Apresentação da lição em power point

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

3) Os magos e os pastores - segundo os 4 Evangelistas

MATEUS 2”1-12
Quem poderia ter sido eles?
• Muitos judeus que, devido aos seus negócios ou por segurança, optaram pela permanência na Babilônia após a volta do exílio e que seguiram a estrela justamente por serem conhecedores da profecia?

• Alguns magos do oriente, estudiosos e conhecedores da história do mundo antigo?

• Ou cada um deles era de uma região diferente justamente para representar o mundo prostrado em adoração a Jesus?

• Vers. 2 – Eles perguntaram sobre o local do nascimento do rei dos judeus, mas fizeram isto no local e para as pessoas erradas. Herodes pensou: “Rei, outro rei? Estrela, outra estrela, além de mim? Isto perturbou Herodes e toda cidade;

• Vers. 4 – Ele mandou reunir todos os príncipes (dos sacerdotes) e os escribas (do povo) para descobrirem o local exato do nascimento do rei dos judeus;

• Vers. 7 – Herodes inquiriu os magos acerca do tempo em que a estrela havia aparecido a eles. Era o que precisava saber, já que não tinha condições de reconhecer o Messias, mesmo que o visse frente a frente (pois não lhe seria revelado como foi a Pedro, Mt 16”16) então sacrificaria a muitos. Como o rei e o Faraó do Egito apreciavam esta prática (Ex 1”16)?

• Vers. 8 – Despediu os reis magos em paz (que paz?), mas pediu que retornassem com noticias, pois ele também queria adorar o menino (adorar?). Como tomavam decisões esdrúxulas estes governantes. Porque não enviou soldados para encontrarem o menino? Faraó do Egito também cometeu o mesmo erro (Ex 1”22). Na verdade Deus não permitiu nos dois casos que isto acontecesse, Ele preservou os dois bebês. O inimigo tinha um plano, mas Deus tinha outro;

• Vers. 9 – Partiram (eles) e ia adiante (a estrela), quando chegaram (a estrela se deteve) exatamente no local onde estava o menino (Jesus). Se tivessem temido Herodes, nada disto teria acontecido. A estrela somente parou indicando o lugar correto porque eles partiram e chegaram, ou seja, não pararam mais, não havia necessidade de ficarem perguntando para todo o mundo, ora a estrela não indicava o caminho?

• Vers. 10 – E eles vendo a estrela se alegraram (estrela? Maria, José, os animais, um deles? Quem era a estrela agora? A estrela agora era outra, era Jesus), pois todo este tempo seguiram a estrela no céu e agora se alegraram realmente quando viram a estrela na terra. Outro motivo para tamanha alegria pode ter sido o fato do fim da caminhada, estavam cansados, mas chegaram ao final e encontraram o Mestre esperando por eles (qualquer semelhança escatológica é puro plano de Deus e não coincidência);

• Vers. 11 – Abriram seus tesouros e ofertaram. Deus realmente guarda aqueles que vão com objetivos, pois toda esta caminhada com tamanha riqueza e não foram incomodados no caminho, roubados;

• Vers. 12 – Na volta não foram guiados pela estrela, pois a função dela era guiá-los até ao encontro com Jesus, dali para frente seria com eles, mas não foram deixados órfãos, já que por revelação divina foram orientados a mudarem de direção para evitarem Herodes.


MARCOS
• Não há registros.


LUCAS 1”26-38.
• Vers. 8 – eram simples pastores, no campo, na vigília da noite guardando o rebanho (simples, campo e vigília, guardando, rebanho);

• Vers. 9 – um anjo do Senhor, veio sobre eles, foram cercados de resplendor e cheios de temor;

• Vers. 10 – Foram tranqüilizados pelo anjo. Eram boas novas de grande alegria para todos os povos, declarado por eles (vers. 14);

• Vers. 11 – Em Mateus o sinal foi à estrela (a parada), para estes pastores o sinal seria eles encontrarem, acharem um menino envolto em panos e deitado em uma manjedoura, ou seja, o sinal não seria propriamente e sim o pano e a manjedoura, mas para isto deveriam “ir e achar”;

• Vers. 15 – O anjo, não guiaria eles, como a estrela fez com os magos, mas deveriam tomar a decisão tão logo o anjo fosse embora. Foram apressadamente à Belém para averiguarem o que Deus havia revelado a eles;

• Vers. 16 – Encontraram os três, pai, mãe e filho (ou encontraram o Pai, o Filho e o Espírito Santo?). Enquanto isto o Pai verdadeiro contemplava dos altos céus, o Filho Unigênito de Deus (de Maria era o primogênito) chorava na terra e recebia seus visitantes e o Espírito Santo aguardava ansioso o inicio do seu ministério que se iniciaria tão logo Jesus fosse assunto aos céus;

• Vers. 17 – Os pastores testemunhar acerca da revelação recebido do anjo, mas porque eles? Simples homens?

• Vers. 18 – Todos se alegraram pelo testemunho dos pastores;

• Vers. 19 - Maria guardava em seu coração. O que estava pensado de tudo isto? Porque estava acontecendo aquilo tudo com ela e com seu filho? Revelações, visitas de anjos, sinal de estrela, pré-perseguição de Herodes, magos ou pastores, todos queriam vê-lo. Será que meu filho será tão importante assim? Deve ter se lembrado do que ouviu do anjo (Lc 1”31-33);

• Vers. 20 – Os pastores voltaram realizados, glorificando e louvando a Deus porque foi verdade a revelação que receberam.


JOÃO
• Não há registros.

PRÓXIMO ASSUNTO: A FAMÍLIA E O NASCIMENTO DE JOÃO BATISTA

Por: Ailton da Silva

Um comentário: