Apresentação da lição em power point

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

mensagem 71: Borda de rio - lugar de crente

71
OS 2 ERROS DE FARAÓ - 5 LIVRAMENTOS NA VIDA DE MOISÉS
A BORDA DOS RIOS - O BARQUINHO DE MOISÉS
A ARCA DE MOISÉS - Deus USA NO MOMENTO CERTO

INTRODUÇÃO:
OS FILHOS DE ISRAEL SE ESTABELECERAM NO EGITO, CERCA DE SESSENTA E SEIS PESSOAS FIZERAM PARTE DA COMITIVA DE Jacó. ELES SE INSTALARAM NA MELHOR PARTE E SE MULTIPLICARAM A PONTO DE ASSUSTAREM OS EGÍPCIOS, QUE NÃO OS VIAM MAIS COMO AMIGOS, MAS SIM COMO POTENCIAIS ALIADOS DE SEUS INIMIGOS. A SOLUÇÃO FOI TIRAR-LHES AS FORÇAS, ESCRAVIZANDO-OS. ELES NÃO ERAM VISTOS APENAS COMO NUMEROSOS, (EX 1”9) MAS SIM COMO MAIS PODEROSOS (CUMPRIMENTO DE GN 46”3).

1) OS DOIS ERROS AMADORES DE FARAÓ
A) PRIMEIRO ERRO:
A ORDEM DE FARAÓ ERA PARA QUE TODOS OS FILHOS DO SEXO MASCULINO DOS HEBREUS FOSSEM MORTOS, POIS TEMIAM QUE AUMENTASSEM AINDA MAIS O NÚMERO DE VARÕES HEBREUS, QUE PODERIAM SE ALIAR AOS SEUS INIMIGOS.

DEVIDO AO TEMOR DAS PARTEIRAS DAS HEBRÉIAS MUITOS FORAM SALVOS, POIS NÃO CUMPRIRAM AS ORDENS DE FARAÓ E FORAM RECOMPENSADAS POR Deus.

AS ORDENS DE FARAÓ FORAM DIRECIONADAS PARA AS PESSOAS ERRADAS, POIS AS PARTEIRAS TINHAM POR FINALIDADE A PRESERVAÇÃO DA VIDA, JAMAIS AGIRIAM DE FORMA CONTRÁRIA. ELAS CUIDAVAM DOS BEBÊS ATÉ QUE AS MÃES SE RECUPERASSEM DO PARTO. ESTE ORDEM DEVERIA TER SIDO DADA AOS SEUS SOLDADOS QUE CUMPRIRIAM SEM NENHUM PROBLEMA.

MAL SABIA ELE QUE ANTES DELE ORDENAR A MORTE DAS CRIANÇAS, AS PARTEIRAS JÁ HAVIAM RECEBIDO A ORDEM DE PRESERVA-LAS. QUANDO SOUBE DISTO PERGUNTOU QUEM HAVIA DADO TAL ORDEM. SUA INTENÇÃO ERA PRENDER, PARA MOSTRAR AS PARTEIRAS QUEM É QUE MANDAVA NO EGITO. NINGUÉM SERIA MAIOR OU MAIS FORTE DO QUE ELE NAQUELA NAÇÃO. QUEM ORDENOU AS PARTEIRAS QUE PRESERVASSEM AS VIDAS DAS CRIANÇAS FOI O “EU SOU”


B) SEGUNDO ERRO:
PARA CONSERTAR O SEU PRIMEIRO ERRO, ELE ENTÃO ORDENOU QUE LANÇASSEM NO RIO TODOS OS QUE NASCESSEM DO SEXO MASCULINO.

AGORA IMAGINAVA QUE HAVIA ORDENADO CORRETAMENTE, MAS SE ENGANARA, POIS CONTRIBUIU JUSTAMENTE PARA UM GRANDE MILAGRE DA PARTE DE DEUS, UM LIVRAMENTO, UM SOCORRO E UMA GRANDE BENÇÃO PARA A MÃE DE MOISÉS.


2) OS CINCO LIVRAMENTOS DE MOISÉS
A) PRIMEIRO LIVRAMENTO
MOISÉS, HEBREU, NASCIDO E CRIADO NO EGITO, FILHO DE ANRÃO E JOQUEBEDE, DESCENDENTES DE LEVI, TEVE ARÃO E MIRIÃ COMO IRMÃOS.

A CRUELDADE EGÍPCIA, QUE INTENCIONAVA REDUZIR O NÚMERO DE POTENCIAIS VARÕES HEBREUS, DETERMINAVA QUE TODO RECÉM NASCIDO DO SEXO MASCULINO FOSSE MORTO, MAS COMO AS PARTEIRAS TEMERAM A DEUS, NÃO CUMPRIRAM À RISCA ESTAS DETERMINAÇÕES. A ORDEM ENTÃO FOI OUTRA, JOGUEM TODOS NO RIO.

MOISÉS ESCAPOU DA MORTE NO SEU NASCIMENTO, POIS FORA ESCONDIDO DURANTE TRÊS MESES POR SUA MÃE, ATÉ O DIA QUE NÃO PODE MAIS GUARDAR ESTE SEGREDO.
MOISÉS PERMANECEU DURANTE ESTES TRÊS MESES SEM PODER DE REAÇÃO, UM BEBÊ, DEPENDENDO DA MÃE PARA COMER, BEBER, DORMIR E SER TRANQÜILIZADO. ISTO TAMBÉM ACONTECEU COM OUTRO VULTO BIBLICO QUE PERMANECEU DURANTE TRÊS DIAS, EM JEJUM E ORAÇÃO, DEPENDENDO DOS IRMÃOS PARA TUDO, COMO UM BEBÊ. QUANDO TEVE A SUA VISÃO RESTABELECIDA COMPREENDEU QUE ESTAVA PRONTO PARA A A OBRA, DA MESMA FORMA COMO ACONTECEU COM MOISÉS, QUE ESTAVA SENDO GUIADO, NÃO DIRETAMENTE PARA AS GARRAS DO INIMIGO, MAS SIM PARA RECEBER A MELHOR EDUCAÇÃO E PARA CONHECER O SEU PONTO FRACO.


B) SEGUNDO LIVRAMENTO – BORDA DOS RIOS “ENTREGA PARA Deus”
SUA MÃE SABIA QUE PRECISAVA AGIR, DENTRO DE SEUS LIMITES, ENTÃO CONSTRUIU UM PEQUENO CESTO DE JUNCO BETUMADO (BARCO, ARCA) E LANÇOU O MENINO NO RIO. NA VERDADE ELA ESTAVA CUMPRINDO AS ORDENS DE FARAÓ, APENAS OBSERVANDO UM DETALHE, AO JOGÁ-LO NO RIO TINHA ESPERANÇA DE ESTAR SALVANDO SUA VIDA, ENQUANTO QUE OS EGPCIOS DESEJAVAM A MORTE COM ESTE ATO.

ELA CONHECIA A MATÉRIA PRIMA QUE ESTAVA UTILIZANDO NA CONFECÇÃO DAQUELE QUE SERIA O BARQUINHO OU A ARCA DE MOISÉS. CONFIOU NA SUA HABILIDADE E PAROU NA BORDA DO RIO, POIS DALI PARA FRENTE NÃO PODERIA PROSSEGUIR, HAJA VISTA A SUA LIMITAÇÃO. NA VERDADE ELA ENTREGOU O MENINO PARA QUE DEUS CUIDASSE RIO ABAIXO. SE FOSSE UMA EXIMIA NADADORA PODERIA ATRAVESSAR A NADO, FUGINDO PARA OUTRA LOCALIDADE, MAS ESTE NÃO ERA PLANO DE DEUS.

ALI MESMO, NA BORDA DO RIO, ELA SENTIU QUE O LIVRAMENTO NÃO DEPENDERIA MAIS DELA. ESTE LUGAR É A DIVISA, A FRONTEIRA ENTRE AS FORÇAS, RECURSOS HUMANOS, AQUI ELES TERMINAM E ENTRA EM CENA A FÉ. DALI PARA FRENTE SERIA COM DEUS, QUE FARIA ALÉM DO IMAGINADO E ESPERADO. NÃO IRIA SOMENTE PRESERVÁ-LO, MAS SIM IRIA PREPARÁ-LO PARA UMA GRANDE OBRA, E OS EGPCIOS CONTRIBUIRIAM MUITO PARA ISTO. DENTRO DA ARCA NÃO ESTAVA NA POSIÇÃO DE DERROTADO COMO O INIMIGO IMAGINAVA.

Deus USA NO MOMENTO CERTO:
ESTA FOI A PRIMEIRA EXPERIÊNCIA DE MOISÉS COM AS ÁGUAS, DEVIDO A SUA TENRA IDADE NÃO TERIA CONDIÇÕES DE ORDENAR QUE AQUELE RIO SE DIVIDISSE EM DUAS COLUNA PARA ATRAVESSÁ-LO JUNTAMENTE COM SUA MÃE, AINDA NÃO ERA O MOMENTO QUE Deus O USARIA PARA DEMONSTRAR O SEU PODER.
O MESMO ACONTECEU COM JOSUÉ (JS 3”14-15), QUANDO Deus DISSE A ELE QUE ORDENASSE AOS SACERDOTES QUE PARASSEM JUNTO A BORDA DAS ÁGUAS DO JORDÃO, CARREGANDO A ARCA DO CONCERTO, POIS VERIAM Deus TRABALHANDO EM FAVOR DELES. CONFORME A PLANTA DO PÉS DOS SACERDOTES TOCAVAM AS ÁGUAS ELAS SE SEPARARAM E TODO Israel PASSOU A SECO. ISTO ACONTECEU PORQUE ERA O MOMENTO CERTO DA AÇÃO DE Deus. NO CASO DE MOISÉS AINDA NÃO ERA CHEGADO O MOMENTO.

COM O PROFETA ELISEU TAMBÉM OCORREU ALGO SEMELHANTE, POIS LOGO APÓS SER SEPARADO DE ELIAS ELE SE VIU A FRENTE COM UMA NOVA REALIDADE, POIS DEVERIA AGORA SE PORTAR COM O PROFETA DE Israel E PARA TANTO Deus PRECISAVA CONFIRMAR SUA CHAMADA (II REIS 2”14). TOCOU AS ÁGUAS COM A CAPA DE ELIAS E CLAMOU A Deus E AS ÁGUAS SE DIVIDIRAM. AQUELE TAMBÉM FOI O MOMENTO CERTO DA VIDA DE ELISEU PARA QUE O MILAGRE ACONTECESSE.


C) TERCEIRO LIVRAMENTO - FILHA DE FARAÓ
MIRIÃ FICOU ACOMPANHANDO O TRAJETO DO BARQUINHO DE SEU IRMÃO POR TRÊS MOTIVOS:
• QUERIA TER A CERTEZA DE QUE ALGUÉM O ENCONTRARIA;

• SUA FÉ TALVEZ NÃO FOSSE SUFICIENTE PARA CONFIAR NAS PROVIDÊNCIAS DE Deus;

• QUERIA SER A PRIMEIRA A VOLTAR PARA SUA CASA PARA CONTAR A SUA MÃE O MILAGRE DE Deus;

QUAL ERA A ESPERANÇA DE JOQUEBEDE?
UMA OUTRA FAMÍLIA HEBRÉIA COM MELHORES CONDIÇÕES OU MAIS CORAJOSOS O ENCONTRARIAM?

OU ESPERAVA QUE AS ÁGUAS LEVASSEM MOISÉS PARA BEM LONGE DA DOMINAÇÃO EGPCIA? UM GRANDE MILAGRE?
DEUS FEZ MUITO MAIS DO QUE ELA ESPERAVA, POIS ELE FOI RESGATADO PELA FILHA DE FARAÓ, QUE PREFERIU NÃO ENTREGA-LO PARA SER MORTO, CONTRARIANDO AS ORDENS DE SEU PAI.

MIRIÃ VENDO ISTO CORREU AO ENCONTRO DA FILHA DE FARAÓ E SE OFERECEU PARA ENCONTRAR UMA PESSOA PARA CUIDAR DA CRIANÇA. FOI TÃO CONVINCENTE QUE NÃO DESPERTOU NENHUMA SUSPEITA QUANTO A SUA LIGAÇÃO FAMILIAR COM AQUELE BEBÊ;

ELA QUERIA SER A PRIMEIRA A DAR A NOTICIA A SUA MÃE, QUE CHORAVA PELO FILHO SEM SABER QUE Deus JÁ HAVIA DADO MAIS UM LIVRAMENTO A ELE.
ELA LEVOU 5 BOAS NOTICIAS PARA A SUA MÃE:
• O RESGATE DE MOISÉS;

• O CONTRATO DE TRABALHO DA MÃE;

• O SALÁRIO;

• O MENINO SERIA CRIADO POR ELES E FICARIA COM ELES SOMENTE DEPOIS DE ALGUM TEMPO É QUE IRIA PARA O PALÁCIO;

• E A MELHOR DE TODAS: TINHA CERTEZA QUE DEPOIS QUE CONHECESSE A SUA LINHAGEM ABRAAMICA ELE SE RECUSARIA A SER CHAMADO FILHO DA FILHA DE FARAÓ.

O MILAGRE DE DEUS FOI SIMPLES, TRÊS LIVRAMENTOS DE MORTE PARA MOISÉS, UMA BOLSA DE ESTUDOS PARA ESTUDAR ASTRONOMIA, GEOGRAFIA, HISTÓRIA E TODA CIÊNCIA EGPCIA PARA DEPOIS COLOCAR EM PRÁTICA. SUA MÃE FOI REMUNERADA E O PASSEIO DE MOISÉS EM SUA ARCA DE JUNCO HAVIA TERMINADO. AQUILO QUE PARECIA SER O SEU FIM FOI, NA VERDADE, O COMEÇO DE UMA NOVA VIDA, POIS ELE ATRACARA COM SEU BARCO NA REALEZA EGPCIA PARA USUFRUIR DE TODOS OS RECURSOS DISPONÍVEIS E AO MESMO TEMPO SER CRIADO NO TEMOR DE Deus PELA SUA MÃE. ERA COMO SE ELA TIVESSE DORMIDO IMAGINANDO QUE SEU FILHO ESTIVESSE MORTO, MAS ACORDOU E O VIU NO PALÁCIO.

TODA A FAMÍLIA ESTEVE AFLITA NESTE DIA E MOISÉS PASSEANDO DE BARQUINHO OLHANDO PARA O CÉU CONTEMPLANDO AS OBRAS DAS MÃOS DE Deus ESPERANDO O MOMENTO EM QUE SERIA TIRADO DAS ÁGUAS.


D) QUARTO LIVRAMENTO – A FUGA
COMO ERA CONHECEDOR DE SUA LINHAGEM, NÃO PERMITIU QUE UM EGÍPCIO AFLIGISSE UM IRMÃO HEBREU, MAS PORQUE SOMENTE AQUELE MOMENTO RESOLVEU AGIR DESTA FORMA? PORQUE DEMOROU EM SENTIR AS DORES DE SEU POVO?

ELE IMAGINAVA RESOLVER OS PROBLEMAS DE ISRAEL USANDO SUA VALENTIA, FORÇA E CONHECIMENTO, AGINDO DE ACORDO COM SUA PRÓPRIA VONTADE, SEM CONSULTAR OU PROCURAR SABER QUAL SERIA O PLANO DE DEUS PARA LIVRÁ-LOS DO OPRESSOR.

NESTE EPISODIO DEUS OFICIALIZAVA A SUA CHAMADA E A RESPOSTA FOI MATERIALIZADA EM SUA ATITUDE, PORÉM ELE NÃO IMAGINAVA QUE AS CONSEQÜÊNCIAS PUDESSEM AFETAR O TRÂNSITO ENTRE OS DOIS POVOS, O OPRESSOR E OS OPRIMIDOS, POIS ALGUNS DIAS DEPOIS ESTEVE DIANTE DE UMA CENA IDÊNTICA E FOI MAL INTERPRETADO, INCOMPREENDIDO PELOS SEUS IRMÃOS E ACUSADO DE ASSASSINATO. A SUA INTENÇÃO ERA SOMENTE AJUDAR, COMO NA OCASIÃO ANTERIOR.

ESTA OCORRÊNCIA O FEZ TOMAR OUTRA DECISÃO RADICAL, A IDA PARA O DESERTO, A FUGA, SEMELHANTE A ABRAÃO, JACÓ E JOSÉ, INCLUSIVE SE DEPARANDO COM OS MESMOS PROBLEMAS QUANTO A MUDANÇA DO PADRÃO DE VIDA ENFRENTADO PELOS PATRIARCAS:
• DO CONFORTO E MORDOMIA EGÍPCIA ENCAROU A DUREZA DO DESERTO, DESABRIGADO E NA SOLIDÃO, COMO ABRAÃO, QUANDO LARGOU SUA PARENTELA, POSSES E HERANÇA;

• ATORMENTADO PELA INCOMPREENSÃO DE SEU PRÓPRIO POVO. SUA INTENÇÃO ERA AJUDAR E ACABOU SENDO ROTULADO DE MALFEITOR, ASSASSINO. FUGIU PARA NÃO SER MORTO POR VINGANÇA, ASSIM COMO JACÓ, FUGITIVO INCOMPREENDIDO, ACUSADO DE MATAR OS SONHOS DE SEU IRMÃO PRIMOGÊNITO. NO ENTANTO, OS DOIS ERAM CULPADOS DAS ACUSAÇÕES;

• TINHA O CONHECIMENTO DE TODA CIÊNCIA EGÍPCIA, MAS ACABOU SE TORNANDO UM PASTOR DE OVELHAS, ABOMINAÇÃO PARA OS EGÍPCIOS. MESMA TRAJETÓRIA PERCORRIDA POR JOSÉ, QUE DETENTOR DE PROFUNDOS CONHECIMENTOS RECEBIDOS DE SEU PAI, ACABOU SENDO INCOMPREENDIDO PELOS IRMÃOS, ESCRAVO E ENCARCERADO NO EGITO

• PEREGRINO EM TERRAS ESTRANHAS E AFASTADO DA FAMÍLIA, COMO ABRAÃO, JACÓ E JOSÉ QUE LARGARAM TUDO, MORDOMIA, FAMÍLIA, HERANÇA E PEREGRINARAM GUIADOS POR DEUS PARA ALCANÇAREM A VITÓRIA;
A FUGA FOI A ALTERNATIVA PARA MOISÉS, POIS IMAGINAVA QUE JAMAIS TERIA CONDIÇÕES DE MUDAR AQUELA SITUAÇÃO. REALMENTE ESTAVA CERTO, ELE NÃO PODERIA FAZER NADA, SOMENTE DEUS.


E) QUINTO LIVRAMENTO – O RETORNO
OS PRIMEIROS QUARENTA ANOS HAVIA PASSADO NO EGITO E O RESTANTE EM MIDIÃ E AGORA AOS OITENTA CONTEMPLAVA AQUELA VISÃO QUE PODERIA TER SIDO COMO UMA OUTRA QUALQUER, MAS ELA SE TORNOU ESPECIAL A PARTIR DO MOMENTO QUE DEMONSTROU INTERESSE, POIS AO SE VIRAR PARA ENXERGAR MELHOR NEM SE PREOCUPOU COM AS CONSEQÜÊNCIAS, DECISÕES, REBANHO, RIQUEZA, FAMÍLIA, ETC. QUERIA VER MELHOR TUDO AQUILO.

NÃO ERA UMA SIMPLES ÁRVORE ENTRE MUITAS QUE EXISTIAM ALI, MAS ERA A SARÇA, QUE SE ARDIA EM CHAMAS SEM SER CONSUMIDA. DEUS SE MANIFESTAVA A MOISÉS DE UMA FORMA SUBLIME PARA IMPRESSIONÁ-LO MESMO, POIS QUALQUER OUTRO SER HUMANO QUE QUISESSE IMPRESSIONAR ALGUÉM FAZENDO USO DA NATUREZA, CERTAMENTE A DESTRUIRIA, EXCETO O SEU CRIADOR.
ESTA FOI A CONFIRMAÇÃO DA SUA CHAMADA E ATRAVÉS DELA ELE COMETIA OUTRO ASSASSINATO, ACABAVA DE SE ANULAR, MATAR O SEU EU INTERIOR, SUAS ASPIRAÇÕES E OBJETIVOS PESSOAIS, AGORA TERIA SOMENTE O DESEJO DE REALIZAR A OBRA DE DEUS.

Mensagem entregue na congregação do Jardim Monte Alto - setor 34 - Pres. Prudente (SP) em 21/08/2011

Por: Ailton da Silva

Um comentário:

  1. Borda de rio, é onde devemos sempre estar esperando um milagre da parte de Deus, é aonde eu estou agora, torcendo pelo erro de faraó, pois ele sempre comete um, e esperando o socorro da parte de Deus.
    Que o Senhor abençoe e guarde sempre a sua vida, e continue te usuando de maneira tão especial.
    Você é especial para Deus, e para mim também.

    ResponderExcluir