Apresentação da lição em power point

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Pré-aula_Lição 3: A longa seca sobre Israel. Prof. Caramuru



Esta aula é obrigatória. Esclarecimento sobre os 3 anos e meio de seca (porque não foi somente 1 ano) e a fuga espetacular de Elias, primeiro para a sua terra e depois para a terra da rainha 

Um breve resumo:
3 anos e 6 meses de seca é uma figura do ministério de Jesus, pois neste período todos viram que o Senhor é Deus e que não havia outro.

Mas também é uma figura da primeira metade da grande tribulação, período de fome espiritual que haverá sobre a terra após o arrebatamento. Neste período, Israel verá que Deus é o Senhor e que o Messias não é o anticristo.

3 anos de seca para afrontar baal, que segundo a crença controlava as estações do ano, por isto que a seca deveria durar mais de 1 ano, caso contrário a mitologia fenícia ficaria comprovada, se a seca fosse menos de 1 anos a crença em baal seria correta, porque ele morria no inverno e ressuscitava na primavera para florescer e trazer chuva.

Fuga de Elias, primeiro para a sua terra, ribeiro de Querite, onde certamente o rei o procuraria quando visse o caos, devido a seca e depois para a terra da rainha.

Elias desapareceu porque não queria aparecer, não queria gloria para si. Vive o Senhor e não vive UM Senhor.

Em época de apostasia impera o relativismo

Elias foi ao ribeiro, porque Deus mandou e somente foi embora quando Deus mandou
Elias foi para Sarepta porque Deus mandou e somente foi embora quando Deus mandou

Salmos 68.4 seu nome é Já, hum.....

Ribeiro de Querite rio temporário (rios de tempos de chuvas), da região de Gileade, terra de Elias. Porque Deus não mandou ele para o Jordão, que é um rio permanente?

Corvo, família dos corvídeos, parente do urubu, que se alimenta de carniça, animal imundo (Lv 11.13-15), primeiro mensageiro de más noticias para Noé, (Gn 8.7), não deu segurança para Noé sair da arca. Que carga cultural negativa.

Por: Ailton da Silva - Ano III

Nenhum comentário:

Postar um comentário