quarta-feira, 31 de março de 2021

Bibliologia - aula 1

1) CONCEITO

Bibliologia, do grego biblon (livro) e logos (estudo, discurso, raciocínio), é o estudo aplicado da Bíblia, desde a forma como foi escrita, preservada e como se deu sua inspiração. A matéria nos auxilia a desvendar a Palavra de Deus. É indispensável para qualquer outra área da Teologia.

 

2) O QUE É A BÍBLIA

A Bíblia é a revelação de Deus ao homem, tendo o próprio Deus como autor, o Espírito Santo como seu interprete e Jesus como tema principal.

 

"A Bíblia, é Deus falando ao homem; é Deus falando através do homem; é Deus falando como homem; é Deus falando a favor do homem; mas é sempre Deus falando!" (anônimo).

 

3) O CARÁTER DA BÍBLIA

  • Um livro humano – de origem Divina;
  • Livro singular, o mais antigos do mundo;
  • O livro mais traduzido, mais citado e mais publicado;
  • O bestseller mundial por excelência;
  • Produto do mundo oriental antigo que moldou o mundo ocidental;
  • Queimada por muitos tiranos, mas reverenciada pelos crentes;
  • Tem exercido influência sobre a humanidade ao longo da história.

 

4) A INSPIRAÇÃO DA BÍBLIA

A característica mais importante da Bíblia não é sua estrutura ou forma, mas sim a sua inspiração. Não se trata de inspiração poética e sim de autoridade divina, literalmente "soprada por Deus". A própria Bíblia dá testemunho de si mesma em relação à sua inspiração (I Tm 3.16; II Pe 1.21; I Co 2.13).

 

Ao longo da história prevaleceu a ideia ortodoxa de que a Bíblia é a Palavra de Deus. Com o advento do Modernismo, muito passaram a crer que a Bíblia meramente continha a Palavra de Deus. Com a influência do existencialismo contemporâneo, os pensadores neo-ortodoxos têm ensinado que a Bíblia torna-se a Palavra de Deus.

 

5) COMO A BÍBLIA CHEGOU ATÉ NÓS?

Os livros que compõem a Bíblia não caíram do céu. Foram inspirados, escritos, guardados, preservados e estimados para que pudesse chegar a todos os homens. Seria bem mais fácil se a Palavra de Deus tivesse sido escrita, por Ele, nas estrelas. Certamente o homem não encontraria dificuldades para crer. Muitos não aceitam e não creem, justamente pela participação humana e principalmente devido as traduções que ocorreram ao longo da história (traduttore in traditore – tradutor é traidor).


Fonte: Apostila Curso Básico de Teologia do SETEM – Seminário Teológico Manancial. Elaboração: Pb. Ailton da Silva


Por: Ailton da Silva - 11 anos (Ide por todo mundo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário