Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

sábado, 19 de dezembro de 2015

Quem deve escolher a esposa para o filho? E como escolher.



1) QUEM DEVE ESCOLHER A ESPOSA?
a) O PAI? Uma escolha espiritual
Abraão (Gn 24.1-4) resolveu escolher uma esposa para seu filho Isaque. Sua escolha teria propósitos, certeza e confirmações rápidas. Eliezer era o servo que teria acesso a fortuna de Abraão caso ele não tivesse filhos (Gn 15.2).

b) O próprio jovem? Uma escolha pessoal
Uma escolha com raiva para contrariar os pais (Gn 28.6-9), para provocá-los. Esaú escolheu uma esposa para si mesmo.

c) A mãe? Escolha por conveniência ou política?
Agar escolheu uma esposa para Ismael (Gn 21.21) após terem sido expulsos por Abraão (Gn 21.14-21). Sua mãe lhe tomou por esposa uma filha do Egito.

2) COMO ESCOLHER?
a) Pela beleza exterior? Escolha superficial
Por este critério as midianitas, moabitas, asdoditas, as filhas dos cananeus e de outras nações seriam privilegiadas, pois elas fascinavam facilmente os hebreus (Nm 25.6; Ed 10.1-2; Ne 13.23);

b) Pelo caráter? Da família ou da pretendente?
Abraão deixou sua parentela idólatra (Gn 12.1; Js 24.2), mas anos depois ordenou que seu servo buscasse uma esposa para seu filho Isaque daquele mesmo povo. Então sua escolha não levou em consideração a falha do caráter, tanto da família quanto da pretendente. Ele confiou na escolha do servo que ora entregou a Deus a incumbência de lhe mostrar a escolhida.

c) Pelo passado?
Mesmo neste ambiente idolatra uma moça de sua parentela seria muito melhor que as filhas dos cananeus, por isto Abraão não considerou o passado de sua família. Se não agisse desta forma ele poderia cometer injustiça, pois o meio e muito menos o passado de família interferem na formação do caráter de um jovem.

d) Pelo futuro? (formação, profissão e perspectivas)
Rebeca quando conheceu Isaque será que pensou desta forma? Pensou nas possibilidades em terra estranha? Levou em consideração o presente do pai para imaginar o futuro do filho?

3) PROCEDIMENTOS APÓS A ESCOLHA:
a) Homem: recebê-la bem
Isaque voltava de seu devocional quando se encontrou com Rebeca. Foram 3 pares de olhos envolvidos naquela escolha, os olhos do servo, de Rebeca e de Isaque, os três olharam, gostaram e aprovaram a escolha. Ele a aceitou como esposa e não questionou, tal como Adão quando aceitou Eva.

b) Mulher – descer do camelo, do salto, fim do feminismo
Era costume na época a mulher descer do camelo (para representar a descida do salto, o fim do feminismo), cobrir o rosto para não mostrar as impurezas do rosto ou para não ser tocado antes e por fim ela fechava os olhos. Desta forma ela se mantinha pura e não mostrava seus defeitos e não via os obstáculos.

4) Conseqüências ou bênçãos da escolha
  • A escolha do PAI – gerou Israel
  • A escolha da mãe – gerou inimigos
  • A escolha do jovem – gerou inimigos
Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário