Apresentação da lição em power point

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Plano de aula e resumo da lição 4


Introdução:
Os veículos de comunicação, a TV (mesmo com a chamada “censura” de conteúdo e horários) e Internet (sem censura nenhuma) e outros meios são os maiores responsáveis pela disseminação das artes divinatórias (artistas da adivinhação). Esta prática, na verdade, não esclarece e nem sana a dúvidas, pelo contrário, sua função é confundir ainda mais os leigos no assunto, além de mesclar os inúmeros pensamentos e doutrinas existentes, proporcionando um mal maior na mente dos pseudos conhecedores ou seguidores destes ensinamentos. É o chamado “se não posso com o inimigo junto-me a ele”, pois nesta mistura encontramos inclusas todas e quaisquer práticas espirituais, seja ela impura ou pura, inclusive a Profecia, revelada, de natureza Divina, a que exorta, edifica e consola o homem.

Toda esta miscelânea, que chamaremos de misticismo, servirá justamente para afastar o homem do caminho da salvação, pois o leva a acreditar em suas próprias forças ou então ficar totalmente dependente de outros, sem mencionarmos a cauterização das mentes.


I – Avaliação da profecia
1) Bem antes de entrarem em Canaã, Deus alertou Israel sobre as diversas abominações praticadas pelos cananeus e também deixou claro que não deixaria seu povo órfão de um líder, pois prometeu um sucessor, um novo profeta que os guiariam fisicamente e espiritualmente em terras cananéias.

A intenção de Deus era prevenir seu povo quanto ao aparecimento dos embusteiros (enganadores ou os que armam ciladas, emboscadas espirituais), que se misturariam com os israelitas com o intuito de contaminarem com suas abominações.

A grande preocupação Divina era darem crédito a estas abominações, pois se tratava de arte divinatória e a chance das previsões dos embusteiros se concretizar era grande, era um tiro no escuro, errariam muito, mas acertariam em alguns casos.

Isto nos prova que o acerto, confirmação, concretização da previsão (dos embusteiros) ou profecias (Igreja) não são necessariamente garantias que determinada previsão ou profecia tiveram inspiração ou origem Divina.

O certo é que a profecia não pode negar a Divindade de Cristo, nem promover a imoralidade e idolatria e nem tampouco ser fruto do uso de mecanismos divinatórios envolvendo adivinhadores, médiuns e feiticeiros, pois ela é o lastro que garante a autenticidade da Palavra, já que boa parte da Bíblia contém um farto material profético revelado e cumprido.

Este foi o meio que Deus utilizou para continuar falando com o seu povo, mesmo após a queda com o pecado original. Abraão, Isaque, Jacó, José, Moisés, os grandes Juízes e os inúmeros reis foram testemunhas das várias promessas Divinas que se cumpriram em suas vidas, não necessariamente no tempo de cada um, respectivamente, mas sim no futuro, com outras gerações.

No Novo Testamento, a profecia, tem a função de exortar, edificar e consolar a Igreja, mas no Antigo podemos enxergar outros atributos:

• Proclamar a vontade de Deus – Jr 30”30;
• Declarar os juízos de Deus – Ez 30”2;
• Revelar a santidade de Deus – Jr 25”30;
• Mostrar o grande amor de Deus – Ez 33”11

2) Como identificar a fonte do milagre?
Em regra, os profetas levantados por Deus no Antigo Testamento, jamais incitaram o povo a seguirem outros deuses, pelo contrário, lutaram incansavelmente contra a idolatria, tanto no período monárquico agregado quanto no dividido. Podemos afirmar que é impossível que um profeta entregue algo que seja contrário a Palavra de Deus.

3) Deus usa o falso profeta para provar os seus servos
Por Jesus somos autorizados a analisarmos o conhecimento e conteúdo do profeta, pregador, milagreiro ou até mesmo dos embusteiros do mundo moderno, desta forma podemos identificar a origem de sua palavra, ou seja, ainda que tal profeta faça descer fogo do céu de forma a impressionar a todos, ele deve ser ignorado caso demonstre desacordo com Palavra, pois fogo que contraria Deus é fogo estranho.


II – Práticas divinatórias
Muitas práticas divinatórias eram comuns entre os cananeus, por isso Israel fora alertado, para que não caísse neste mundo de engano, repulsivo e infame de idolatria e demonismo, pois utilizar-se destes métodos ou mandigas para prever o futuro é contrariar a Palavra e afrontar a Deus.

Métodos de adivinhação
•Abacomancia - através de um ábaco.
•Actinomancia -através das irradiações das estrelas.
•Acutomancia - através das formas ou desenhos de agulhas
•Aeromancia - através dos ventos e das nuvens.
•Agalmatomancia - através de estátuas de deuses.
•Agromancia - através dos aspectos de um campo.
•Ailuromancia - através de gatos e outros felinos.
•Alectoromancia - através movimento das aves.
•Aleuromancia - através dos biscoitos da sorte.
•Alfitomancia - através de invocações obscuras.
•Alomancia - através do sal.
•Amniomancia - através da membrana que envolve o bebe.
•Antracomancia - através de carvão incandescente.
•Antropomancia - pelo coração de pessoas sacrificada.
•Apantomancia - através de encontros com animais.
•Aquileomancia - através de varetas de aquilégia.
•Aracnomancia - através da teia de aranha.
•Aritmancia - pelos números e letras do alfabeto.
•Armomancia - através da inspeção de omoplatas.
•Aspidomancia - através de um demônio.
•Astragalomancia - através de fosfóros ou dados.
•Astrologia - pelos corpos celestes.
•Astromancia - através dos astros.
•áugurio - pelo vôo dos pássaros.
•Austromancia - através de nuvens ou do vento.
•Axinomancia - através do azeviche fundido.
•Belomancia - através de como as flechas ficam cravadas.
•Bibliomancia - através de livros abertos ao acaso.
•Botanomancia - através das cinzas e folhagem das árvores.
•Brizomancia - através dos sonhos.
•Cafeomancia - através da interpretação da borra do café.
•Caomancia - através de imagens aéreas.
•Capnomancia - através da fumaça lançada ao vento.
•Capnomancia - através de queima de determinadas ervas.
•Cartomancia - através das cartas de baralho ou tarô.
•Catroptomancia - através de espelhos.
•Causinomancia - através do fogo.
•Ceromancia - através da cera derretida da vela.
•chronomancia - pelo tempo, dia propício/dia não propício.
•Cleifomancia - através do movimento da chave.
•Cleromancia - através do lançamento de dados.
•Craniomancia - através das inclinações de um cranio.
•Crimomancia - através do movimento das pérolas.
•Criptomancia - através cozimento de massa.
•Cristalomancia - através de bola de cristal.
•Crivomancia - através da peneira.
•Cromniomanica - através de cebolas.
•cybermancia - por computadores.
•Dactilomancia - através de um anel de ouro.
•Dactilomancia - através do anel do consultante.
•Dafnomancia - através da queima de ramos de louro.
•Datilomancia - através do formato dos dedos.
•Demonomancia - através da invocação de um demônio.
•Dendromancia - através de troncos e arbustos.
•Enomancia - através da cor e da textura de um vinho.
•Eolomancia - através das nuvens e no vento.
•Eromancia - através de um copo de água.
•Escapulomancia - através de ossos de animais.
•Esticomancia - através da página de um livro.
•Estolisomancia - através da maneira de vestir.
•extispicy - pelas entranhas dos animais.
•feng shui - pela harmonia na terra.
•Filodoromancia - através de pétalas.
•Gastromancia - através da ventríloquia.
•gastromancia - por bola de cristal.
•Geomancia - através dos pontos vitais da terra.
•Giromancia - através da seqüência de tombos.
•Glossomancia - através do formato da língua.
•Halomancia - através do desenho de sol.
•Hariolomancia - através de idosos.
•Hepatomancia - através do fígado de animais.
•Heteromancia - através a forma do vôo das aves.
•Hidromancia - através da água.
•Hieromancia - através das entranhas de animais.
•Hipomancia - através do som do cavalgar de cavalos.
•I Ching adivinhação - pelo I Ching.
•Ictiomancia - através dos peixes.
•Lacomancia - através da interpretação dos dados.
•Lampadomancia - através de raios e trovões.
•Lecanomancia - através de pedras preciosas.
•Libanomancia - através da fumaça.
•Licnomancia - através de figuras refletidas pela luz.
•Litomancia - através de pedras lanças á uma luz.
•Melanomancia - através das manchas na pele.
•Miomancia - através de ratos e ratazanas.
•Molibdomancia - através do chumbo sendo fundido.
•Necromancia - através dos mortos.
•Nefelomancia - através do formato das nuvens.
•Nigromancia - através dos mortos.
•Nominomancia - através da primeira letra do nome.
•numerologia - pelos números.
•Oculomancia - através dos olhos.
•Ofiomancia - através das serpentes.
•Oinomancia - através do vinho.
•Onfalomancia - através do número de filhos.
•Onicomancia - através de desenhos feitos de azeite.
•Oniromancia - através dos sonhos.
•Onomatomancia - através do significado de um nome.
•Oomancia - através do rompimento da casca de um ovo.
•Ornitomancia - através do canto e do voo de aves.
•Ouija - Tabuleiro ou tábua de adivinhação.
•Ovomancia - através do rompimento da casca do ovo.
•Partenomancia - revelar virgindade de mulher pelo olhar.
•Pegomancia - pelo tempo que o fogo leva para queimar.
•Piromancia - através do fogo.
•Podomancia - pela leitura dos pés ou dos artelhos.
•Psicomancia - através da comunicação com os mortos.
•Quiromancia - pela palma da mão.
•Rabdomancia - através de uma varinha mágica.
•Rapsodomancia - através das tiragens de um poeta.
•rhabdomancy - através de bastões
•rúnico mágica/Adivinhação rúnica - por runas.
•Salimancia - através de figuras feitas de sal.
•Selenomancia - através do movimentos da lua.
•taromancia: usando cartas de tarot.
•Tefromancia - pelas cinzas de animais sacrificados.
•Teimancia - através das folhas de chá.
•Teomancia - através da inspiração divina.
•Tiromancia - através de um queijo.
•Uromancia - através da urina.
•Xilomancia - através de um graveto de madeira.
•Zoomancia - através do apetite e movimento dos animais.

III – A necessidade da profecia bíblica
A profecia é a voz de Deus na terra e sempre foi possível, ao homem, ouvi-la, mesmo nos momentos em que imaginava estar sozinho, pelos seus erros. A verdade é que Deus nunca deixou de se comunicar com sua criatura, fosse qual momento fosse, sempre Ele este fazendo uso de seus instrumentos, patriarcas, reis, sacerdotes, profetas e na falta destes usou um jumento.


Conclusão
O único objetivo dos praticantes das artes divinatórias é afrontar a Palavra de Deus para levar o povo à ruína, ao descrédito e ao desvio do caminho certo da salvação.

Fonte:
Bap
http://pt.wikipedia.org/wiki/Divina%C3%A7%C3%A3o
http://www.ebdweb.com.br/category/licoes/2010/3%c2%ba-trim-10/

Nenhum comentário:

Postar um comentário