Apresentação da lição em power point

sábado, 19 de dezembro de 2015

Condenação e justificação. Aspectos objetivo e subjetivo da justificação. Reino da Graça e da Glória. Justificação operada pela Trindade. Justificação e transformação. Principio fundamental da herança.


A condenação pelo erro de Adão (o cabeça da raça humana) passou a todos nós. Esta condenação sobreveio a nós, não pelo que fizemos, mas sim por causa do que Adão, ou seja, todos foram destituídos da graça de Deus por um ato que veio de fora, da mesma maneira, a justificação se deu por Jesus, justificando todos os homens pela Sua obediência.

Aspecto objetivo da justificação:
  • Cruz

Aspecto subjetivo da justificação:
  • A aceitação do sacrifício vicário de Jesus.

Reino da Graça – a grande verdade da justificação pela fé:
  • Na primeira vinda de Jesus foi estabelecido o reino da graça (fomos transportados para o reino da graça – Cl 1.12);

Reino da Glória – A grande verdade da vida eterna de fato:
  • Na segunda vinda, na segunda fase, será estabelecido o reino da Glória.

A Justificação – uma operação da Trindade:
  • Deus manifestou a Graça;
  • O Filho executou a salvação;
  • O Espírito Santo opera a regeneração.

Justificação – um grande ato:
  • Produto do que Jesus já fez POR nós

Transformação – um árduo processo:
  • Resultado do que Jesus faz EM nós.

Princípio fundamental da herança:

Adão gerou Sete, segundo sua semelhança e imagem. Um homem na condição de escravo gerou um filho escravo.

Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário