Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Resumo da aula - EBO (Pr. Hernandes Dias Lopes)


O Maligno está antenado e espera a brecha para atacar. Ele rodeia a Terra e não para de fazer isto.

Pessoa integra: o que somos dentro do nosso quarto às portas fechadas.
Pessoa reta: o que somos em público.

Jó tinha uma grande muralha de provisões para servir a Deus e o Maligno usou este argumento para provar sua tese, que segundo ele, Deus era adorado somente pelo que dava e não pelo que era.

Tese do Maligno:
a) Jó ama mais o DINHEIRO do que a Deus;
b) Jó ama mais a FAMÍLIA do que a Deus;
c) Jó ama mais a SI MESMO do que a Deus.

Deus atestou a integridade e fidelidade de Jó, este por sua vez recebeu a responsabilidade de defender o caráter de Deus, jogando por terra a tese do Maligno.

“O que granjeamos entre o berço e a sepultura não pode ser a razão de ser de nossa vida”.

Deus ficou em silêncio diante de todas as perguntas feitas por Jó e quando falou não respondeu nenhuma daquelas perguntas.

Jó fez 34 perguntas a Deus e nenhuma delas foram respondidas. Deus rompeu o silêncio com 70 perguntas que não tinham respostas.

“O silêncio de Deus grita mais alto em nossos ouvidos”.

Áreas da vida de Jó que foram atingidas:
a) financeira;
b) saúde;
c) casamento (mulher revoltada);
d) filhos;
e) amigos (os que deveriam ser bálsamo se transformaram em vinagre).

O tempo não perdoa, ele esculpe em nossos rostos muitas rugas indesejáveis.

Quando estamos no fundo do poço só temos uma opção, devemos olhar para o alto.

Cinco verdades que mudaram a vida de Jó:
a) Jó reconheceu a onipotência de Deus (sei que tudo podes);
b) Reconheceu a soberania dos propósitos de Deus (os planos de Deus não podem ser frustrados);
c) “falei do que eu não entendia”;
d) Ele conhecia Deus somente de ouvir e então ele viu;
e) Reconheceu o seu limitado conhecimento de Deus. Os que andam bem perto de Deus confessam suas limitações.

“As vezes ficamos perto de pessoas que estão tão longe de Deus”.

Quando estamos mais perto de Deus, Ele parece grande, mas quando estamos longe Ele parece pequeno. Um filho perguntou ao pai qual era o tamanho de Deus. O pai sem resposta avistou um avião e perguntou ao filho se era grande ou pequeno. O filho disse que era pequeno. Foram a um aeroporto e avistando um avião no solo, perguntou novamente se era grande ou pequeno. O filho respondeu que era grande, enorme. Então ele finalizou: “quando estamos longe de Deus, Ele parece pequeno, mas quando estamos perto, Ele é grande”.

O Universo tem 93 bilhões de anos luz de diâmetro. Deus é maior que isto.

Com qual velocidade Jesus voltou ao céu? Se voltou à velocidade da luz, Ele não estaria nem na metade do caminho.

Existem mais estrelas no céu do que grão de areia em todas as praias e desertos da Terra. E Deus conhece todas elas pelo nome.

Uma gema de ovo é mais complexa que a mais avançada máquina humana.

Na presença de Deus não podemos estufar o peito, devemos ser humildes.

O que Jó sentiu quando ouviu as acusações dos seus amigos? Devemos sair do campo de defesa para entrarmos no campo da intercessão.

Deus restaurou a saúde de Jó e não deixou sequelas.

Deus restaurou a vida financeira de Jó (em dobro).

Deus restaurou as amizades de Jó, pois os seus amigos voltaram e mudaram a opinião acerca do amigo que acusaram.

“Cuide de sua piedade, que Deus cuidará de sua reputação”.

Deus restaurou o casamento de Jó. A esposa desejou sua morte, queria que ele morresse (amaldiçoa Deus e morra). A fila não andou para Jó, pois Deus não faz a obra pela metade.

Deus restaurou os filhos de Jó. Ele tinha dez filhos e teve outros dez. Ele não teve vinte (dobro), pois não havia perdido os dez filhos que morreram. Ele sabia onde eles estavam, por isto ficou caracterizado o dobro de filhos (dez antes do ocorrido e dez depois ao final da prova). O mesmo já não podemos dizer do rebanho, pois os animais foram todos perdidos no início da prova, animais não tem nome e não deixam dores.

O Maligno queria colocar Jó bem longe de Deus, mas acabou por vê-lo cada vez mais perto.

Por: Ailton da Silva - 6 anos (Ide por todo mundo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário