Apresentação da lição em power point

sábado, 11 de junho de 2011

plano de aula - lições trimestres anteriores

REVISTA LIÇÕES BÍBLICAS
TEMPOS TRABALHOSOS
COMENTÁRIO: ELINALDO RENOVATO
CONSULTOR DOUTRINÁRIO E TEOLÓGICO: ANTONIO GILBERTO
Lição 6 – 2º trimestre 2007
SAÚDE FÍSICA E MENTAL
13/05/2007

1) INTRODUÇÃO:
Nunca houve tantas pessoas enfermas no corpo e na alma, como nos últimos tempos. Todo este quadro é conseqüência do pecado original.

2) CAOS MUNDIAL:
No terceiro milênio, vivemos um caos, guerras, doenças incuráveis, paises enfrentando catástrofes naturais,erupções vulcânicas, maremotos, tufões, pestes, gripes e enfim o povo está amedrontado, encurralado com o resultado da própria ambição.

3) O PECADO DO ÉDEN:
As doenças originaram-se da queda do homem, antes do pecado não havia enfermidades, desgastes, envelhecimento e morte, mas a desobediência de nossos primeiros pais nos trouxe o medo (primeiro sentimento de Adão e Eva após a queda), moléstias, desgastes, enfermidades e morte. Este pecado original quebrou as leis divinas que normatizavam coletivamene a conduta e o viver das pessoas.

4) A CORRUPÇÃO DO GÊNERO HUMANO
A medida que o pecado crescia no mundo, diminuía a duração da vida humana na terra. No inicio, após a queda, o homem vivia centena de anos, mas com a multiplicação do pecado, Deus limitou há 120 anos. Mais tarde na dispensação da lei a média da vida humana passou para 70 anos.

5) ORIGEM DAS DOENÇAS:
As doenças são inevitaeis, como então podemos enfrentá-las? Primeiro passo é descobrir a sua origem:
• Castigo divino – se for divina, a sua origem, em vão será a ação dos médicos. Ex: Miriã que foi acometida de lepra e que somente foi curada depois que detectaram a origem e clamaram pela cura. O rei Asa que, igualmente foi ferido pelo Senhor, não foi curado, pois não usou do mesmo expediente;
• Pecado – se a doença for ocasionada pelo pecado, o enfermo deverá confessar-se e arrepender-se (Tg 5”14-15). Porém devemos ser cuidadosos neste tipo de avaliação (Jó 9”2);
• Negligencia em relação ao nosso corpo – devemos mudar o nosso “modus vivendi”, maus hábitos, má alimentação, sedentarismo, stress, o nosso organismo com o passar dos anos perde resistência e facilmente é vencido pelos inúmeros meios de contaminação, correria, falta de tempo. Além do mais devemos olhar a medicina como preventiva e não como curativa.

6) A PROLIFERAÇÃO DAS DOENÇAS FÍSICAS
Apesar do avanço da ciência existem determinados tipos de doenças que continuam ceifando milhares de vidas:
• Infarto – milhares de pessoas morrem por ano;
• Câncer – uma das enfermidades mais temidas;
• Acidente vascular cerebral – entupimento de veias (causados pelo stress, hipertensão e pode deixar seqüelas);
• Opressão – aflige a muitos devido ao insucesso profissional, solidão, casamento, dividas, etc. Se estes fatores não deprimem, pelo menos deixam muitos em desespero;
• Inversão climática – a ganância, o materialismo estão fazendo com que os homens se matem ou contribuam para a propagação de doenças.

Dizer de forma otimista que a doença não existe, é pura imaginação. Por muito tempo o vem tentando encontrar uma resposta para esta eterna questão e por mais que seja dito, não se tem muita clareza sobre isto. O certo é que a grande maioria dos seres humanos estão doentes. O ego humano é o grande causador destes problemas e doenças.

As doenças fazem parte das aflições deste mundo, citadas por Jesus (Jo 16”33). Ainda vivemos neste mundo e estamos sujeitos a estas aflições.

7) DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS:
Se a mente não estiver sã, o corpo também não estará, o medo, a inveja, a ira, a mágoa e o ódio podem ser os causadores de muitas doenças. Segundo a psicologia e a medicina, outros fatores também contribuem:
• A competitividade excessiva;
• A luta pelo sucesso profissional;
• O insucesso na vida afetiva;
• O stress

8) OS SALVOS E AS DOENÇAS
Segundo a teologia da prosperidade os fiéis não podem adoecer, pois as doenças tem origem diabólica.

Todos devem viver em plena saúde, isento de doenças e na idade avançada devem viver sem sofrimentos, porém muitas serão as aflições dos justos.

9) AS DOENÇAS E JESUS:
Não encontramos registro de Jesus ter sido acometido de qualquer tipo de doenças. Moises é outro personagem bíblico do qual não se relata qualquer tipo de enfermidade, ao contrário, afirma-se que aos 120 anos ainda gozava de perfeita saúde. Estes são casos excepecionais de homens, porém o resto da humanidade está doente, basta olharmos para o grande numero de hospitais, sanatórios e penitenciárias, que nada mais são do que conglomerados de doenças físicas, mentais e morais.

10) DOENÇAS NO MUNDO ANIMAL
Esta realidade já não encontramos no mundo animal, apesar de obrigarmos os mesmos a viverem longe de seus habitat naturais, basta tomar por exemplo, o fato de uma vaca, devido a ganância humana, ser obrigada a dar 30 litros de leite ao dia, sendo que ela, em seu estado natural, produz apenas 5 litros diários. Nossas exigências fazem com que falsifiquemos os organismos dos animais.

11) O CORPO AINDA NÃO ESTÁ PLENAMENTE SALVO
O Espírito e a alma são salvos no momento da conversão, porém o corpo continua com as mesmas fraquezas e propensos aos mesmos problemas (doenças, traumas), pois ainda aguarda a completa redenção, por ocasião do arrebatamento.

12) A CURA DAS DOENÇAS
Enquanto não houver a glorificação e se a humanidade permanecer neste estado de pecado (em que se encontra a grande maioria), não haverá a menor possibilidade de que as doenças acabem, podemos intensificar a medicina e os medicamentos, os médicos podem estudar o quanto quiserem, porque são várias as fontes das doenças. Em alguns casos somente aliviaremos temporariamente.

Se houvesse a possibilidade de erradicação de todas as doenças certamente o homem não envelheceria, seria saudável, pois seu corpo combateria todas as anomalidades e seria forte o suficiente para renovar-se diariamente, mas com o pecado Deus diminui a vida do homem e para isto condenou o seu corpo ao envelhecimento, tornando-o susceptível as doenças, então o pecado é o um dos responsável pelas doenças e condenação do corpo a morte.

13) CONDIÇÕES PARA QUE O HOMEM TENHA UMA VIDA ABENÇOADA E SAUDÁVEL:
• Obedecer a voz do Senhor;
• Fazer o que é reto diante de Deus;
• Guardar os estatutos do Senhor
• Crer que Jesus é o médico Divino.

14) ILUSTRAÇÃO – Jesus, O MÉDICO SUBSTITUTO
Naquele dia o médico faltou no centro de Saúde do bairro. A fila estava enorme, muitos reclamando a demora. Até que outro médico apareceu, todo de branco, entrou no consultório e começou a chamar os pacientes.
Um homem, paralítico de muletas, foi chamado pelo médico e rapidamente saiu andando, sem a ajuda da muleta. Todos ficaram olhando para ele e perguntaram:
- E ai, como é o médico substituto? É atenciososo?
- É nada, disse o ex-paralítico. Ele sequer olhou ou perguntou o meu nome.

15) CONCLUSÃO:
Como se Ele precisasse perguntar o nosso nome e enfermidade, Ele sabe tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário