Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

lição 8 - comentários durante a aula

1. a primeira manifestação social foi de Jesus foi na comemoração da páscoa, seus pais o levaram. Quando adulto eles enviou os seus discipulos para preparem um lugar para também comemorarem, Ele fez questão que o lugar fosse especial, pois a festa e os convidados também seriam;

2. Jesus andava em meio a multidão, mas nunca se deixou influenciar por ela. Foi apertado várias vezes, mas foi quando foi tocado Ele sentiu. Que diferença: “Eu estava no meio deles e quando percebi já estava me portando como eles, bebendo, fumando, etc.” Quando sentirmos o toque da multidão fiquemos espertos;.

3. João Batista foi duro com a sociedade (raça de víboras, raposas), qualquer um, fosse quem fosse, sacerdotes, autoridades ou um simples homem. Ele falava e ficava parado esperando a reação deles, não tinha medo não;

4. João Batista testificou de Jesus, testemunhou e a base de sua pregação era o juízo vindouro (o machado nas árvores), mas quando ele viu Jesus se assustou, porque viu mensagens amorosas, reconciliação, totalmente diferente de sua mensagem;

5. Jesus não foi tão duro assim, Ele foi mais amoroso (passava a mão na cabeça dos pecadores, das prostitutas, dos publicanos) porque sabia que eles precisavam de ajuda. A sociedade judaica era vítima. Sua preocupação primeira era combater o farisaísmo, o legalismo, formalismo e outros ensinamentos errados que estavam presentes na sociedade;

6. porque Jesus não respondeu prontamente a pergunta de João Batista? Sim eu sou e ponto final, sosseguem aquele homem com esta minha afirmação;

7. uma pessoa, na igreja, consegue alterar a forma de vida da outra (Jesus). Ele transforma um e este um (enquanto igreja) transforma a sociedade;

8. Jesus se envolveu com a sociedade judaica, conheceu suas limitações, fraquezas, mas nunca se deixou contaminar;

9. os que evangelizam em qualquer lugar não devem temer, pois estão guardados. Ex: evangelizamos em um local onde sabemos que existem usuários de drogas ou tráfico? Imaginamos, pregando neste lugar, e a policia chegando para uma operação? Até explicarmos que somos do reino do Deus!

10. Jesus conversando com uma mulher? Com uma prostituta? Com um leproso? Com pecadores (ah, mas vai comer com quem, só tem pecadores nesta nação, então Ele jantaria sozinho?);

11. mesmo que as festas tradicionais judaicas estivesses desviadas de sua finalidade, Jesus ainda assim respeitou-as;

12. todas as praticas devocionais de Israel envolviam a sociedade e a denegriam, ex: eu oro para me vangloriar em detrimento a outros, eu esmolo para ajudar aqueles miseráveis, eu oferto no templo para sustentar os sacerdotes, eu uso o jejum como instrumento aferidor de minha espiritualidade;

13. porque Jesus na sua oração não livrou a igreja da sociedade? Seria mais fácil a nossa tarefa? Ex: Moisés estava no barquinho (na sua arca, quem é que disse que Moisés não esteve em uma arca?), sozinho no rio (não vos deixarei órfãos), mas a água não entrou no barquinho, pois ele estava betumado;

14. o mundo dá mais valor a ação social do que a intercessão social (acompanhada de ação). A igreja ora para o bem da sociedade, para o nosso próprio bem. Sempre estamos ouvindo esta pergunta: “O que vocês estão fazendo para mudar a sociedade?” A nossa resposta é direta e simples: “Estamos orando”. O mundo considera isto muito pouco, perto do que eles fazem. Intercessão não tem valor diante das ações mundanas;

15. um testemunho do pastor Jotinha: um dia Deus tocou um seu coração para que saísse de branco pelas ruas, ele estranhou, mas foi. Ao passar em uma mansão algumas mulheres saíram ao encontro deles dizendo: ainda bem que o senhor chegou, doutor. Doutor? Pensou ele, sai de branco parecendo um pai de santo e agora me chamam de doutor? Aquele povo havia chamado um medico para socorrer uma criança que se afogara, ele orou e a menina foi restituída. O pai dela era um opositor, deu um cheque ao pastor que rasgou na sua frente. No culto aquele homem apareceu na igreja com um deferimento para fechar a ocngregação e rasgou na frente dele, dizendo que iria colaborar naquela obra;

16. por quantas pessoas nós já oramos e elas estão hoje servindo a Deus, mas que antes eram ferrenhos opositores?

17. oração é mais eficaz que a ação social (isolada). Tipo: eu ajudei aquela pessoa necessitada (eu roubei de um para dar a ele);

18. como José conseguiu chegar a esta posição tão importante? Você conhecia alguém, que conhecia alguém, que conhecia Faraó?

19. se conselho fosse bom seria vendido. Mas os divinos não, eles não são vendidos. As pessoas que precisam ou buscam um conselho, da parte da igreja, é porque estão muito necessitados;

20. judas procurou conselhos dos que havia incentivado a traição. Ele ouviu como resposta: Se vira, agora é contigo, tome uma decisão, você tem duas opções, ou se mate ou procure Jesus. E se ele tivesse buscado em Jesus?

21. qual a diferença da traição e da negação? Pedro disse bem enfático, praguejou, jurou: não conheço este homem, nunca vi, este filho de carpinteiro, este nazareno, este nascido em Belém, este pele morena, este que nem beleza tem para desejarmos, esbravejou, Judas entregou e pronto

22. se o galo tivesse cantado antes de Pedro negar ele certamente não teria negado, pois o galo cantou depois que ele negou “Antes que o galo cante, três vezes negarás”;

23. para promover a divisão é tão difícil e dolorido, é preciso remexer no passado, encontrar inimigos, criar situações, mentalizar acontecimentos, fomentar o mal. É tão fácil viver em comunhão;

24. a pirâmide está invertida no mundo, na igreja não, ou o povo está por cima e os pastores (ensinadores, obreiros) estão na parte de baixo? No nosso caso a banana não poder comer o macaco;

25. dentro da igreja ainda é possível vermos a presença dos valores cristãos básicos;

26. a igreja transforma a sociedade através de suas atitudes (oração, conselhos e valores) e também de suas ações (evangelizações, socorro ao próximo);

27. a ação social (socorro ao próximo) não mede espiritualidade. A pessoa para ser ajudada não precisa estar em todos os cultos, em todos os trabalhos;

28. mesmo que a igreja tivesse em mente ajudar somente os domésticos da fé, certamente os que tem sede evangelistica não perderiam a oportunidade para pregarem a Palavra. Nestes casos nos ouvimos o seguinte: “vocês estão preocupados com a nossa situação”. Isto é gratificante, pois é uma porta para evangelização;

29. ;a igreja primitiva socorria aos necessitados (todos ou somente os crentes primitivos necessitados, que também eram muitos);

30. um alto padrão de vida: eu sou representante, mas de vez em quando tomo uma, dou uma tragadinha, vou na encruzilhada, pratico a mariolatria. Isto é o que chamamos de titubear entre dois pensamentos.

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário