Apresentação da lição em power point

segunda-feira, 17 de março de 2014

Lição 11 - pós aula


Tabernáculo montado, lei entregue e então quem administraria toda aquela estrutura? Qualquer um?

Se isto acontecesse, aquilo seria apenas um prédio bonito, com detalhes e ouro, prata e bronze/cobre, nas mãos de qualquer um.

Nunca tive noticia de um levita revoltado por ter nascido naquela tribo. “Por que não nasci em outra tribo? Não quero ser sacerdote. Quero outro rumo para minha vida”.

Filho de peixe, peixinho deve ser.

Campo não era lugar de levita (Ne 13).

Quem deveria zelar e ensinar a lei foi condenado pelo seu próprio esquecimento. O sumo sacerdote rasgou suas vestes e encerrou o ministério levítico.

Não fomos salvos para nos preocupar somente com a nossa chegada na Canaã celestial. Temos que nos preocupar com o trajeto. Somos um povo sacerdotal, devemos fazer o que Israel não foi capaz, anunciar as boas novas.

Fomos salvos para darmos frutos.

Boas novas deve ser anunciada para aqueles que ainda não as conhece.

Paulo sabia que Ananias era o sumo sacerdote? Ele disse que não (At 23), duvido, pois esta autoridade era bem destacada dentre os outros, ainda mais, foi ele quem deu a ordem para bater no apóstolo.

Paulo sabia entrar e sair das situações. Quando foi preso em Jerusalém (At 22) ele se defendeu falando em hebraico (a língua morta). Ele sabia que os judeus não costumavam falar este idioma (aramaico, grego e uma pouca fatia falava o latim – vide tabuleta colocada sobre a cruz de Jesus), então ele teve por intenção impressionar os seus acusadores e mostrar que era um judeu zeloso pelas tradições. Por isto imagino que ele sabia sim que Ananias era o sumo sacerdote.

O que ele pensou foi o seguinte: "Eu não preciso mais de intermediador humano, Jesus é o meu sumo sacerdote, por isto não reconheço a autoridade espiritual que este homem ai sentado pensa ter".


Por: Ailton da Silva - Ano VI (desde 2009)

Nenhum comentário:

Postar um comentário