Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

2º Trimestre 2016


Maravilhosa Graça - O Evangelho de Jesus Cristo revelado na Carta aos Romanos
Comentário: Pr. José Gonçalves

Sumário
Lição 1 - A Epístola aos Romanos
Lição 2 - A Necessidade Universal da Salvação em Cristo
Lição 3 - Justificação, somente pela fé em Jesus Cristo 
Lição 4 - Os Benefícios da Justificação 
Lição 5 - A Maravilhosa Graça 
Lição 6 - A Lei, a Carne e o Espírito 
Lição 7 - A Vida Segundo o Espírito 
Lição 8 - Israel no Plano da Redenção 
Lição 9 - A Nova Vida em Cristo
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais 
Lição 11 - A Tolerância Cristã
Lição 12 - Cosmovisão Missionária 
Lição 13 - O cultivo das relações interpessoais

fonte: http://comoaguiamerenovo.blogspot.com.br/2016/02/2-trimestre-de-2016-maravilhosa-graca.html

Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

Lição 7 - proposta


Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Lição 6 - Aplicação


Lição 6
O Tribunal de Cristo
1º trimestre 2016

Seremos julgados no Tribunal de Cristo se vencermos a guerra contra o pecado, no entanto, se pecarmos e perdermos a salvação não nos apresentaremos diante deste glorioso Tribunal.

Quem chegar são, salvo e transformado ao tribunal de Cristo receberá seu galardão, não sofrerá o dano da segunda morte e contemplará o que podemos chamar de primeiros momentos da vida eterna com Cristo.

Se a promessa da vinda de Jesus para arrebatar a sua igreja deve servir de consolo, muito mais consolo nos oferece a certeza de que passaremos por este Tribunal para recebermos a recompensa que somente pode ser dada naquele dia e que somente poderá ser usufruída naquele lugar.

Não causa tristeza sabermos que alguns serão salvos como que pelo fogo (tão somente, como se isto fosse pouco), pois certamente estes sairão daquele Tribunal regozijantes e satisfeitos por passarem pelo fogo e saírem ilesos. Que alívio.

Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

60) 1 Pedro


Para quem foi escrito este livro?     
Para os cristãos judeus da Diáspora (a dispersão dos judeus fora da Palestina), de todos os lugares (1.1).

Por quem foi escrito (autor)?  
Pedro (irmão de Jesus).

Em qual momento histórico?
Por volta do ano 60-68 d.C., antes do martírio de Pedro (que, segundo a tradição cristã, foi crucificado de cabeça para baixo).

Por que este livro foi escrito? 
Porque os cristãos estavam sofrendo perseguição por causa da sua fé (1.6-7; 3.13-17; 4.12-19), insultos (4.4, 14), falsas acusações de má conduta (2.12; 3.16), espancamentos (2.20), ostracismo social, violência esporádica pela multidão e policiais.

Para quê este livro foi escrito?        
Para encorajar aqueles cristãos perseguidos e confusos a permanecer firmes na sua fé (5.12); e, para ensiná-los o comportamento correto do cristão no meio de sofrimento injusto (4.1, 19).


Obs: Material extraído do DVD "Mega Coletânea Bíblica - 10.000 artigos". Não tem citação da fonte, mas se alguém conhecer, ficarei grato e mencionarei.

Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

Ligação dos países islâmicos. Painel onde Deus criou e escreveu seu livro. Cultura humana inferior a revelação divina. Lutero x Copérnico. Os registros sobre o império grego não foram mencionados.


A ligação religiosa e comercial entre os países islâmicos sempre foi muito forte.

A Geografia Bíblica é o estudo do painel onde Deus criou a vida e escreveu seu livro sagrado.

A cultura humana nunca foi superior à revelação divina, prova disto foram os escritos de Moisés que não possuem resquícios da cultura egípcia, mesmo Moisés tendo sido instruído em toda ciência daquela civilização.

Nossa: Como Lutero teve coragem de dizer isto de Copérnico: “o imbecil queria conturbar toda a ciência astronômica”.

Interessante: A Bíblia traz muitas informações históricas acerca do passado da humanidade, mas não menciona nada sobre a época e atuações do império grego.

Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

Pré-aula_Lição 6: O Tribunal de Cristo e os galardões



Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Lição 6 - proposta


Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

Pb Ailton Silva - algo a mais da parte de Deus (parte 5).

Vídeo - Assembleia de Deus parque Alvorada (Pres. Prudente)

De entregador de queijo e pão aos braços do povo, 
logo na primeira luta.



Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

sábado, 30 de janeiro de 2016

Dinâmica - lição 5 (31/01/2016)


Aproveitando a ideia apresentada pela irmã Sulamita Macedo (http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/) fiz alguns acréscimos na dinâmica:

A VIAGEM
APLICAÇÃO: ARREBATAMENTO

Material: papel e caneta.

Desenvolvimento: Escolha um aluno e entregue o papel e caneta, para ser a sua mala, na viagem que ele fará em poucos minutos. O aluno terá um minuto para escrever no papel tudo o que seria necessário para a viagem. Não deixe passar nenhum segundo do tempo, seja rigoroso.

Depois diminua o tempo para 10 segundos e peça que escreve tudo o que fosse necessário para a viagem.

Depois diminua para um segundo. Por fim diga a ele que terá apenas um piscar de olho para escrever o mesmo (mais ou menos 11 milésimos de segundos ou menos) e deverá aproveitar este pouco tempo para escrever o máximo que puder.


Aplicação e reflexão: No dia do arrebatamento da igreja não teremos tempo para nada, nem para avisar alguém ou muito menos para nos prepararmos após o toque da trombeta. Então o que tiver que ser feito deve ser feito agora. Quando o aluno tinha um minuto dava tempo para escrever algo que o ajudaria na viagem, mas quando teve apenas um piscar de olho, ele não conseguiu escrever nada, da mesma forma será no dia do arrebatamento.

Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

Lição 5 - aplicação da EBD


Lição 5
O arrebatamento da igreja
1º trimestre 2016

O que soa para os crentes como um motivo de muita alegria, pode se transformar em um tormento e desespero para os que não creem ou para os que esperam em Deus somente nesta vida, ou seja, os miseráveis (1 Co 15.19).

Para nós que cremos basta somente aguardarmos este grandioso evento, já que não temos nada a perder, pelo contrário, temos muito a ganhar.

Então porque o medo do arrebatamento da igreja?
  • Medo por deixar as posses, riquezas, melhores empregos, cargos e família para trás? Acho que ficará muita coisa para trás mesmo, ficará a terra para cobrir os corpos inertes sem vida e sem Deus;
  • Medo de perder o patético controle sobre esta nossa carne?
  • Medo de encarar uma nova forma de vida?
  • Medo de conviver com um novo Rei? Aliás, o único e verdadeiro;
  • Medo de Jesus?
  • Medo da rotina gloriosa nas moradas celestiais? Que não nos fatigará.

O arrebatamento é o carro chefe da nossa pregação, alvo de todo crente, que nos motiva a continuarmos cada vez mais firme, constantes, sabendo que o grande dia da glorificação da igreja se aproxima a passos largos. Ora vem Senhor Jesus.

Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

O antes e o depois do arrebatamento

O Antes


O depois

Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

sábado, 23 de janeiro de 2016

Lição 4 - Aplicação da EBD


Lição 4
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará
1º trimestre 2016

Esteja alerta, pois não haverá um segundo toque da trombeta. Não dará tempo para despedidas, tampouco será concedido tempo para arrependimentos. O som da trombeta, a transformação e subida dos vivos e mortos, tudo isto se dará em apenas, ou menos, que um piscar de olhos, por isto é que devemos estar sempre alertas, atentos a todos os sinais, caso contrário, ficaremos como os que não creem na promessa, ou seja, ficaremos na Terra à espera da manifestação do Anticristo.

Qualquer ventinho de doutrina e qualquer manifestação espiritual ou ocorrência material, tipo perdas ou ganhos, são capazes de desviar nossa atenção do foco principal, a nossa salvação.

Por isto que Jesus nos alertou e ordenou que ficássemos atentos aos sinais, já que na outra via, estaria tudo o que pode nos atrapalhar ou emperrar a nossa fé.

“Acautelai-vos que ninguém vos engane”, soa para nós como algo do tipo: “fiquem alertas, atentos, não deixem que ninguém abale a vossa fé, continuem firmes e constantes no Senhor, pois o Maligno, ao derredor, tentará tirar a atenção e se isto acontecer o prejuízo será enorme, portanto, fiquem atentos, o arrebatamento poderá ser a qualquer momento.”

Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

59) Tiago


Para quem foi escrito este livro?     
Para os cristãos judeus da Diáspora (a dispersão dos judeus fora da Palestina), de todos os lugares (1.1).

Por quem foi escrito (autor)?  
Tiago (irmão de Jesus).

Em qual momento histórico?
Por volta do ano 49 d.C., pouco depois do começo da perseguição aos cristãos que se difundiu na Diáspora.

Por que este livro foi escrito? 
Porque eles estavam sofrendo perseguições em todo o império romano.

Para quê este livro foi escrito?        
Para encorajar aqueles cristãos; para exortá-los a um viver santo; e, para mostrar-lhes que há um relacionamento crucial entre fé e obras ativas de obediência (2.14-26).


Obs: Material extraído do DVD "Mega Coletânea Bíblica - 10.000 artigos". Não tem citação da fonte, mas se alguém conhecer, ficarei grato e mencionarei.

Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)