio na ordem contrária de Mateus, pois se iniciou com Jesus e findou com Adão. Este Evangelho foi direcionado aos gentios, portanto a intenção foi revelar a natureza humana de Jesus, apresentá-lo como homem;

• Jesus iniciou seu ministério aos 30 anos, idade ideal para que o homem assumisse suas tarefas, assim como José (Gn 41”46), os sacerdotes (Nm 4”3) e Davi (2 Sm 5”4), conforme nota de rodapé da Biblia de aplicação pessoal versículo 23;

• O rei Salomão não foi mencionado;

• A linhagem apresentada é a do pai ou da mãe? Alguns dizem se tratar da linhagem de Maria. Os avôs não são os mesmos mencionados em Mateus;

• Jesus foi apresentado como filho de José (v, 23)



JOÃO

• Não há registro

Próximo assunto: O anúncio do nascimento de Jesus.

Por: Ailton da Silva

Relatos segundo os 4 Evangelistas

Estou inaugurado outra seção: 0s 4 Evangelistas. Minha intenção é fazer um paralelo entre os 4, entre os sinóticos e João, para efeito de estudo, jamais para levantar as diferenças, pois sabemos os públicos alvos de cada um (Mateus - judeus; Marcos - romanos; Lucas - gentios e João aos cristãos novos do mundo todo).

Estes dias, ao final de uma aula me deparei com uma questão: Imaginemos uma aula sobre o cantar do galo e o ato de negar de Pedro, quantas vezes cantou? Cantou ou não cantou? Negou quantas vezes?

Exemplo: o galo cantou 1 vez e Pedro negou 3 vezes em Mateus e em Marcos 14”68-72, o galo cantou 2 vezes e Pedro negou 3

Todos sabemos que isto não coloca em xeque a inerrância da Palavra de Deus, ou levanta suspeita, muito pelo contrário.

Cada semana postarei um tema diferente, iniciarei com a genealogia de Jesus, de acordo com os 4, ou somente os 2 que mencionaram.

Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

Besouros Kamikazes

Domingo após a aula, levantamos algumas questões:
• Porque que os besouros gostam tanto da luz?
• Porque no escuro eles não aparecem?
• Porque ao ligarmos a luz eles aparecem aos montes?

Ficamos por alguns minutos conversando, tentando extrair algum ensinamento disto. Porque eles atacam a luz? Porque gostam tanto? Eles deveriam gostar do escuro, seria mais lógico? Ou não? É devido ao calor? Porque a luz atrai os besouros? Ela que atrai ou são eles que vão de encontro?

Depois de muito pensar, nestes 3 dias cheguei a seguinte conclusão, mesmo não sendo nenhum extremista religioso, fanático, fundamentalista, apenas gosto da coisa. Vamos lá:

1. Os besouros são kamikazes, pois odeiam a luz, por isso se atiram nela, sem medirem as conseqüências, batem, voltam, e rebatem e vão assim até estourarem as lâmpadas ou os crânios, (aff);

2. eles são suicidas mesmo, pois com que intenção eles entram nos globos? Para morrerem estorricados pelo calor da luz?

3. Os besouros são enviados do “diabo”, com a intenção de impedir que a luz brilhe e para fazerem sombra. (Meu Deus, não acredito que escrevi isto).

4. ENFIM CONTINUO SEM SABER PORQUE OS BESOUROS GOSTAM TANTO DA LUZ

Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

A beleza do serviço cristão. Plano de aula.

A BELEZA DO SERVIÇO CRISTÃO

ESVAZIAMENTO PESSOAL
ESVAZIAMENTO DA GLÓRIA
POSIÇÃO HUMILDE DE SERVO
SERVO? ESCRAVO? OU OS DOIS?
SER SERVO – PRIVILÉGIO ESPECIAL
LAVA PÉ, CABEÇA, CORAÇÃO E ALMA

INTRODUÇÃO
Através de seus serviços a igreja demonstra todo o seu amor e preocupação com o crescimento do reino de Deus. Assim como Adão recebeu a incumbência de administrar e cuidar da terra, após sua criação, da mesma forma a igreja recebeu tarefas que devem ser cumpridas a risca durante a sua estadia na Terra. Ela foi chamada e comissionada para uma obra, que tem condições de cumpri-la e não para tão somente aguardar o dia da sua redenção. Portanto somos servos, comissionados por Jesus para operarmos neste mundo de forma a oferecermos solução (única) e possibilidades para a salvação ao homem destituído da Glória.

No antigo testamento encontramos os servos, remunerados e com acessos a alguns direitos e os escravos, que além de não terem nenhum privilégio, sequer podiam reclamar. Alguns vultos do passado bíblico foram considerados ou chamados de servos por Deus:
• Abraão (Gn 26:24);
• Moisés (Nm 12:8) ;
• Davi (I Re 11:32);
• O apostolo João (Ap 1:1);
• Paulo (Tt 1:1).

a) Tradição de lavar os pés:

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

NHDCJ - Não há Deus como Jeová

nuk ka asnjë Perëndi të ngjashëm me Zotin – albanes

Es gibt keinen Gott, wie Jehovas – alemão

إله مثل يهوه - árabe

չկա Աստված նման Եհովային – armênio

Yehova kimi heç bir tanrı yoxdur – arzeibajão

dago Jehobaren bezala Jainkoa ez – basco

няма Бога як Іеговы – bielo russo

pós aula - lição 6

1. quando vemos colocar em prática este seu ensinamento, Jesus? Agora é que devemos ser o sal da terra e a luz do mundo? Não, daqui uns dias vocês serão sal da terra e luz do mundo

2. como seria possível Israel impedir que a luz alcançasse os confins da terra, eles conseguiriam segurar o brilho da luz? Se dependesse dos judeus a luz brilharia somente nas praças centrais de Jerusalém?

3. O Espírito Santo vai selecionando os que hão de salvar ou alcança todas as criaturas? Conseguimos arrancar o joio que já está ao lado trigo? Quanto mais selecionar quem deve ou não deve ouvir a palavra.

4. primeiro devemos ser o sal da terra para depois sermos a luz do mundo. Devemos cuidar do nosso caráter para depois testemunharmos. Ser luz do mundo sem sal da terra? Ou sal terra sem ser luz do mundo? Ou nenhum dos dois? Não queiramos ser luz do mundo antes do sal;

sábado, 6 de agosto de 2011

Maranata, ora vem Senhor Jesus. O Arrebatamento. A volta de Jesus. Em po...

Meu Deus! o minuto final esclarece muito


Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

Ser eficiente e ser eficaz

Como é fácil encontrarmos exemplos de homens e mulheres trabalhando na obra antes mesmo de tomarem conhecimento da grande comissão.

Os discípulos, durante suas andanças, encontraram um que estava expulsando demônios em nome de Jesus, solitário, sem companheiros. Não teria um alcance maior se tivesse alguém ou outros como auxílio?

Como teve conhecimento desta doutrina? Havia participado ou visto algumas das operações ou pregações de Jesus?

Em caso afirmativo, porque não fez questão de andar com os discípulos? Havia alguma divergência, impedimento social, racial ou de qualquer outra natureza.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

conteúdo da Bíblia


Depois do templo, também foi reconstruída a muralha de Jerusalém. Neemias foi quem dirigiu esse empreendimento. Ele também colaborou com Esdras, para restaurar o fervor religioso do povo.

Extraído da seção: "Ajuda ao leitor" - Bíblia Sagrada - Harpa Cristá - Baureri

Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Pastor Carlos Padilha - mais uma dele.

Nas terças feiras temos em Prudente, o culto de oração e ensino em nossa sede e como sempre o Pastor Carlos Padilha nos brinda com uma expressão nova.

“O ouvido é a boca da alma” – novelas e afins não alimentam a alma

"Tem gente que consegue dizer o nome dos 11 jogadores do seu time, mas não são capazes de recitar o nome dos 11 discipulos fiéis".

Esta é antiga, mas li hoje na net, fazia tempo
"A vontade de Deus nunca irá levá-lo aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo." Desconheço o autor

Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

A eficácia do testemunho cristão. Plano de aula.

VIVEMOS O QUE PREGAMOS?
PREGAMOS O QUE VIVEMOS?
SAL DA TERRA – CARÁTER BENÉFICO
LUZ D TERRA – TESTEMUNHO EFICAZ
DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O ÍMPIO
LUZ APAGADA OU ESCONDIDA, O QUE É PIOR?
TENHO OBSERVADO O TESTEMUNHO DE ELISEU
O QUE VOCÊ FAZ FALA TÃO ALTO QUE EU NÃO CONSIGO OUVIR O QUE VOCÊ DIZ

INTRODUÇÃO
A grande comissão (Mt 28.18-20; Mc 16.15-18), foi o meio pelo qual os discipulos, foram inseridos no mundo, a fim de pregarem o Evangelho a toda criatura. Logicamente havia uma gritante diferença entre a igreja, recém inaugurada, e o mundo já estabelecido e agora revelado definitivamente aos primeiros crentes. Enquanto uma experimentava uma nova luz, uma nova forma de viver, um novo conceito de vida o outro ainda jazia nas mãos do maligno e tendia a piorar.

Devido a sua inclinação a podridão, o mundo sempre resistiu a atuação da igreja, mas independente desta e de outra qualquer reação ela deve avançar, sempre firme no cumprimento de sua missão integral. Agindo como o sal ela tem por função interromper definitivamente ou retardar, o quanto puder, o processo de corrupção moral, social, espiritual, enquanto que como luz ela amenizará as trevas que reinam sobre este mundo. Todas estas ações se darão através do testemunho da própria igreja, que deve atuar de forma eficaz na árdua batalha de promoção do crescimento do reino de Deus.

O bom testemunho da igreja, diante do mundo, é um imperativo assim como a grande comissão. Dele dependerá, em partes, o sucesso no tocante a pregação do Evangelho. O trabalho árduo e o bom testemunho são necessários para o crescimento do reino, fato comprovado na igreja primitiva, porém não podemos esquecer que, mesmo diante do fiel cumprimento de sua missão, a igreja deve saber que é regida por uma instância superior, denominada, vontade soberana de Deus.

O testemunho da igreja fala mais do que propriamente as palavras, por isto devemos pregar o que vivemos e viver o que pregamos de forma a evitamos os escândalos a quem quer seja, ao mundo ou até mesmo a própria igreja.

Jesus durante seus ensinamentos utilizou dois elementos (imperceptíveis até aquele momento, sem importância) para deixar bem claro aos seus ouvintes e a própria igreja a importância de um bom testemunho diante do mundo (Mt 5:13,14). O sal diz respeito ao caráter, já a luz ressalta o testemunho do cristão, sendo o segundo atencedido do primeiro. Esta é a dupla função da igreja neste mundo, atuar como sal e luz para conduzir os perdidos a Cristo.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

conteúdo da Bíblia

Depois de estar cativo na Babilônia por algumas décadas, o povo de Deus retornou a Jerusalém. Um de seus lideres era Esdras. Este livro contém a admoestação que Esdras fez ao povo para que este seguisse e honrasse a lei de Deus.

Extraído da seção: "Ajuda ao leitor" - Bíblia Sagrada - Harpa Cristá - Baureri

Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

JULIO CESAR E MARLENE - ARREBATAMENTO.wmv



Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

mensagem de domingo a noite, encerramento de congresso

Neste final de semana passado, estávamos em festa, 2º congresso integrado do setor 42 (mocidade e circulo). Esteve pregando o pastor Ademilson de Oliveira (http://ministerioemfoco.blogspot.com/) da cidade de Catanduva, campo de Marília (SP). Os trechos abaixo transcrevi durante a mensagem, vale a pena ler o texto completo:

“Deus não trabalha no campo da coincidência, mas sim no campo da providência”.

“arca no ombro significava o peso da presença de Deus”.

“eu te encaro Rio Jordão, você vai abrir, você não vai me impedir”.

“por 3 vezes Abraão foi chamado de amigo, por Deus”.

“Ló era uma mala sem alça, de papelão, em dia de chuva e cheia de pedra. Vivia na sombra de Abraão”.