Apresentação da lição em power point

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Lição 4 - pós aula (congregação Novo Horizonte)

ABRIR MÃO!
Ah, se Jesus tivesse oportunidade para não se desvencilhar da sua glória divina? Se Ele encarnasse com sua glória, certamente estancaria as dores, sofrimento, tristeza, fingiria durante seu sacrifício. Esta ideia era base central do docetismo, heresia difundia na época e combatida pela igreja primitiva (Bíblia de Estudo aplicação pessoal página 1787).

Duvido que muitos hoje não fariam esta opção: “posso até ir, mas quero uma contrapartida, ou uma garantia que não vou sofrer”.

Jesus desceu homem (Jo 3.13) e subiu Deus (At 1.9)? Isto deixou Nicodemos ainda mais confuso. "Ora ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem, que está no céu".

Até no momento da morte, Jesus não se mostrou mais forte e resistente, já que poderia. Ele morreu primeiro que os outros crucificados? Os soldados foram quebrar as pernas dos outros dois e quebraram, de fato, mas a de Jesus não. Ele já estava morto, oh glória!.

Algumas trocas de pastores e dirigentes colocam homens em seus devidos lugares, pó, mas é difícil admitirem, até no último instantes continuam se achando, ordenando, alguém fala para alguns, que não são mais os dirigentes.

Paulo também abriu mão de sua glória. Ele tinha dentro do bolso um titulo que lhe concedia GLORIA HUMANA, mas ele abriu mão. Apanhou calado, chorou, suportou as dores. Ele não usou a cidadania romana para fugir ou para se preservar, muito menos para se autopromover. Revelou depois no outro dia, que não deveria ter apanhado tanto, sem um julgamento digno, porque não disse antes? Em Jerusalém quando previu que estava prestes a sofrer o mesmo, ele gritou: “é vos licito açoitar um romano sem ser condenado” (At 22.25)

ENTRADA TRIUNFAL:
Zacarias 9.9 – o projeto do jumentomovel,

A glória não foi para o jumento, foi para Jesus, só que o jumento achou que era para ele. Tem muitos jumentos pensando o mesmo. 

Alias, creio que o jumento voltou no outro dia para ver se a recepção seria a mesma. Coitado. Tem muitos jumentos voltando no outro dia, pensam que a glória é para eles.

O jumento sentiu a glória de Deus!

O rei de Roma veio ao Brasil e abriu mão de muitos privilégios. Sinal de humildade! Mas não tanto quanto o demonstrado pelo Rei da Glória.

Encarnação foi o maior demonstração de humildade que poderia existir.

MESMO SENTIMENTO
Que haja em nós o mesmo sentimento. Quais que devem existir? E quais existem?

Alguns passam e semeiam, outros chegam e colhem. A glória vai para o segundo ou para o primeiro?

Conheci uma igreja que não saia do lugar, o pastor em idade avançada, tinha somente dois presbíteros, não recebia visitantes, tinha apenas um tocador de violão, os bancos eram tipo aqueles de sítio, sem encosto, o som era de péssima qualidade, não havia congregações (uma em cada bairro), o rádio toca fitas era de péssima qualidade, estragava muitas k7, poucas no circulo de oração, muito menos na mocidade, mas esta foi a única vez que eu contemplei 8 jovens saindo do mundão e aceitando Jesus como Salvador. Eles diziam: “como é gostoso este lugar”. (eu sou um destes 8 jovens).

Alguns reclamavam do pastor, era de idade avançada, reclamavam dos obreiros, da falta de recursos, mas a igreja estava crescendo.

Muitos daqueles presos de Filipos congregaram com Paulo na igreja, assim que saíram da prisão com os alvarás de soltura, pois de outra forma creio que não sairiam. Ora, não fugiram quando viram as portas abertas, se comportaram como verdadeiros salvos em Cristo.

Por: Ailton da Silva - Ano IV - caminhando para o ano V

Nenhum comentário:

Postar um comentário