Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Israel no plano da Salvação

Este foi o tema da EBO 2012, em Prudente. No sábado, de manhã e à tarde esteve ensinando o Pastor Alberto Resende de Várzea Paulista. Segue trecho da mensagem. Ele citou muitos testemunhos que encontramos no livro: Israel, Gogue e o Anticristo, de Abraão de Almeida:

  • As mãos recebem, a boca introduz, a garganta direciona e o estômago processa.
  • Como deve ter sido dolorido para Israel saber que o silêncio de Deus havia sido havia em virtude de seus próprios erros. É muito cruel para o homem este silêncio.
  • A vinda de Jesus foi a última oportunidade para Israel, mas eles não entenderam. Foi também a última prova, caso passassem seriam promovidos.
  • Deus x Noé – relação de obediência
  • Deus x Abraão – relação de confiança, fé.
  • A primeira coisa que Jesus busca na sua criação é o fruto, vide figueira seca.
  • Promessas eternas – sabemos quando foram prometidas, quando se cumprirão, algumas, mas não sabemos quando será o fim.
  • Teologia da substituição: a igreja se iniciou entre os israelitas.
  • Israel e igreja – natureza única do projeto de Deus
  • Se Israel tivesse sido deixado de lado, por Deus, eles teriam sumido, um povo sem atenção e o cuidado de Deus, não duraria muito tempo.
  • Linhagens deletadas do mundo: filisteus, edomitas, amalequitas, cananeus, amonitas, moabitas. Restou somente Israel, mesmo que eles tenham trocado o Deus verdadeiro por deuses estranhos.
  • Porque pregar para os ninivitas, se eles não dariam crédito? Pelo menos saberiam que Deus havia dado a eles a oportunidade.
  • Porque Deus não destruiu Israel? Deus precisava do tronco, mesmo sem galhos, folhas e frutos.
  • Oliveira verdadeira – judeus messiânicos.
  • Oliveira brava – sem valor, enxertado no tronco. Os brotos saem e não produzem frutos dignos de arrependimento e não mais os amargos.
  • Areia do mar – descendência terrestre, filhos de Abraão.
  • Estrelas do céu – descendo espiritual, por isto ele não conseguiu contar. Representava a igreja.
  • Não importa onde um judeu nasça, ele sempre continuará sendo judeu (o tronco).
  • O império romano (com suas investidas e depois Hitler não foram capazes de exterminarem os judeus).
  • Movimento sionista – Israel voltou, ouviu o chamado, mas a terra estava ocupada.
  • Guerra dos 6 dias: para cada soldado e tanque judeu havia 50 do lado inimigo. Em muitas locais de batalhas, quando Israel chegava encontrava somente armas e equipamento. Os soldados inimigos fugiram diante da presença de Deus.
  • Osvaldo Aranha: Deus tem bênçãos para a nação deste homem.
  • Aprendamos a respeitar aquele que está sob a proteção de Deus, Israel. Se não fosse a rejeição deles não teríamos a nossa chance.
  • No Armagedon, Jesus dirá: “Não toque neles, Eu prometi a Abraão que os protegeria”.
  • “A excelência do vaso está no interior e não no exterior”.

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário