Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Mensagem72 - Enganados pelos olhos, coração e poder

INTRODUÇÃO
Quantos homens de Deus foram enganados pelos olhos, coração e poder durante suas trajetórias? Batalhas foram perdidas, sofrimento em toda a nação, uniões e casamentos mistos que provocaram muito choro. Aquilo que parecia ganho, se tornou perdas irreparáveis. Tudo isto poderia ser evitado se dessem ouvidos a pessoas certas ou se não aceitassem conselhos errados. O certo é que pelo erro de uns, que pensaram que os outros não seriam atingidos, muitos pagaram, sofreram e até mesmo morreram.

1) ENGANADOS PELOS OLHOS:
a) Acã, olho gordo (Js 7.1-26):
Israel conheceu sua primeira derrota vergonhosa e Josué não se conformou com aquela situação (7.6-9). Buscou e recebeu a resposta, mas Deus contou somente o “milagre” e não o “santo” (7.11).

Depois revelou a trilha do erro, pois o pecado estava em uma das tribos, em uma das famílias e em um homem (7.14), mas a ação para descobrir o culpado deveria ser de Josué (7.15). Lançaram sorte sobre as tribos e caiu sobre Judá (7.16), depois separaram a família de Zerá (7.17) até chegarem a Zabdi (7.18), para então encontrarem oulcpado pela derrota, Acã (7.18). Não adianta esconder, pois Deus trilha o caminho certo para revelar o erro (Mt 10.26).

b) A confissão:
Acã, ao ser revelado, imaginou que seu erro seria perdoado se somente desse “glória ao Senhor”, confessando publicamente seu erro e devolvendo, posteriormente e envergonhado, os objetos escondidos, produtos de furto.

A capa, a prata, o ouro, as tendas o rebanho, a família, foram apedrejados , queimados a fogo no vale de Acor, que se tornou vale de maldição para os israelitas nunca mais esquecerem, até que o profeta Oséias profetizasse a benção sobre aquele lugar (Os 2.15). Depois Israel pelejou novamente contra a cidade Ai e saiu vitorioso.

c) Os perdedores da história:
  • Uns 3000 homens envergonhados no primeiro round (7.4);
  • 36 que foram feridos pelos homens de Ai;
  • Josué que ficou indignado com aquela vergonhosa derrota (7.9);
  • A tribo de Judá, envergonhada diante das outras pelo erro de um homem (7.17);
  • A família de Zerá e a casa de Zabdi (7.17-18);
  • O ladrão Acã (7.19);
  • A família de Acã (7.24-25).

Outro personagem enganado pela olhos foi o rei Saul que contrariou a vontade de Deus, expressa pela instrumentalidade de Samuel (1 Sm 15.3). Ele não obedeceu totalmente as ordens e preservou o que considerou de melhor do inimigo (15.8). Amaleque, o primeiro povo que se opôs a Israel logo na saída do Egito (Ex 17.8), que naquela ocasião ficaram sabendo que a guerra seria entre eles e Deus (Ex 17.14-16).

Os perdedores neste erro de Saul foram ele próprio, que perdeu o reinado (15.28), ficou atormentado (16.14) e a nação que ficou sem um verdadeiro governante (18.29), que somente procurava ocasião contra Davi e esqueceu dos seus súditos.

2) ENGANADOS PELO CORAÇÃO:
a) 1ª mulher estranha de Sansão (Jz 14.1) – a mulher do 7º dia (14.17):
Na terra dos filisteus, Sansão se afeiçoou a uma mulher filistéia, a primeira, e pediu aos seus pais que a tomassem por mulher a ele. Não havia mulher entre as filhas de seus irmãos? Precisava buscar entre os filisteus (14.3)? Ele queria aquele e ponto final, pois ela agradava os seus olhos. Foi ela que iniciou os seus problemas após a descoberta de seu enigma.

b) 2ª e 3ª mulheres de Sansão
Desceu a Gaza, fortaleza indefesa dos filisteus (cf 16.3) e se envolveu com uma prostituta (16.1). Depois se afeiçoou a Dalila (16.4). O seu tormento, aquela que o fez dormir entre os joelhos para que um outro homem rapasse a sua cabeça (16.19).

c) Eu sou forte – sei o que estou fazendo
Se julgava forte o bastante para suportar a mistura com os filisteus? Matou um leão (14.6), arrancou o portão da cidade fortaleza indefesa de Gaza (16.3), ateou fogo na seara dos filisteus (15.4-5), matou 30 asquelonitas, que não tinham nada a ver com a história (14.19), feriu 1000 homens com uma queixada de jumento (15.15), mas não resistiu aos encantos da mulher do 7º dia, que revelou seu enigma para os convidados. Sua força nos braços não foi párea para os encantos e pedidos femininos (14.17; 16.16-17).

d) Os perdedores da história
  • A família de sua primeira eposa (15.6);
  • A tribo de Judá (15.9-10);
  • Sansão, que perdeu seus olhos (16.21) e sua vida (16.31).

3) ENGANADOS PELO PODER:
a) Davi – o peixe que morreu pela boca (2 Sm 11.1)
O seu exército fez o que ele mandou, foi para a guerra (Sm 11.1), porém ele ficou em Jerusalém e teve uma visão (Sm 11.2), que perturbou sua mente e vida.

Como era a autoridade máxima da nação, mandou chamar a mulher, Bate-Seba, casada com Urias, o heteu, e pecou. Não bastasse isto, mandou chamar o marido, ordenou que ele fosse a sua casa, para a sua esposa, na tentativa de encobrir a paternidade (11.11) da criança que nasceria, mas diante da recusa do fiel soldado, o rei reenviou-o ao combate para ser morto na linha de frente (11.15).

b) Os perdedores da história:
  • Davi, que enfrentou a revolta de Absalão (15.6);
  • Davi diante da vergonha prevista na profecia de Natã (11.12);
  • Davi, quando soube do incesto cometido por Amnon (13.11);
  • Davi, quando soube do assassinato de Amnon, planejado por Absalão (13.29);
  • Davi, ao fugir para proteger Jerusalém do revoltoso Absalão (15.14);
  • Davi, ao ser envergonhado por Absalão, diante dos olhos de todos (16.22);
  • Davi, quando soube da morte de Absalão (18.33);
Ou seja, todos perderam, Davi, filhos e nação.

4) CONCLUSÃO:
Os olhos podem não ser puros (Mt 6.23; I Jo 2.16), o coração pode até condenar (I Jo 3.21) e o poder pode até corromper homens, mas o certo é que podemos ser derrotados por estes instrumentos, antes devemos usá-los a fim de progredirmos, agradarmos a Deus e ansiarmos pela nossa recompensa maior (I Co 2.9; cf Mt 28.18).

Por: Ailton da Silva - Ano IV

Nenhum comentário:

Postar um comentário