Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Mensagem 64: "Eu irei, mas não agora"!

INTRODUÇÃO
Jesus chamou seus discípulos e antecipou a eles como seria árduo o trabalho deles. De início não se acharam em condições de realizarem tamanha obra, pois ainda não possuíam a estrutura e conhecimento necessários para tal, motivo pelo qual, optaram por permanecer ao lado de Jesus, para aprenderem um pouco mais.

Eles ganhariam muitas almas para o reino de Deus, mas não naquele momento, pois a coragem, ousadia e desejo ardente viriam somente com o derramamento do Espírito Santo.  Por enquanto deveriam aprender, para depois colocarem em prática

A) A CHAMADA:
“Não quero ser o último da lista (Mt 10.1), mas quero aproveitar a benção, mesmo que seja o último a ser chamado (At 1.26)”. Na chamada receberam poder sobre os espíritos imundos, sobre todos os males e para curarem todas as enfermidades (Mt 10.1), mas permaneceram da mesma forma. Faltava algo.

Judas Iscariotes foi o último a ser citado (Mt 10.4) e não aproveitou todo o aprendizado durante o tempo em que ficou ao lado de Jesus. Ele foi trocado por Matias (At 1.26), que aproveitou a oportunidade que lhe caiu sobre o colo, justamente as vésperas do derramamento do Espírito Santo (At 2.1).

B) MISSÃO:
  • Eles não deveriam ir pelo caminho dos gentios e dos samaritanos (Mt 10.5, cf 1 Rs 12.16-25; 2 Rs 17.24-41), aliás não precisou repetir a ordem, mas como poderiam ganhar almas se não tivessem contato com estes povos? Jesus trataria com os gentios e samaritanos, por enquanto somente ele tinha condições para isto (Jo 4; Mt 8.5-13), já que se dependesse dos discípulos, eles queimariam Samaria (Lc 9.54). Apenas Jonas e Naum foram enviados para tratarem com Nínive, ninguém mais (Jn 1.1; Na 1);
  • Deveriam tratar, primeiramente, com as ovelhas perdidas da casa de Israel (Mt 18.11);
  • Curar os enfermos, limpar os leprosos, ressuscitar os mortos, mesmo ainda não conhecendo a origem das enfermidades (Jo 9.2), pois somente tiveram ciência após o aprendizado com Jesus e depois que aprenderam nunca mais esqueceram (At 3.6).
C) 100 OVELHAS DESPREPARADAS (MT 18.12-14).
A ovelha perdida não foi procurada por nenhuma das 99, que ficaram juntas esperando o retorno do pastor, que era o único que tinha condições para tal. De imediato elas careciam de proteção e restauração, para então, depois, preparadas saírem pelos confins da Terra afim de ganharem mais ovelhas para o reino de Deus.

Se algumas destas 99 se enchesse de coragem e saísse do aprisco para buscar a perdida, antes da hora, certamente ficaria perdida com a anterior e sofreria muito. Era preciso esperar o momento certo. O pastor cuidou das 99 e foi atrás da perdida, tal como fizera Jesus, que primeiramente tratou com Israel e depois socorreu alguns gentios.

Quem buscou a perdida foi o pastor e não as 99. Quem primeiro tratou com os gentios foi Jesus e não os discípulos. Paulo, na sua conversão, não tinha condições de ganhar almas, por isto ficou 3 dias na sala de espera para aprender com Jesus e depois com os apóstolos (At 9.9, 19, 28-29)

D) OVELHAS PREPARADAS (AT 2.1).
O derramamento do Espírito Santo foi o sinal da preparação. Eles perceberam e logo colocaram em pratica tudo o aprendizado. Agora tinham condições para ganharem almas, antes não tinham, pois eram apenas 11 discipulos medrosos e uma pequena multidão, mas agora eram verdadeiros ganhadores de alma.

Antes não poderiam andar pelo caminho dos gentios e samaritanos, não eram capazes de ganhar um sequer, mas agora estavam autorizados a correrem Samaria (At 8.5) e os confins da Terra. Eram homens capacitados, preparados:
  • Ovelha de pé (At 2.14), que pregou com autoridade a mensagem da salvação: “Arrependei-vos cada uma”, bem diferente da mensagem de João Batista (Mt 3.7);
  • Ovelhas sem recursos (At 3.6), que conheciam a origem das enfermidades e que colocaram em prática o que aprenderam de Jesus logo na primeira oportunidade;
  • Ovelhas com audição espiritual (At 4.19), que ouviam somente a Deus;
  • Ovelhas que não temiam as conseqüências de seus atos evangelísticos (At 7.58-60);
  • Ovelha que fez parte das 99, que não havia ido antes buscar a perdida, mas que agora tinha condições para cumprir o “ide” e foi (At 8.26-40);
  • Ovelha que ganhou uma multidão de gentios, depois de ficar 3 dias sem comer e ver para não ser contaminado ou iludido (At 9.9).
E) CONCLUSÃO
No ato da chamada não reuniam condições para cumprirem as ordens recebidas, mas após um período de aprendizado e depois que foram cheios do Espírito Santo, se tornaram grandes ganhadores de almas, tanto entre as perdidas da casa de Israel quanto as que estavam entre os samaritanos e gentios.

Por: Ailton da Silva - Ano III

Nenhum comentário:

Postar um comentário