quinta-feira, 11 de novembro de 2021

Neemias: como sair do anonimato - Capítulo 17

b) Neemias x Davi:

Uma grande festa foi preparada para receber o profeta (I Sm 16.5-13). A ocasião pedia, tanto que todos os filhos se reuniram junto ao pai, exceto um (I Sm 16.11). Porque não estava presente? A obrigação falou mais alto?

Como o profeta Samuel poderia resignar-se ante a determinação de Deus em ungir um entre aqueles filhos de Jessé presentes? O que lhe impediu de não escolher o primeiro? Ou o mais formoso ou o forte? Porque perguntou se havia acabado os mancebos? Não estavam todos ali à sua frente? Sentiu de Deus em fazer esta pergunta? Entre todos os que se apresentaram diante do profeta nenhum deles preencheu os requisitos pré-determinados.

Deus achou graça justamente no menor dos filhos de Jessé, isto surpreendeu a muitos, pois era evidente que não era assim tão considerado entre os seus irmãos.

O caráter reto e integro de Davi foi visto em sua vida, pois mesmo ungido não desejou assumir o trono antes do momento exato, inclusive poupou por várias vezes a vida de seu rei (I Sm 24.10; 26.1-25).

Um homem ousado, dirigido por Deus em suas ações, alargou as fronteiras de Israel e estabeleceu o respeito aos seus vizinhos, mas tudo isto não impediu de cometer alguns erros, adultério e decreto de morte (II Sm 11.4-15) e o recenseamento de Israel (I Cr 21.1-8).

Neemias foi induzido a se esconder no Templo para preservar sua vida (Ne 6.10) e recusou. Davi foi até ao sacerdote Aimeleque e mentindo pediu algo para comer, mas somente tinha pão da proposição, que não era digno de ser comido (I Sm 21.1-6), mas resolveu por conta própria arriscar para saciar a fome de seus valentes.

Um erro consciente. Se alguns dos jovens tivesse dado a idéia para Davi dizendo: “Vá, rei, e minta para o sacerdote e pegue os pães da proposição e traga para nós”. Certamente Davi não iria, porque existe uma grande diferença entre errar por contra própria, como o rei errou, e errar por influência, como Neemias erraria se tivesse entrado no Templo.

Pior seria se Davi tivesse recebido uma profecia como Neemias: “Eis, servo meu, a ti te digo: Entre no tabernáculo, o meu servo já te espera, peça os pães da proposição, porque te abro esta porta. Coma, porque longa será sua jornada”. Vou nada, profecia que contraria a Palavra de Deus, é pão sagrado. Foi este discernimento que Neemias teve. Não poderia se esconder em um local sagrado.

 

c) Neemias x Paulo:

Neemias esteve por três dias, após a sua chegada, somente observando a cidade, procurando o fio da meada, imaginando por onde iniciaria o seu projeto.

Em segredo, sem revelar nada a ninguém, da mesma forma como Paulo, após sua chamada a caminho de Damasco, esteve por três dias sem comer e beber (At 9.9), somente observando, refletindo e principalmente aguardando Jesus dar-lhe as coordenadas, pois não sabia por onde começar.

continua...

Por: Ailton da Silva - 12 anos (Ide por todo mundo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário