Apresentação da lição em power point

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

QUARTA CARTA: A IGREJA DE TIATIRA.

• Destino: Tiatira (sacrifício de trabalho). Uma igreja que declinava e permita a opressão.

• Situação Geográfica: Na Ásia menor, no vale do rio Lico, 59 km a sudeste de Pérgamo, na estrada que ia para Sardes;

• Dados históricos: Colônia macedônica, fundada por Alexandre Magno, depois da queda dos persas. Cidade pequena, mas rica devido ao comercio de tecidos púrpura manufaturados, tintura e cerâmica (Lídia era natural desta cidade At 16”14);

• Oposição ao Evangelho: A cidade era bem secular e não demonstrava qualquer afeição com qualquer religião, cidade neutra;

• Principal falha: Toleravam uma mulher, Jezabel (significa: montão de lixo), que se dizia profetisa. Alguns dizem ter sido uma doutrina, uma religião e outro uma pessoa. Em alguns manuscritos antigos é encontrada a palavra “sou” (tua), deixando o texto da seguinte forma: “Mas tenho contra ti (pastor) que toleras Jezabel, (tua mulher?) que se diz profetisa”;

• Conselho: “Mas o que tendes retende-o até que eu venha”.

• Vitória: Os vitoriosos receberiam poder sobre as nações (Sl 2”8 – uma alusão ao Milênio), varas de ferro (governo inquebrantável e não rude, duro) e a estrela da manhã (para os ímpios Jesus é a luz do mundo, para Israel é O Sol da Justiça e para a Igreja Ele é a resplandecente Estrela da Manhã).

Fonte:
SILVA, Severino Pedro. Apocalipse - Versículo por Versículo. CPAD
Bíblia de estudo aplicação pessoal. CPAD, 2003
Bíblia Sagrada: Nova tradução na linguagem de hoje. Barueri (SP). Sociedade Bíblica do Brasil, 2000.

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário