Álvares Machado, SP -

Apresentação da lição em power point

Mais apresentações em:http://www.slideshare.net/ailtonsilva2000/presentations

quarta-feira, 4 de março de 2015

32) Jonas (“pomba”)


Para quem foi escrito este livro?     
Para os israelitas (acerca da salvação de Nínive).

Por quem foi escrito (autor)?
Jonas.
Em qual momento histórico?   
Quando Nínive, a última capital do império assírio, experimentava um extraordinário declínio moral, a ponto de “a sua malícia subir até Deus”.

Por que este livro foi escrito?
Porque o povo da aliança precisava entender que eles não tinham o monopólio sobre amor e a misericórdia de Deus; ao contrário, eles foram escolhidos por Deus para levar esta mensagem ao mundo.

Para quê este livro foi escrito?        
Para ensinar a soberania e a universalidade étnica do amor e da misericórdia de Deus.


Obs: Material extraído do DVD "Mega Coletânea Bíblica - 10.000 artigos". Não tem citação da fonte, mas se alguém conhecer, ficarei grato e mencionarei.

Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

terça-feira, 3 de março de 2015

segunda-feira, 2 de março de 2015

domingo, 1 de março de 2015

Abraão no Moriá. Verdade e mentira. Revelações necessárias. Comida de Deus. Kronos e Kairos, Bom samaritano. Ídolos furtados.


Abraão exultou por ver o meu dia e o viu e alegrou-se (Jo 8.56), ele viu no monte Moriá (Gn 22.10). O quase sacrifício de Isaque era uma figura do Calvário. Paulo explicou bem isto: “[...] anunciou primeiro o evangelho a Abraão” (Gl 3.8)

É possível dizer a verdade de forma errada.

Nas escrituras, temos somente a revelação necessária e não absoluta. Somente o necessário para a nossa salvação foi revelado.

Somente Deus sabe preparar comida boa para profeta continuar sua jornada, que nos diga Elias

Como descobrir a hora do seu milagre: A hora do seu milagre será no momento em que o kairos se cruzar com o kronos.
Kairos – tempo de Deus
Kronos – tempo do homem

Parábola do bom samaritano – para os que gostam da matéria é um prato cheio
Homem atacado pelos ladrões: Adão (humanidade):
  • Jerusalém: os céus;
  • Jericó: o mundo;
  • Os ladrões: o diabo e suas hostes;
  • O sacerdote: a lei;
  • O levita: os profetas;
  • O bom samaritano: Cristo:
  • O animal sobre o qual foi colocado o homem ferido: o corpo de Cristo;
  • A estalagem: a igreja;
  • As duas moedas: o Pai e o Filho (Antigo e Novo Testamento; os dois mandamentos de amor, a Deus e ao próximo; fé e obras; virtude e conhecimento; corpo e sangue de Cristo);
  • A promessa do bom samaritano de voltar: a segunda vinda de Cristo.
Interessante:
Gn 31.34 – Ídolos eram possivelmente pequenos objetos que também serviam como comprovação de posses de terras ou propriedades, quando Raquel furtou os ídolos do pai, ela estava mostrando preocupação com a sua herança, que fatalmente não receberia.

Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

Mensagem 21: Restauração da vida espiritual


1) O GRANDE SEGREDO DE PEDRO – A SUA QUEDA
O inimigo nos ferirá o calcanhar (sofrimento simples) - Nós esmagaremos a sua cabeça (ferimento mortal) – Gn 3.15)

a) Pedro negou Jesus por 3 vezes:
  • Lc 22.57 – primeira vez;
  • Lc 22.58 – segunda vez;
  • Lc 22.60 – 62 – terceira vez. Depois chorou amargamente. Não contou a ninguém. Este seria o seu grande segredo

b) Jo 20.1 – Pedro e João foram correndo ao sepulcro de Jesus. No caminho Pedro se lembrou que havia negado e cheio de remorso deixou que seu companheiro o ultrapassasse para chegar a sua frente. Às vezes os nossos erros nos fazem dar a outros a benção que seriam nossas, ou impede de corrermos ao encontro de Jesus. Pedro não acreditou, de principio, por isso teve que entrar no tumulo para ter a certeza de que o corpo não estava mais lá. João parou na porta, não precisou entrar.

c) Jesus aparece para os discípulos
  • Jo 20.19 – Jesus apareceu pela primeira vez, Pedro imaginou que naquele momento seria revelado aos outros o seu erro, mas Jesus não o revelou;
  • Jo 20.26 – segunda aparição de Jesus, agora talvez ele contaria aos discípulos o que ocorreu com Pedro, mas isto não aconteceu;
  • Jo 21.7 – na terceira aparição de Jesus, Pedro estava pescando nu, despreparado, agora imaginava que pela sua situação Jesus revelaria aos outros sobre o seu grande segredo. Se não houvera falado das outras vezes, muito menos agora, pois Pedro estava precisando de ajuda, estava fraco espiritualmente. Os discípulos estavam com fome e não tinham nada para comer.

d) Jo 21.5 – Jesus sempre aparece na hora certa para nos dar algo para comer, seja espiritual ou material

e) Jesus não revelou o erro de Pedro nas 3 vezes em que apareceu aos seus discípulos. Sequer tocou no assunto, pois há havia perdoado e jogado o seu pecado no mar de esquecimento.

2) RESTAURAÇÃO DA VIDA ESPIRITUAL DE PEDRO
Jesus fala com Pedro em especial, ele imagina que agora vai ser repreendido ou sentenciado. Jesus pergunta 3 vezes a respeito do seu sentimento por Ele:
  • Jo 21.15 – primeira vez – confrontar com Lc 22.57
  • Jo 21.16 – segunda vez – confrontar com Lc 22.58
  • Jo 21.17 – terceira vez – confrontar com Lc 22.60

As 3 respostas suas foram para confirmar o seu amor por Jesus, já que por 3 vezes o havia negado. Neste caso o seu amor era inferior ao de Jesus. Então apascentaria o rebanho de Jesus, mas será que os outros aceitariam? Qual seria a reação deles quando soubessem que ele havia negado o mestre? A obra não é nossa é de Deus.

Os discípulos estavam em oração aguardando a promessa (At 1.8) e Pedro encabeçou a lista (At 1.13). Nascia então um líder, levantado e reconhecido pelos outros (At 1.15-16).

Todos foram cheios do Espírito Santo (At 2.4). As pregações de Pedro foram ousadas e objetivas (At 2.14; 3.11-26; 10.34-46), por isto as primeiras conversões não demoraram a aparecer (At 2.37). Não havia mais o que temer (At 4.7-13). O importante era obedecer a Deus e não aos homens (At 5.29).

Tinha íntima comunhão com o Espírito Santo de Deus. Recebia revelações do que estava acontecendo na igreja (At 5.3).  – Deus revelava a ele o que acontecia na igreja. Foi um visionário (At 10.34), enxergou a salvação aos gentios.

Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

31) Obadias: servo de Jeová


Para quem foi escrito este livro?     
Para os israelitas (com mensagens contra Edom).

Por quem foi escrito (autor)?
Obadias.

Em qual momento histórico?
Indefinido (aparentemente o profeta tem em vista um ataque militar a Jerusalém, do qual os edomitas participaram com prazer – vs. 11-14).

Por que este livro foi escrito? 
Porque Edom prosperou, Judá ficou derrotada, e a ordem moral do mundo parecia ter sido derrubada por forças ilegais.

Para quê este livro foi escrito?        
Para fortalecer a fé enfraquecida do povo da aliança, declarando que não sãos os desejos maus dos homens que determinam a história, mas, sim, os justos propósitos de Deus.


Obs: Material extraído do DVD "Mega Coletânea Bíblica - 10.000 artigos". Não tem citação da fonte, mas se alguém conhecer, ficarei grato e mencionarei.
Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Tragédias humanas, revelações, ciência x religião, "o princípio", Graça, justificação, regeneração e santificação


A Tríplice tragédia humana
·         Queda no Éden (expulsão)
·         Dilúvio (morte)
·         Torre de Babel (divisão, confusão)

Algumas coisas foram reveladas, mas não explicadas a contento. A explicação pode vir mais tarde, ou não vir jamais Dt 29.29

A ciência e a religião são como duas janelas em uma mesma casa, através delas contemplamos as obras do Criador.

No principio criou Deus os céus e a terra
No principio era o Verbo...
O principio nada mais é do que o espaço que já existia antes do processo de criação.

Graça – a fonte da salvação
Sangue de Jesus – base da salvação
Fé – meio para salvação

Justificação – remoção da condenação
Regeneração – restauração do que estava destruído

Santificação – separação, consagração, tornar santo

Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

Mensagem 20: Restauração da vida material


1) Mt 6.19-20 – não ajunteis tesouro – para que serviria?

2) Mt 6.33 – busquemos primeiramente o reino de Deus – qual a recompensa? Não importa o que acontecer sempre teremos algo, da parte de Deus, ao final.
  • Pompéia era uma cidade abaixo do vulcão Vesúvio, mas os habitantes não abandonavam aquelas terras, pois acreditavam que a cada erupção a terra se tornava mais fértil
  • Saraiva – chuva de granizo
  • Saraivada – tempestade granizo – muitos acreditavam que após esta tempestade a terra era fertilizada, um sinal de bonança para a próxima colheita.

3) At 4.32-37 – A fé que Jesus voltaria logo era tamanha que os primeiros cristãos não tinham interesse material. Esta foi a mesma visão que alguns homens tiveram:
  • Abraão e Ló tiveram visões diferentes quando foram colocados frente a frente com a escolha que mudaria a vida de cada um deles. Um escolheu o lado mais vistoso, porém este não era o mais valioso. Os dois tiveram atitudes diferentes diante de algo que pudesse ser mais vantajoso materialmente;
  • Mateus era um cobrador de impostos, provavelmente rico, mas largou tudo e seguiu a Jesus e de nada teve falta durante este período.

4) O inimigo sempre quis cirandar em nossas vidas, devido a sua ira (Lc 22.31; Jó 1.12, 21; 2.9; 3.3-26; 6.9-10; 7.16-21; 13.28; 16.21).

5) Os amigos de Jó não ajudaram:
  • Elifaz – “Deus é ouro refinado” ou “Deus concede”, acusou Jó e disse que entregaria a causa de Deus sem reclamar, aceitaria de boca fechada, pois merecia, caso fosse ele que estivesse naquela situação, mas não era!
  • Bildade – “filho da contenda”, disse que Jó estava pagando pelo seu erro, que estava sendo castigado por Deus;
  • Zofar – “Rude”, moralista, santarrão, acusou Jó de vaidoso, orgulhoso, disse que Deus estava sendo ate tolerante com ele, no seu pensamento Jó merecia um castigo ainda maior;
  • Eliu – “Ele é o meu Deus”, era o mais jovem, esperou que todos falassem para depois dar a sua opinião. Ele concordou com os demais, ou seja, Jó estava pagando pelos seus erros.

6) A situação de Jó começou a mudar:       
  • Jó 19.25, 26 – ele declarou a soberania de Deus, deixando de lado o seu pessimismo bem como a opinião de seus amigos;
  • Jó capítulo 38 ao 41 – Deus finalmente colocou fim as reclamações de Jó e o colocou em seu devido lugar, com algumas perguntas;
  • Jó 42.1-6 – somente lhe restou reparar o seu erro e buscar o perdão de Deus, pois não foi capaz de responder nenhuma daquelas perguntas;
  • Jó 42.7-8 – os amigos de Jó necessitavam de sua oração. Os que antes o condenavam agora pediam socorro a ele;
  • Jó 42.10 – Deus mudou o cativeiro de Jó quando orou pelos seus amigos, não teve rancor ou ressentimento deles;
  • Jó 42.11-12 – recebeu doações em dinheiro e ouro de seus amigos, familiares da mesma forma como os filhos de Israel (Ex 12.36) receberam dos egípcios, que de bom grado deram peças de pratas e ouro a eles, quando saíram do Egito. Ele recebeu em dobro tudo o que havia sido tirado. Jamais Deus nos deixa de mãos vazias quando somos aprovados em uma prova ou quando saímos de uma luta.
Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

Tema e lições do 2º Trimestre 2015


Lição 01: O Evangelho Segundo Lucas

Lição 02: O Nascimento de Jesus

Lição 03: A Infância de Jesus

Lição 04: A Tentação de Jesus

Lição 05: Jesus Escolhe seus Discípulos

Lição 06: Mulheres que Ajudaram Jesus

Lição 07: Poder sobre as Doenças e Morte

Lição 08: O Poder de Jesus sobre a Natureza e os Demônios

Lição 09: As Limitações dos Discípulos

Lição 10: Jesus e o Dinheiro

Lição 11: A Última Ceia

Lição 12: A Morte de Jesus

Lição 13: A Ressureição de Jesus

fonte: http://euvoupraebd.blogspot.com.br/2015/02/revista-do-2-trimestre-2015-cpad.html#.VOjcGvnF_9U

Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Pr Carvalho Junior - Os três segredos de Abraão. (Completo em 480p)



É isto que precisamos comer - Palavra revelada, a que está oculta ao nosso entendimento humano, detalhada ao extremo, exegêse, história, geografia bíblica,comportamento, psicologia. 

Eis a igreja se alegrando com a revelação da Palavra, vale a pena ouvir.

Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

30) Amós (o carregador de fardos)


Para quem foi escrito este livro?     
Em sua maioria, para os judeus do reino do Norte (Israel), mas, também, para o reino do Sul (Judá).

Por quem foi escrito (autor)?  
Amós.

Em qual momento histórico?   
70 anos antes da queda de Israel diante dos assírios e 190 anos antes da queda de Judá diante dos babilônicos, quando o povo de Deus estava se afundando nos pecados de idolatria, violência e injustiça social.

Por que este livro foi escrito? 
Porque Deus enviou advertências ao seu povo em forma de fome, sede, desgraças, gafanhotos, pragas e derrotas militares, mas o povo recusou-se a ver a mão de Deus nesses acontecimentos e o julgamento era inevitável.

Para quê este livro foi escrito?        
Para chamar o povo ao arrependimento e ao relacionamento com Deus nos termos da aliança (“Buscai-me e vivei” – 5.4).

Obs: Material extraído do DVD "Mega Coletânea Bíblica - 10.000 artigos". Não tem citação da fonte, mas se alguém conhecer, ficarei grato e mencionarei.

Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)