Apresentação da lição em power point

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

hebraico x aramaico x latim x grego

Apesar do aramaico com todos os seus dialetos, ser mais fácil (???) que o hebraico, é de se admirar a facilidade que os judeus tiveram ao longo de sua história, para se adaptarem a outras línguas.

No exílio adotaram o aramaico, (talvez a sua origem semita ajudou). Jesus se deparou com esta língua durante o seu ministério terreno, já que o hebraico estava canonizado e presente somente nas letras e não na fala.

Durante as investidas do império grego, parece que foi uma facilidade aprenderem esta língua. Era possível encontrarmos judeus que conhecessem estes três idiomas? E o que falar do latim? Se não dominassem a fala, certamente compreendiam a escrita, pois se enfureceram quando viram (IESUS NAZARENUS REX IUDAEORUM) sobre a cruz (Jo 19"20).

E quando Paulo apresentou a sua defesa em hebraico diante da enfurecida multidão, eles se calaram! Estranho, se pelo menos estivesse se defendendo em russo, polonês, mas estava falando a língua deles!

Deixando de lado a historicidade, o que desejo valorizar é a facilidade com que assimilavam e voltando ao exílio, é de admirar ainda mais, pois foram apenas 70 longos e cruéis anos. Este pouco tempo foi capaz de produzir estragos terríveis sobre aquela nação.

E hoje, com tantos cursos, escolas, net, correspondência, cd, tv, telecursos falamos somente o português e com muita dificuldade. Fico imaginando se um grande e monstruoso império se levantasse e forçasse-nos a assimilar a sua cultura e língua. Meu Deus, não sairia nada, eles desistiriam.

Por: Ailton da Silva

Um comentário:

  1. Estava lendo hoje de manhã e vejam que riqueza de comentário:

    "O artifício inicial em aramaico pelo menos alcançou um dos resultados que Paulo almejava: ganhou a atenção da multidão. Poucos
    judeus da diáspora conseguiam falar a língua da Palestina (veja a disc. sobre 6:1), e alguém que falasse esse idioma merecia ser ouvido. Assim foi que maior silêncio guardaram. É possível que Paulo também começasse a ganhar alguns corações".

    Extraído do livro: Atos. Novo Comentário Bíblico contemporâneo - David J. Williams

    ResponderExcluir