Apresentação da lição em power point

terça-feira, 25 de maio de 2010

Bálsamo e mel

AFINAL, O QUE É BALSÁMO?


O bálsamo era o remédio universal, sendo inclusive levado pelos soldados para o campo de batalha, caso fossem feridos, para amenizar as dores.

Aplicavam o bálsamo esperando a cura de um ferimento, ou como alívio diante da morte aguardada.

Nas cerimônias do Tabernáculo eram empregados bálsamos santos,
compostos de mirra, cássia, cinamomo, cálamo e azeite de oliveira (conforme a descrição de Êxodo 30:25). Era uma fórmula dada por Deus a Moisés. Mas os ungüentos comuns, utilizados em toda a região da Palestina eram compostos de uma mistura de azeite com substâncias aromáticas. Eram considerados como os modernos perfumes - mas o bálsamo era algo mais valoroso e medicinal.

Os judeus davam grande importância a ele, a ponto de a Bíblia referir-se a um lugar especializado em sua fabricação: Gileade. O bálsamo de Gileade era assim chamado porque a sua substância era produzida a partir da resina de uma árvore daquela região (Gênesis 37:25, Jeremias 8:22, 46;11). O seu valor era tão grande, tão precioso, que o produto era trocado por duas vezes o seu peso em ouro.

POR QUE O MEL É TÃO IMPORTANTE?


Mel era o alimento universal, a fonte de energia natural para sustentar a força de qualquer um que estivesse incapacitado para caminhar, para viajar, ou para entrar no campo de batalha. Enquanto o bálsamo recuperava o ferido, o mel fortalecia o são.

Como curiosidade, por estar sujeito à fermentação, não se podia usar mel nos sacrifícios queimados ao Senhor em cima do altar (Levítico 2:11). Neste sentido, os homens não podiam ofertá-lo ao Senhor, constituindo-se em uma dádiva exclusiva de Deus para os homens — a ponto de a Terra de Canaã ser descrita como terra onde manava leite e mel (Êxodo 3:8,17).

Bálsamo e mel são palavras de Deus ao coração do homem. São as
consolações do Espírito Santo que o Senhor Jesus, o Bom Pastor, aplica em nós, Suas ovelhas. Eles cicatrizam as nossas feridas e fornecem o alimento espiritual que fortalece a nossa alma. O alívio do bálsamo e a doçura do mel são provisões que só Deus pode conceder-nos.

trecho extraído do livro: Um pouco de bálsamo, um pouco de mel de L. Aguiar Valvassoura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário