Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

quarta-feira, 14 de março de 2012

Posso ou não posso?


O amigo de Lázaro (amigos sempre estão longe e os vizinhos perto, cfe Jo 9.8-13), demorou para atender ao seu chamado e isto foi necessário para que, tanto ele, quanto suas irmãs murmurassem, reclamassem ou duvidassem da consideração de Jesus por eles.

- "Onde está Jesus, que até agora não veio? Assim que Ele chegar eu jogarei isto na cara dele!" Elas fizeram isto: "Se o Senhor estivesse aqui o nosso irmão não teria morrido". 

Lázaro poderia ter dito:

- "Eu não posso ficar doente, sirvo e temo a Deus, não aceito esta doença. Não quero sofrer. Eu determino a cura, agora!

Suas irmãs, no embalo diriam:

- Não aceitamos a doença de nosso irmão. Decretamos a cura. Ele não pode morrer.

Muitos dizem hoje:

- "Não aceitamos esta situação, não preciso permanecer nestas condições. Não quero morrer, não quero ser enfaixado, não quero descer ao túmulo. Não! 

JESUS NÃO É O GÊNIO DA LÂMPADA!

O gênio, que de gênio não tem nada, aliás ele não tem nada, não é nada, sequer existe, sempre aparece quando é chamado e prontamente concede 3 desejos ao seu "amo", mas com Jesus a história é bem diferente. Ele sabe o momento e a hora de agir em nossas vidas, pois conhece os nossos limites. Ele sabe que somos pó.

As irmãs de Lázaro desejavam ardentemente a visita de Jesus, para que a saúde de seu irmão fosse restabelecida, mas Ele não foi, pois ainda não era a hora do milagre maior. Então Lázaro não tinha para onde correr. Doença, sofrimento, morte e por fim a ressurreição.

Como assim:
a) não posso sofrer?
b) não posso chorar?
c) não posso adoecer?
d) não posso padecer necessidades;
e) não posso morrer.

Alias, a única forma da Glória de Deus se manifestar em nossas vidas é diante destas adversidades, ou estou errado? Se Jesus tivesse atendido o chamado logo de início, apenas os vizinhos teriam visto a cura, mas por entender que as irmãs suportavam um pouco mais, Ele retardou sua ida e assim todos os povos, tribos, raças e nações tiveram acesso a esta história.

"Não te disse que, se creres, verás a Glória de Deus"

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário