Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Mensagem 19: Restauração do caráter e conduta cristã


1) OS VALORES NÃO ESTÃO INVERTIDOS, MAS SIM DEMOLIDOS
II Sm 2.18-26 – Zeruia era irmã de Davi (I Cr 2.16) e tinha três filhos: Joabe, Abisai e Asael. Seu nome significava “rachado” no sentido de um vaso que tem uma falha e que dá origens a vazamentos. Não foi feita nenhuma menção de seu marido, e são raras as vezes em que a Bíblia menciona o nome da mãe em vez do nome do pai. Todos os teus filhos tinham um caráter deficiente.

a) Joabe
“Jeová é meu pai”. Tinha tudo para ter sucesso na vida e deveria valorizar o seu relacionamento com Deus, porém não o fez, era enganador, dissimulador e queria fazer a as coisas a sua própria maneira. Não tinha sentido de lealdade e todos ao seu redor percebiam. Aquele que fazem parte de uma equipe e não consegue ser leal aos outros demonstra um desvio em seu caráter.
  • (II Sm 3.27) – Ele matou, a traição, Abner (ex-comandante geral do exercito de Saul), para vingar o sangue de seu irmão Asael;
  • (II Sm 18.11-15) – A ordem do rei Davi era para não matar Absalão, mas ele foi e matou. O que era para ser alegria tornou-se tristeza pela sua desobediência;
  • (II Sm 19.4-8) – obrigou Davi a retratar-se diante do povo,por estar triste e comovido pela morte de Absalão. Ele ainda queria mérito pela sua desobediência;
  • (II Sm 20.9-10) – Ele fingiu que saudaria Amasa e o matou, pois este havia sido nomeado por Davi para ocupar o seu lugar. De enganador e dissimulador tornou-se assassino.
Salomão ordenou a morte de Joabe (I Re 2.29-34) que havia se refugiado no tabernáculo do Senhor junto ao altar. Ele estava buscando o perdão de Deus e imaginou que ninguém o mataria naquele lugar.

b) Abisai
“Pai dos dons”. Alguns possuem dons, mas por falta de submissão nunca conseguem operá-los na unção. Davi constantemente o repreendia, pois sempre vivia na carne. Era leal, protegia o rei, era valente, valoroso, porém era impetuoso, não conseguia andar no espírito, participou com Joabe do assassinato de Abner.
  • (I Sm 26.8-9) – Se Davi não o corrigisse ele teria matado Saul
c) Asael
“Deus fez”. Também era valente, mas não agia em espírito, era precipitado e confiava em suas próprias forças e capacidade para derrotar o inimigo, que era bem mais poderoso que ele. Perseguiu e tentou matar Abner, mas foi morto por ele. Era jovem demais e inexperiente e decidiu atacar sozinho um general de guerra experiente, sem antes pedir a proteção de Deus (II Sm 2.18-23).
  • Muitos procurar atacar potestades e principados, demasiadamente fortes para as suas próprias forças e assim são facilmente vencidos;
  • Não buscam a Deus primeiramente e atacam os principados que estão sobre uma cidade, mas não são capazes de derrotarem os que estão sobre suas famílias.
Nenhum destes três irmãos tiveram sucesso, mesmo fazendo parte da relação dos trinta e sete valentes de Davi. Todos foram mortos violentamente como pagamento por possuírem caráter fraco e desviados. Em suma o inimigo sabe muito bem onde e qual é o seu ponto fraco.

2) Como podemos vencer as falhas do nosso caráter – Jo 10.20
  • O que deve morrer não é a semente, mas sim a casca. O caráter mal deve morrer, pois ele impede do grão produzir o trigo
  • Precisamos desenvolver o nosso caráter negando a nossa natureza má
a) Exemplos de mudança de caráter
Judá participou da venda de seu irmão José, teve um relacionamento com Tamar, sua nora, mandou matá-la e escondeu seu pecado, mas teve uma grande mudança de caráter, principalmente quando estava negociando com José sem saber que era seu irmão (Gn 44.33-34). A mudança em seu caráter já era evidente, pois se colocou na condição de escravo para que Benjamim não ficasse no Egito. Recebeu também a maior de todas as bênçãos (Gn 49.8-12), se tornou o ascendente do Messias.

b) Exemplo de caráter bom e boas condutas diante das adversidades
  • Jose preferiu não responder as acusações de seus irmãos, mesmo percebendo que estava indo ao fundo. Eles não queriam vê-lo tornar-se o maior entre eles, mas anos depois o viram acima deles, da família e de uma nação. Desta forma a boa conduta e o seu caráter fizeram com que não agisse de forma a vingar-se de seus irmãos quando teve a oportunidade;
  • Quando os pastores de Abraão e Ló começaram a brigar, eles decidiram se separar. Um era ambicioso e escolheu o lugar mais vistoso, o outro, espiritual, viu algo diferente, problemas, mas acima de tudo, muitas possibilidades, por isto teve uma conduta diferente.
3) O caráter de Cristo
  • A sua santidade impressionava a todos (Mt 27.23-24; I Pe 2.21-22)
  • Benevolência e compaixão (Mt 9.36; 18.11)
  • Amabilidade e afeição (Mt 14.27; Lc 19.41)
  • Mansidão e humildade (Mt 5.1-12; Mt 18.22)
  • Coragem, moral e firmeza (Mt 26.39)
  • Sinceridade, não queria se aparecer ou ter popularidade (Mt 6.1)
  • Moderação (Mc 12.17)
  • Amor ao próximo (Jo 13.34-35;15.9-13; I Jo 4.7-11
  • Em sua relação com o Pai, Jesus sempre mostrou submissão (Lc 22.42; Jo 4.34; 5.30).
Não há possibilidade de manifestação do fruto do espírito e o caráter de Cristo, sem a união espiritual em Jesus (Jo 15.4) e sem termos a semente da palavra plantada em nossos corações (Jo 15.3; I Pe 1.22-23; I Co 11.1).

4) Condutas e virtudes daqueles que tem o caráter de Cristo em suas vidas
  • Enxergam o caminho da felicidade – Mt 5.3-12.
  • Praticam a justiça – MT 5.17-20
  • Sabem tratar os inimigos – Mt 5.38-48
  • Vida de oração – Mt 6.1-18
  • Sabem o que buscar de Deus – Mt 6.19-34
  • Sabem como pedir ao Senhor – Mt 7.7-12
  • Sabem que as aparências enganam – Mt 7.15-23
Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário