sábado, 20 de março de 2021

Angelologia - aula 2



II – A CRIAÇÃO

1) A CRIAÇÃO DAS COISAS ESPIRITUAIS

Os anjos foram criados bem antes do mundo material (Jó 38.1–7), porém a época não é indicada com precisão, provavelmente tenha sido junto ou após a criação dos céus (Gn 1.1) e antes da criação da Terra.

 

2) A CRIAÇÃO DAS COISAS MATERIAIS

O universo corresponde a criação de tudo o que se conhece no plano material e sua extensão nos dá uma visão da grandeza de Deus.

 

3) A CRIAÇÃO DA VIDA SOBRE A TERRA

Deus formou o homem, combinando o material com o imaterial, ou seja, o homem é um ser espiritual e material.

 

4) A REALIDADE DOS ANJOS

Os anjos exercem atividades espirituais importantes e as cumprem dentro dos limites que Deus instituiu. Eles estiveram presentes na obra da criação do mundo físico (Jó 38.6,7) e também no momento que Deus entregou a Moisés as tábuas da Lei (Hb 2.2). Também se manifestarem no nascimento (Lc 2.13), ressurreição e na ascensão de Cristo (At 1.10) e no deserto durante a tentação (Mt 4.1).

 

Os anjos são seres espirituais e morais, falam, pensam, sentem e decidem, mas não se apossam de corpos humanos para se manifestarem, apenas tomam a forma conhecida de humanos (1 Co 15.40-44), diferente dos anjos caídos da Graça de Deus que para se manifestarem se apossam de corpos de pessoas vivas ou de animais.

 

5) ANJOS BONS E MAUS

Deus não classificou os anjos como bons ou maus durante a criação, pois foram criados no mesmo nível de justiça, bondade e santidade (2 Pe 2.4; Jd 5,6). Esta classificação aconteceu devido a liberdade de escolha consciente a que estavam sujeitos. Esse foi justamente o motivo da queda de Lúcifer (Is 14.12-16; Ez 28.12-19).

 

Os anjos pecaram contra o Criador (2 Pe 2.4; Jd 6; Jó 4.18-21), porém os que não seguiram o caminho de Lúcifer foram exaltados e confirmados na posição celestial e para sempre estarão contemplando a Glória de Deus e executando sua vontade (1 Tm 5.21; Mt 18.10).

 

6) A HABITAÇÃO DOS ANJOS

Os anjos estão organizados em milícias espirituais e povoam os céus, distribuídos em distintas ordens e graus (Lc 2.13; Mt 26.53).

 

7) O NÚMERO DE ANJOS

A quantidade de anjos sempre foi incontável. Não aumentam, não diminuem, não procriam, são assexuados e foram criados de uma única vez por Deus (Mc 12.25).

 

É mencionada na Bíblia a expressão "milhares de milhares", "multidão dos exércitos celestiais", "muitos milhares de anjos" (Sl 148.2-5; Ap 5.11; Dn 7.10; Dt 33.2; Hb 12.22; Lc 2.13), por isto é impossível determinar o número exato de anjos.


Fonte: Apostila Curso Básico de Teologia do SETEM – Seminário Teológico Manancial. Elaboração: Pb. Ailton da Silva


Por: Ailton da Silva - 11 anos (Ide por todo mundo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário