terça-feira, 27 de abril de 2021

Dispensação: Governo Humano

DISPENSAÇÃO: GOVERNO HUMANO

ALIANÇA – NOETICA

OBJETIVO: CONSICIENTIZAÇÃO SOBRE A VIOLÊNCIA E MALDADE

 

DESTAQUES:

  • Noé e sua família (positivo).
  • Ninrode (negativo).

 

PROPÓSITOS:

  • Povoar e espalhar-se por toda a terra.
  • Os homens deveriam viver desvinculados da consciência corrompida da dispensação anterior.

 

CIRCUNSTÂNCIAS FAVORÁVEIS:

  • Noé, o guia, tinha 601 anos ao sair da arca. Era uma pessoa com experiência natural e espiritual.
  • Tinha a promessa de Deus que não destruiria a humanidade outra vez por água (Gn 9.13-15).
  • Receberam um novo pacto de Deus (Gênesis 9.9).
  • Tinham o costume de adorar ao Deus verdadeiro. Gênesis 8.20-21.
  • Tinham a completa vontade e liberdade de Deus. Gênesis 9.1-7.
  • Tinham permissão para formar um governo humano e governar-se a si mesmo.
  • Tinham permissão para comerem carne. Adão não tinha permissão para fazê-lo. Ainda que se crer que alguns pecadores no seu tempo o fizeram.
  • Não tinham que obedecer sua consciência doente como anteriormente.
  • Deus deu conselhos sobre assassinatos e como punir o assassino e sobre a ingestão de sangue. O sangue sempre foi precioso aos olhos de Deus e no caso do assassinato, as punições não foram aplicadas sobre Caím na outra dispensação.

 

INÍCIO, TÉRMINO E DURAÇÃO:

  • Do dilúvio a Abraão (Gn 8.15 a 11.9).

 

ELEMENTO ESTRANHO:

  • Desejo do homem em ser adorado e engrandecido.
  • Embriaguez.

 

FRACASSO:

  • Desobedeceram (Gn 11.4)
  • A construção da torre de Babel. Gênesis 10.8-10 se deu durante o governo de Nimrod. Foi construída com o propósito de rebelar-se contra Deus. Era um sinal do orgulho e rebelião, além da adoração destinada ao líder. Começo da confederação do engrandecimento do homem.
  • Em Gn 9.21, lemos sobre a embriaguez, de Noé que nos faz ver que até um homem ricamente abençoado por Deus pode ser vencido por pecados carnais.

 

JUÍZO:

  • Confusão de línguas
  • Cam e seus descendentes foram destinados a ser servos (Gn 11.5-9; 9.25). A maldição caiu sobre Canaã, o filho mais moço de Cão, e não sobre seu pai, e desde então os Cananitas foram adversários do povo de Deus, até serem totalmente extintos da Terra, Is 17.18.

 

SITUAÇÃO DO HOMEM APÓS O FRACASSO:

  • Frente a frente com maldições.
  • Dispersão após a confusão de línguas e criação de pequenos grupos que falavam o mesmo idioma.

 

CURIOSIDADES DA DISPENSAÇÃO:

  • Foi uma aliança incondicional entre Deus e Noé (especificamente) e Deus e a humanidade (em geral). Depois do dilúvio, Deus prometeu à humanidade que nunca mais destruiria toda a vida na Terra com um dilúvio (ver Gênesis capítulo 9). Deus deu o arco-íris como sinal da aliança, a promessa de que toda a terra nunca mais teria um dilúvio e um lembrete de que Deus pode e vai julgar o pecado (2 Pedro 2:5).

 

ALIANÇA:

  • A Aliança Noética (Gn 9.16) estabelece o princípio do governo humano.
  • Confirmação de que o homem seria relacionado à terra, conforme a Aliança Adâmica,Gn8.21.
  • Confirmação da ordem da natureza, Gn 8.22
  • Estabelecimento do governo humano, Gn 9. l -6
  • Garantia de que a Terra não sofreria outro Dilúvio, Gn 8.21; 9.11
  • Declaração profética de que procederia de Cão uma posteridade inferior e serviçal, Gn9.24.25
  • Declaração profética de que haveria uma relação especial entre Jeová e Sem, Gn 9.26.27
  • Declaração profética de que de JAFÉ procederiam as "raças dilatadas", Gn 9.27. Os governos, as ciências e as artes têm provido, geralmente, de descendentes de Jafé; assim a História tem confirmado o exato cumprimento dessas declarações. 
Por: Ailton da Silva - 11 anos (Ide por todo mundo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário