Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

terça-feira, 8 de junho de 2010

O MINISTÉRIO DE ENSINO DE JESUS

JESUS, MESTRE POR EXCELÊNCIA, NUNCA NINGUÉM HAVIA FALADO COMO ELE. DESPIU-SE DE SUA GLORIA TERRENA, MAS NUNCA DO CONHECIMENTO DE SI PRÓPRIO. CERCA DE 60 VEZES FOI CHAMADO DE MESTRE.

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE JESUS E SÓCRATES:

* SÓCRATES INSTIGAVA O POVO A PENSAR POR MEIO DE SUAS PERGUNTAS, FINGIA-SE DE TOLO, SE CONSIDERAVA COMO UMA PARTEIRA GERANDO O CONHECIMENTO;

* JESUS ENSINAVA COM HUMILDADE, MANSIDÃO, PREGAVA CONTRA A FORMA DE ORGANIZAÇÃO SOCIAL, POLÍTICA, ECONÔMICA DE ISRAEL POR INTERMÉDIO DE SUAS PARÁBOLAS;

* OS DOIS REUNIAM O POVO PUBLICAMENTE EM PRAÇAS PARA ENSINAR;

* OS DOIS NÃO DEIXARAM NADA ESCRITO, TUDO O QUE SABE SOBRE ELES FOI ESCRITO POR SEUS SEGUIDORES E DISCÍPULOS.

O MINISTÉRIO DE ENSINO DE JESUS ERA BASEADO NA PREGAÇÃO PÚBLICA E NOS ENSINOS NAS SINAGOGAS (LOCAL DE REUNIÃO PARA APRENDER). ENSINAVA ATRAVÉS DA EXPOSIÇÃO DE SUAS PARÁBOLAS QUE TINHAM COMO OBJETIVO:

•ENSINO;
•OBEDIÊNCIA;
•ORAÇÃO;
•AMOR AO PRÓXIMO;
•HUMILDADE;
•RIQUEZA;
•AMOR DE Deus;
•GRATIDÃO
•JUÍZO FUTURO;
•VOLTA DE CRISTO;
•VALORES IMUTÁVEIS DE Deus.

ENSINAR É FAZER ALGO CONHECIDO A OUTRO, MAS PARA ENSINAR É PRECISO PRIMEIRAMENTE APRENDER. JESUS FOI AO ENCONTRO DOS DOUTORES PARA RECONHECER E RESPEITAR A FUNÇÃO DE ENSINADOR DE CADA UM DELES. “QUEM ENSINA DEVE SABER OUVIR”

ERA COSTUME DA ÉPOCA QUE OS PROFESSORES ENSINASSEM SENTADOS ENQUANTO QUE OS ALUNOS PERMANECIAM EM PÉ. SOMENTE OS MELHORES SE ASSENTAVAM JUNTO AOS PROFESSORES (JESUS FOI UM DESTES LC 2”46), POIS FOI UM BOM ALUNO E ERA NECESSÁRIO QUE O VISSEM COM OS ENSINADORES OFICIAIS PARA QUE ATESTASSEM A SUA NATUREZA HUMANA, DESTA FORMA NÃO FALARIAM QUE SE TRATAVA DE UM SER ANORMAL QUE RECEBIA SABEDORIA ESTRANHA.

EM MATEUS 13 O POVO SE AJUNTOU PARA OUVIR OS ENSINAMENTOS DE JESUS ENQUANTO QUE ELE PERMANECEU SENTADO NO BARCO, CERTAMENTE, NESTA MULTIDÃO NÃO HAVIA BONS ALUNOS PARA SE ASSENTAREM JUNTO A ELE.

OS DISCÍPULOS (ALUNOS) PRIMEIRAMENTE APRENDERAM POR CERCA DE 3 ANOS PARA DEPOIS, JÁ APTOS, EXERCEREM A FUNÇÃO DE ENSINADORES (APÓSTOLOS). O PRÓPRIO PAULO APÓS SUA CONVERSÃO FICOU ALGUNS DIAS NA COMPANHIA DOS APÓSTOLOS (ATOS 9”19) APRENDENDO, TIRANDO AS DUVIDAS, POIS O CRESCIMENTO ESPIRITUAL NÃO SE DÁ NA CONVERSÃO, MAS SIM COM O ENSINAMENTOS QUE SE SEGUIAM AO LONGO DOS DIAS.

ISTO NOS LEVA A CRER QUE O COMPROMISSO DE JESUS DURANTE O SEU MINISTÉRIO, EM RELAÇÃO AOS SEUS ENSINAMENTOS, ERA COM OS DISCÍPULOS E NÃO COM A MULTIDÃO, POIS PARA ESTA CABIA OS MILAGRES, SINAIS E MARAVILHAS ENQUANTO QUE PARA AQUELES ESTAVA RESERVADO AS EXPLICAÇÕES DAS PARÁBOLAS QUE ENRIQUECERIAM OS SEUS CONHECIMENTOS E OS PREPARARIAM PARA A GRANDE OBRA, POIS SEMPRE NO MOMENTO DAS EXPLICAÇÕES DE SUAS PARÁBOLAS JESUS DESPEDIA A MULTIDÃO E FICAVA RESERVADO COM OS SEUS DISCÍPULOS.

SOMENTE TEM AUTORIDADE PARA ENSINAR E PREGAR QUEM TEM A UNÇÃO DO ESPÍRITO SANTO, POIS É INDISPENSÁVEL ESTA AÇÃO PARA LEMBRA-LOS DE TODOS OS ENSINAMENTOS RECEBIDOS.

O POVO SE MARAVILHAVA NÃO PELO FATO DE JESUS ABRIR E ENCONTRAR FACILMENTE AS PASSAGENS NAS ESCRITURAS, MAS SIM PELAS PALAVRAS DE GRAÇA QUE SAIAM DE SUA BOCA (LC 4”22).

ANTES DE SEREM CHEIOS DO ESPÍRITO OS DISCÍPULOS NÃO ENSINARAM NINGUÉM, NÃO TINHAM CORAGEM, SABEDORIA E NÃO LEMBRAVAM DE NADA, NEM MESMO QUE JESUS HAVIA PROMETIDO RESSUSCITAR NO TERCEIRO DIA.

OS APÓSTOLOS NÃO SE CANSAVAM DE ENSINAR DE CASA EM CASA E NO TEMPLO (MISSÃO EDUCADORA DA IGREJA). ESTE ENSINO ERA TOTALMENTE CONTRÁRIO AOS DOS FARISEUS QUE EM TOTAL FALTA DE SINTONIA (SEPULCROS LIMPOS POR FORA) ENSINAVAM O QUE NÃO VIVIAM.


A PRÁTICA PEDAGOGIA DE JESUS:
A INTENÇÃO DE JESUS NOS SEUS ENSINOS ERA REVELAR-SE AO HOMEM, FAZER-SE COMPREENDER, MAS PORQUE USAVA PARÁBOLAS QUE NEM TODOS ENTENDIAM?

PARÁBOLAS (SOMENTE ENCONTRADAS NOS EVANGELHOS SINÓTICOS E NÃO NO EVANGELHO DE JOÃO), ERA UM RECURSO DIDÁTICO (DIDÁTICA É A ARTE DE ENSINAR) QUE OS PROFETAS DO PASSADO USARAM MUITO PARA QUE O POVO COMPREENDESSE.

JESUS SEMPRE EXPLICAVA AS PARÁBOLAS PARA OS DISCÍPULOS (ERAM ELES QUE ESTAVAM SENDO ENSINADOS E PREPARADOS PARA A OBRA E NÃO A MULTIDÃO). MT 13”10-36,

PARA A GRANDE MULTIDÃO, AS PARÁBOLAS SERVIAM DE ISCAS, POIS QUEM DESEJASSE SABER MAIS TERIA QUE CONTINUAR AO LADO DE JESUS E TERIA QUE SE INTEIRAR PARA ENTENDE-LAS, ATRAVÉS DE SUAS EXPLICAÇÕES. NA VERDADE A MAIORIA DA MULTIDÃO QUERIA SOMENTE A CURA, O MILAGRE, NÃO VIA A HORA DE ACABAR O SERMÃO.

EXTRAÍDO DO PLANO DE AULA UTILIZADO NAS LIÇOES DO 1º TRIMESTRE DE 2007 - MISSÃO EDUCADORA DA IGREJA - AUTOR: AILTON SILVA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário