Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

domingo, 29 de maio de 2011

alguns comentários dos alunos - lição 9

1) Os novos convertidos, logo após a conversão, não tem condições de abrirem movimentos e arrebanharem o povo. Somente terão condições depois de um “preparo” ou descuido da igreja, na conservação da sã doutrina, no ensinamento, etc, ou então a dissensão seja fruto do caráter do próprio líder da divisão;


2) apesar que ninguém, na igreja, está sendo preparado para dissensões, pelo contrário, todos devem primar e buscar a unidade;


3) Testemunho do nosso pastor: Quando jovem participava de vigílias para que buscassem o batismo com o Espírito Santo, quem já fosse, deveria buscar os dons. Em determinada vigília, ele passou mal, pressão (inclusive a pressão para receber o batismo), e foi levado para fora. Neste momento pensou: Para receber o Batismo devo enfrentar esta situação? Passar mal deste jeito?


4) Nestas vigílias acontecia de tudo, inclusive um irmão que fechava a Bíblia, virava ela ao contrário (digamos, de cabeça para baixo) e começava a ler, dizendo que via as letras douradas brilhando, por isso que conseguia ler, mesmo a Bíblia estando fechada e cabeça para baixo;


5) Um testemunho meu: ainda na mocidade participei de uma vigília com alguns irmãos do Madureira, estávamos em um sítio. Eu havia feito amizade com um irmão, jovem pregador da época, daquela igreja, mas de vez em quando, talvez pela idade dele, suas atitudes eram meio estranhas. Já bem tarde da noite, o fogo caindo na tuia, onde os irmãos estavam orando, ele me chamou para fora e mostrou dois buracos. Em um ele passava o dedo e ficava mexendo e no outro ficava olhando a cara de susto, espanto, de medo de uma das irmãs que estava orando com os olhos abertos. Fiquei curioso para ver a irmã e confesso que até hoje quando fecho os olhos contemplo o rosto da irmã assustada, tremendo, clamando, repreendendo, pensando ser o dedo uma visão sobrenatural na vigília. Seria engraçado se não fosse trágico. Mas éramos jovens na época;


6) Crentes de 2ª classe – seria possível baixar ainda mais o nível? Crentes de 5ª categoria? Ou ate mesmo, crentes sem categoria nenhuma?


7) Se compararmos um DVD original e um pirateado, em qual dos dois vamos prestar mais atenção? Em qual vamos procurar os defeitos? Em qual vamos olhar a qualidade da impressão, da gravação? Naquele que é pirateado e que sabemos que não tem nada de bom, ou no original? Certamente vamos procurar defeitos no original, o pirateado é pirateado e ponto final. Assim está o inimigo, ao nosso derredor bramando como leão, procurando a quem possa tragar, esperando a brecha para verificar os defeitos e aproveitar a ocasião. Os que estão perdido não necessitam de esforço por parte do inimigo, assim os materiais pirateados não precisamos procurar defeitos, eles tem aos montes;


8) Bem aventurado os que choram – porque serão consolados ou BEM AVENTURADOS O QUE RIEM – porque serão (serão o que?). Não existe promessa para os que riem!


9) Israel vivia em cima do muro, idolatrava e servia a Deus ao mesmo tempo. Por isso que Elias disse; Se Deus é Deus, siga-o, se baal é algo, siga ele, mas decidem-se, saiam da mornidão, saiam de cima do muro, façam algo, mudem de vida;


10) Em qual outra ocasião que os profetas de baal obtiveram resposta em seus clamores? Então porque criaram expectativa de naquele dia receberem alguma resposta? Se não receberam em outras tentativas, porque agora baal responderia sendo que ali na frente estava Elias, o profeta do verdadeiro Deus. Sempre ouvimos testemunhos de irmãos que estando em determinados locais os espíritos diabólicos não se manifestam devido a presença deles;


11) Os profetas falsos e o povo atribuíam aos seus deuses muitos feitos de suas próprias mãos, haja vista, o ocorrido com Sansão (Jz 16”23), quando ofereceram a dagom o sacrifício em louvor pela prisão de Sansão, mas não foi dagom que se manifestou e aprisionou Sansão, mas sim, uma mulher;


12) Elias era tinhoso, um verdadeiro casca de ferida, vejamos: restaurou o altar que estava quebrado, não precisou inventar, ser criativo, etc. Depois selecionou 12 pedras, justamente para afrontar ao sistema político da época (reino dividido). A unidade israelita (12 tribos) não existia mais, então o ideal de Elias era: SE O ALTAR ESTÁ SENDO RESTAURADO O MESMO ACONTECERÁ COM A HISTÓRIA ISRAELITA. Com apenas 1 ato, Elias, pregou sobre a situação política de Israel.


13) O culto a baal foi demorado, a manhã inteira e o povo não arredava o pé, ficaram todos, fogo puro, pentecostes, barulho e blá, blá, blá. O culto de Elias foi tão rápido: “Responde Senhor para que este povo conheça que tu é o Senhor”. Então o fogo de Deus foi manifesto no meio do povo. O fogo de Deus QUEIMOU A ÁGUA que estava ao redor e no altar.


14) Não foi a toa que Acabe perguntou a Elias: É você o perturbador de Israel? Elias perturbava com sabedoria;


15) A tradição judaica foi quebrada, a igreja primitiva foi afastada de toda e qualquer lembrança do judaísmo, graças a quem? GRAÇAS A DEUS;


16) Alguns acontecimentos permitidos por Deus durante a história de Israel, são intrigantes, mas a igreja entende o porque desta permissão. Todos eles tiveram significados importantíssimos para a igreja da época e para nós, pois promoveram o crescimento e fortalecimento.
a) O retorno do exílio (período que serviu para aguçar nos judeus o espírito nacionalista e religioso);
b) Dominação grega (que possibilitou uma única língua em boa parte do mundo)
c) Dominação romana (que abriu as estradas seguras para a igreja dispersa e os missionários levarem a Palavra);
d) A perseguição ferrenha dos judeus;
e) A dispersão dos primitivos;
f) A destruição do Templo no primeiro século da era cristã.


17) A partir da destruição do Templo judaico cada um, converso, se tornaria o templo e morada do Espírito Santo de Deus;


18) Esta eu ouvi após a aula e achei interessante: a melancia é uma das mais gostosas frutas, mas de tão boa que é, não consegue sair do chão, vive se arrastando pela terra;


19) Sincretismo religioso é a associação e adoção de idéias, provadas como antagônicas, mas que são praticadas em detrimento ao verdadeiro, a fim de beneficiar apenas alguns ou uma pequena parte. Traduzindo: é nojento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário