Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Sétima carta: Igreja de Laodicéia

• Destino: Laodicéia (Laodice esposa de Antíoco II), “o povo manda”;

• Situação Geográfica: era uma cidade da província romana da Ásia Menor. A mais rica das sete cidades, possuía seu sistema bancário, escola de medicina que produzia ungento para o olhos;

• Dados históricos: A cidade recebeu este nome em alusão à esposa de Antíoco II (Theos), que tinha o nome de Laodice. Outras cidade no período helenista, receberam o mesmo nome, por isto esta cidade era conhecida como Laodicéia do Lico. A cidade sofria com o abastecimento de água, que era feito por meio de aqueduto, por isto quando chegava a população a água estava morna;

• Oposição ao Evangelho: a situação espiritual dos laodicenses, pois se assemelhavam à água que corria pelos aquedutos. Muita indiferença religiosa, superficialidade, apatia espiritual;

• Principal falha: “Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: Oxalá foras frio ou quente!”. A situação espiritual dos laodicenses era semelhante a água que lhe eram servida;

• Conselho: “Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareças a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas”. “Eis que estou à porta, e bato: se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo”.

• Vitória: “Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono”.

Fonte:
SILVA, Severino Pedro. Apocalipse - Versículo por Versículo. CPAD
Bíblia de estudo aplicação pessoal. CPAD, 2003
Bíblia Sagrada: Nova tradução na linguagem de hoje. Barueri (SP). Sociedade Bíblica do Brasil, 2000.

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário