Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

terça-feira, 19 de julho de 2011

Apocalipse - versículo por versículo - alguns trechos

“Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-poderoso”.
“...O Alfa e o Ômega”. O Alfa é a primeira letra do alfabeto grego, significa: “O primeiro” (Ap 22.13) ou “O princípio” (Ap 21.6). O Ômega é a última letra do alfabeto grego, e significa: “O derradeiro” (Ap 21.13), ou “O último” (Ap 1.17; 2.8; 21.6). Estes títulos são aplicados à pessoa de Cristo Jesus, e apresentam ao mesmo tempo a sua eternidade.


Na língua portuguesa a pessoa de Cristo é representada em cada letra, da seguinte forma:
(A) Advogado, 1 Jo 2.1.
(B) Bispo das vossas almas. 1 Pd 2.25.
(C) Cristo. Lc 2.11.
(D) Deus Forte. Is 9.6.
(E) Emanuel (Deus conosco). Mt 1.23.
(F) Filho de Deus. Jo 1.34.
(G) Governador. Is 55.4.
(H) Homem. 1 Tm 2.5.
(I) Imagem de Deus. Cl 1.15.
(J) Jesus. Mt 1.21.
(L) Leão da tribo de Judá. Ap 5.5.
(M) Maravilhoso. Jz 13.18; Is 9.6.
(N) Nazareno. Mt 2.23.
(O) Ômega. Ap 1.8.
(P) Príncipe da Paz. Is 9.6.
(Q) Querido do Pai. Sl 4.3.
(R) Rei. Mt 2.2; Jo 18.37.
(S) Salvador. Lc 2.11.
(T) Tudo: no sentido de bondade. Cl 3.11.
(U) Ungido. Sl 2.2.
(V) Verbo de Deus. Jo 1.1.
(Z) Zelador da casa de Deus. Jo 2.17.
O (X) é substituído pelo “AMÉM”. Ap 3.14.


Notem-se as sete coisas comuns a todas as sete mensagens:
(a) Todas são dirigidas “ao anjo da igreja”. 2.1, 8, 12, 18; 3.1, 7, 14.
(b) Cada mensagem tem uma descrição abreviada daquele que a envia, tirada da visão de Cristo glorificado, no primeiro capítulo.
(c) Cristo afirma a cada igreja: “Sei”. 2.2, 9, 13, 19; 3.1, 8, 15.
(d) Todas as mensagens têm ou uma palavra de louvor ou censura. 2.4, 9, 14, 20; 3.2, 8-10, 16.
(e) Cristo lembra Sua Vinda e o que há de acontecer conforme a conduta da
própria pessoa, a todas as sete igrejas.
(f) A cada igreja é repetido a frase: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”. 2.7, 11, 17, 29; 3.6, 13, 22.
(g) Cada vez, há promessa explícita, para os vencedores do bom combate da fé: “Jesus diz: O que vencer!”. (Cf. 2.7, 11, 17, 26; 3.5, 12, 21).


(Ad. b): “Quando Israel conquistou a parte velha da cidade de Jerusalém com as ruínas do Templo, em 1967, o velho historiador judeu, Israel Eldad, segundo citações da “Revista Time, teria dito: “Agora estamos no mesmo ponto em que Davi estava, quando libertou Jerusalém das mãos dos jebuseus”. E daquele dia até o momento em que Salomão construiu o Templo passou-se apenas uma geração. Assim também acontecerá conosco”. Recentemente declarou um rabino judeu: “Estamos prestes a ver o grande Templo reconstruído, isto é, o Templo da Grande Tribulação”. E, sendo indagado: Quem o reconstruirá: ele respondeu: o Templo é chamado de “...o Templo de Deus” (Dn 8.11, 14; Mt 24.15; 2Ts 2.4; Ap 11.1), e, evidentemente só os judeus serão autorizados por Deus para sua reconstrução”.


(Ad. c): É sabido hoje que já há projeto em Israel para a construção do novo
Templo. “Desde o dia 7 de junho de 1967 foram realizadas 50 tentativas violentas ou diplomáticas para devolver à posse judia o monte do Templo, onde hoje se encontram as Mesquitas de Omar e EL-Aksa, para que possa ser construído o terceiro Templo. No Knesset há defensores da reconstrução do Templo, tanto entre os radicais como entre os liberais”. A força de atração do monte do Templo judaico torna-se cada vez maior, afirma o deputado liberal Penah.


Já existe uma escola para preparar jovens israelenses da tribo de Levi, instruindo-os nos rituais antigos dos holocaustos. Essa escola chamada de “YESHIVA AVODAS HAKODESH” (coroa dos sacerdotes) foi fundada pelo Rabi Hirsh Ha-Cohem. Foi inaugurada por ocasião da Festa da Dedicação (chanuka), em dezembro de 1970. As informações mais recentes nos dão conta que no Somete, a 430 metros do local do Templo original conforme os cálculos do Dr. A. Kaufmann, descendente de Arão, os “Kohainim” estudam os procedimentos para o novo Templo, e em Jerusalém Romena David Elbaum já está tecendo as vestes de linho dos sacerdotes exatamente conforme as normas.


A organização El Harhasem (monte do Senhor), com sede na nova colônia Shilo, trabalha, em assuntos diferentes à edificação do Templo, em cooperação fraternal com o cristão evangélico Stanley Goldfoot, que com sua organização evangélica igualmente apóia ativamente a reconstrução do futuro Templo”.

Extraído do livro: Apocalipse Versículo por Versículo. Severino Pedro da Silva - CPAD

Por isto que não me canso de dizer: NÃO HÁ DEUS COMO JEOVÁ!

Nenhum comentário:

Postar um comentário