Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

segunda-feira, 8 de abril de 2013

lição 1 - pós aula

O DILEMA
Eva e Adão poderiam ter dito um ao outro: “já que o negócio deu errado e já que fui culpada pelo erro (disse Eva), então que cada um siga o seu caminho”, mas eles se lembraram: “não separe o homem o que Deus uniu”.

Como Adão e Eva puderam duvidar de Deus? Até então eles tinham ouvido somente a verdade, porque duvidaram?

Será que foi pela possibilidade de serem iguais a Deus?

O pecado abreviou a “reentrada” de Adão na terra?


A PRIMEIRA REVELAÇÃO
Quando Adão acordou (casado) disse: “é osso do meu osso, carne da minha carne”. Esta foi a primeira revelação recebida, pois dele mesmo jamais teria tal entendimento ou discernimento para dizer algo com tamanha profundidade.

Não foi a carne e sangue quem te revelou, Adão, mas foi o próprio Deus (cf Mt 16.17).

Só a morte poderia separá-los e não aquela ocasião.


TEORIA SEM A PRÁTICA
Adão era sábio, prova disto foi a facilidade com que ele nomeou os animais.

Tinha sabedoria, mas não soube usá-la. Poderia ter pensado melhor antes de aceitar o convite ao pecado.

A sabedoria que servia no Éden poderia ser aplicada fora do jardim?

Era sábio, mas não tinha experiência de vida, por isto deve ter estranhado a mudança, mas era para estranhar mesmo, era para sentir a diferença.

Nós sabemos muito bem o que é certo e errado, assim como Adão também sabia, mas na hora “H”, não sabemos aplicar esta sabedoria.


FAMÍLIA X IGREJA
Núcleo familiar: lugar propício para construção e formação do caráter humano.

A igreja reflete a cara das famílias? Deveria refletir?

Se os filhos tivessem nascidos no Éden, certamente eles teriam sido os primeiros a subirem naquela árvore. Os pais estranhariam o silêncio no jardim e quando dessem conta veriam os filhos vindo daquela direção, com “ares de arteiros”.

“Onde vocês estavam moleques? Vocês não estavam naquela árvores, ou foram? Imagina, não estávamos não”.

Tem muitos FILHOS ensinando os PAIS “no caminho em que devem andar”.

Tem muitas ESCOLAS ensinando “os filhos no caminho em que devem andar”.


SALVOS PELO GONGO
Deus poderia ter aniquilado o primeiro casal e ter iniciado uma nova geração, tal como foi ofertado a Moisés (Ez 32.10).


O AMBIENTE FAVORÁVEL
Na devemos confiar nos ambientes favoráveis. Eles não nos isolam do Maligno e tampouco tem eles esta função. Esta atribuição é exclusivamente humana: “resisti ao Diabo e ele fugirá de vós”. Tenham uma família obediente, prospera e assim o “Diabo fugirá de vós”, se fosse assim muitos estariam perdidos..

Ambiente favorável não salva e tampouco protege da ação maligna, mas contribui para formação do caráter cristão, às vezes não.

Moisés, mesmo diante do ambiente favorável, recusou ser chamado de filho da filha de Faraó. O ambiente favorável apenas favorecia o abandono de sua fé.

Por: Ailton da Silva - Ano IV

Um comentário: