Apresentação da lição em power point

sexta-feira, 11 de março de 2011

Pérolas do Pastor Jesiel Padilha

Estudo retirado do blog do Pastor Jeziel Padilha - Assembléia de Deus - Santos
Ventos de doutrina:
1) sectarismo e radicalismo – condenava a televisão, cuspe, coca-cola, passear com a família e amigos (eu mesmo fiz isto), tênis, jeans, sapato social sem meia (presenciei isto);

2) apologia a ignorância – condenava o estudo teológico e outros estudos seculares;

3) arrebatamentos (nas décadas de 70 e 80) – eram vistos: velhinho de barba branca e roupas cumpridas, Jesus, Deus, Espírito Santo, parentes, pastores, inferno, saias rachadas, cabelo, presília, arco de cabelo, televisão, paletó rachado e tinta de cabelo;

4) revelações nas décadas de 80 e 90;

5) terrorismo escatológico – rotulava tudo como material do anti-cristo, sinais em personagens mundiais, astros, políticos e nas embalagens dos alimentos (era a onda do 666, fiz muito isto);

6) onda dos dentes de ouro (passaram por aqui em uma tenda);

7) cair na unção;

8) regressão;

9) quebra de maldição;

10) adoração a anjos;

11) teologia da prosperidade.

12) Introdução do curanderismo em detrimento a pregação do evangelho;

13) Introdução de liturgias do candomblé em cultos pentecostais, como: engolir e vomitar cobra, fumar dentro do templo para nunca mais fumar. Colar os pés no chão, as mãos. Dança em círculo no ritmo do candomblé, roda pião, aviãozinho, imitar animais, engatinhar no púlpito imitando gato, leão, cordeiro. Retorcer o corpo como se estivesse fugindo de bala, karatê, metralhadora e gargalhada e muitas outros trejeitos do neopentecostalismo.

14) Endeusamento de líderes religiosos, verdadeiros ícones;


Pedro era muito ruim de pontaria, no caso de Malco não era para cortar a orelha, mas sim a cabeça do soldado.


Conta que um irmão contendeiro abriu a Bíblia e leu em: II Sam 18”33 – Davi chorava pelo seu filho. “Absalão, meu filho. Absalão, meu filho” mas ele entendeu assim: “Abre salão, meu filho. Abre salão meu filho”.


Igreja foi:
a) Planejada por Deus;
b) Executada e aberta por Jesus no Calvário;
c) E inaugurada pelo Espírito Santo no dia de Pentecostes.


“Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho Unigentio, não emprestou, não financiou ou mesmo deu em consignação”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário