quinta-feira, 22 de julho de 2021

Neemias: como sair do anonimato - Capítulo 11

2) ARREPENDIMENTO (ANTECEDEU O CONCERTO):

O verdadeiro arrependimento move o coração de Deus e implica em mudança de vida e não somente em remorsos. A resposta de Deus à esta atitude humana é a restauração. Vestir-se de panos de sacos e trazerem terras sobre si (Jó 2.12; 1 Sm 4.12; Lm 2.10) eram sinais de profunda humilhação diante de Deus, mas não caracterizavam o verdadeiro arrependimento (Jl 2.12-13).

A exposição da Palavra (leitura, ensino, explicação, entendimento e aplicação) produziu o efeito desejado no povo (8.9) e permitiu uma aproximação a Deus. Neemias e Esdras estiveram preocupados, desde o início, com o entendimento e não com o sentimento.

 

a) Sinais do verdadeiro arrependimento:

O arrependimento e posterior mudança de vida foi notado entre os judeus naquele dias. Foi uma ação consciente e não mero fruto da emoção pelos últimos acontecimentos.

 

b) Apartação de povos idólatras (9.2):

O grande problema de Israel após a sua entrada em Canaã foi a relação com os seus vizinhos e com os povos que não foram expulsos, pois sempre ficaram propensos a idolatria, abominação para Deus (Dt 18.9-12).

Uma das principais evidências da mudança foi o fato de se colocarem em posição para agradarem a Deus, se afastando de outros povos e de seus inúmeros deuses.

A grande preocupação de Esdras, o sacerdote, foi com os casamentos mistos, por isto determinou que os judeus despedissem suas mulheres estrangeiras (Ed 10), pois não tinham a mesma fé e o mesmo Deus (II Co 6.14; Jo 3.19-21).

Isto não caracterizava um conflito racial, mas sim uma preocupação teológica (10.28). A união com outros povos abria as portas para a idolatria e para o maldoso sincretismo disfarçado. Apartando destes povos, os judeus, ficavam livres de seus costumes pagãos. O resultado desta atitude foi o despertamento espiritual de todos.

continua...

Por: Ailton da Silva - 11 anos (Ide por todo mundo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário