Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

domingo, 24 de junho de 2012

Lição 13 - pós aula


Apocalipse, pouco revelado, a maioria dos assuntos e eventos estão em oculto, mas isto não tira o fascínio que provoca na humanidade;

A grande verdade é que o assunto que mais fascina o mundo não está mais fascinando a igreja. Será que a igreja já sabe tudo, sabe demais e não tem mais nada para aprender?

A revelação para João foi mais ou menos assim: “João, veja, escreva e tchau”. Não teve repetição e tampouco tempo para preparação ou perguntas;

Pela relevância e importância do assunto, Deus deveria ter repetido várias vezes. Esta didática divina certamente não poderia ser aplicada nos dias hoje, pois como temos pessoas distraídas na igreja. Qual foi a mensagem? Qual foi o hino? Qual foi a leitura inicial?

Esta ouvi ao final da aula. Esteve aqui na região um RENOMADO ENSINADOR que em conversa com um casal de irmãos, que havia perdido a filha recentemente em uma trágica doença, disse a eles:
  • A sua filha voltará e ficará 40 dias com vocês, e blá, blá, blá;
  •  “Nunca lestes? A Jerusalém que foi, que é e que há de vir” (ai, ai, ai);
  • 40 dias antes do arrebatamento voltará um povo na terra que pregará, pois a intenção de Deus é ter mais gente no céu do que no inferno, imagina que Deus perderá para o diabo”. Estes pregadores se utilização da contagem regressiva para anunciar o arrebatamento. Faltam “x” dias para o arrebatamento e assim pregarão até que o evento aconteça.

Não creio que os 12.000 estádios seja realmente a medida da cidade santa. Opinião minha;

Os discípulos estavam com Jesus, mas ainda não estavam preparados, tanto que esperavam pela restauração do reino material (At 1.6), imaginavam um mais importante que o outro (Lc 9.46), foi quando Jesus disse a eles: “NÃO SE TURBE O VOSSO CORAÇÃO [...] NA CASA DE MEU PAI HÁ MUITAS MORADAS”. Pronto, isto foi o suficiente para que sossegassem, mas com isto Jesus aguçou nossa ansiedade pelas moradas eternas;

Esta foi uma intervenção providencial de uma aluna: “Como será o nosso comportamento e a nossa relação com os santos do A.T? E com aqueles que nunca viram um computador ou celular? Como será o nosso linguajar? TUDO será novo, linguagem, cultura, etc;

Esta também é digna de registro. Imaginem a cena. Um pregador ao iniciar a mensagem olha para o pastor da igreja e diz: “Fulano, tú és um grande construtor, reformador de igrejas, muitos te invejam. Quando Deus arrebatar a sua igreja (a igreja dele, do pastor), te colocará como reformador das portas da cidade santa”. O irmão que nos contou, que presenciou esta cena, não se conformava em repetir esta história, heresia pura. Imagine que Deus dividirá a sua glória, reformar a cidade, que já está pronta. Eu não estava neste dia, mas outro Evangelista confirmou, meu Deus;

Ah! Este apocalipse com o seus vais e vens, fascinante;

ATENÇÃO! MERCADEJADORES DA PALAVRA: As pedras preciosas, o ouro e o jaspe da cidade santa não podem ser comercializados;

ATENÇÃO! VENDEDORES DE FACILIDADE: O interesse de vocês é no ouro, jaspe, cristal, nas pedras preciosas ou na eternidade?

ATENÇÃO! Para a cotação do grama do ouro na Nova Jerusalém, segundo dados da BOVCÉU;

“Os olhos nunca viram? O ouvido nunca ouviu? O coração nunca sentiu? Mas João viu, ouviu e sentiu! Somente não conseguiu descrever, colocar no papel! Ficou de boca aberta;

Onde estará o Éden nesta história? Será que faz parte do grande complexo? É parte integrante da Nova Jerusalém? Porque não foi tudo revelado?

Se tudo tivesse sido revelado, as características da cidade, todo o plano de Deus, certamente o fascínio não seria o mesmo;

Como ficam estes que dizem que já foram na cidade e no inferno e descrevem perfeitamente com riquezas de detalhes? Será que estavam em melhores condições que João?

Eis o recado de João para a igreja moderna: “Se contentem com este pouco que escrevi. Eu sei que ficou muitas duvidas, me perdoe, mas foi o melhor que pude fazer, se fossem vocês, certamente teria acontecido o mesmo”;

Escolha uma das opções abaixo (somente um)
(  ) quero voltar para o Éden (passado)
(  ) quero ficar na terra (presente)
(  ) quero morar na Nova Jerusalém (futuro)

De um lado estará Israel e os gentios convertidos na grande tribulação (vivos) e do outros os que participaram da 1ª ressurreição (os que morreram e ressuscitaram – Ap 20.4) e entre eles, ou sabe-se lá onde, estará a igreja (com trânsito livre?) e acima de todos estará a Nova Jerusalém? Que ambiente é este? Ainda haverá espaço para rebelião? Meu Deus, o homem não tem jeito mesmo;

Como se dará a entrada de todos estes citados acima na Nova Jerusalém? Uma nova transformação? Morte? Ap 22.2, nações curadas?

A cidade que desce do céu da “parte de Deus”. Descerá assim como Jesus desceu para socorrer a humanidade (Jo 3.13);

A praça é de ouro puro, lugar ideal para aprendermos mais de Deus, assim como os judeus fizeram após o termino da reconstrução dos muros da cidade (Ne 8.1). Eles pediram, imploraram pela leitura da lei na praça;

Será que reconheceremos uns aos outros ou sentiremos falta de alguns na Nova Jerusalém? Meu pensamento é que se reconhecermos, ficaremos felizes. Se não reconhecermos ou se dermos falta de alguém,  não ficaremos tristes e tampouco choraremos, pois ali não haverá choro, lagrimas e tristeza. O mesmo não podemos dizer sobre os que estarão nas moradas infernais. Eu creio que eles se lembrarão de tudo;

Abraão, pé na terra e pensamento no céu, assim como na igreja? Hoje, uns estão com pensamento na terra e o pé no céu (pelo menos imaginam). Outros estão com pé na terra e sem pensamento. Alguns estão pensando no céu e não estão na terra e outra parcela não tem pé e tampouco pensamento;

Estado perfeito somente na nova Jerusalém. No milênio a administração será perfeita, mas não podemos dizer o mesmo da reação do homem;

Enfim na Nova Jerusalém não terá o disse me disse, haverá paz, tranqüilidade a mor perfeito, por isto que creio que esta cidade não é símbolo da igreja, ela é real, pois aqui de vem em quando acontecem alguns desencontros entre um e outro irmãos, um disse me disse, um olhar torto, um encontrão no corredor, alguns pescoções entre outros eventos que conhecemos muito bem.


Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário