Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

pós aula - lição 2

Esta foi boa: “sem oposição o trabalho não cresce, assim como a luz somente é produzida pela ação do positivo com o negativo (fase e neutro)”. Prova disto foi a igreja primitiva. "O vento espalhou a chama";

1. Neemias estava lidando com novos convertidos, se levarmos em conta a alegria e a disposição com que estavam trabalhando, de coração, para o sucesso da obra;

2. É possível que Neemias tenha visto muitos judeus carregando pedras que eram duas ou mais vezes pesadas que seus corpos, a disposição era tamanha, e os jovens e as mulheres?

3. Seria muito fácil encontrar valentes e corajosos durante a luz do dia, pois o inimigo estava visível, mas o difícil seria nas trevas. Como enfrentar os inimigos na escuridão? Todos em suas casas, enquanto que a cidade estava totalmente desprotegida;

4. A ordem para o retorno foi direcionada para todas as tribos, mas o envolvimento com a Assíria e os temores impediram que as outras dez voltassem, somente Judá e Benjamim voltaram (Bíblia de Aplicação pessoal comentário de Ed 1”5)

5. Notícias de Hanani: povo caído, sacerdotes distantes de Deus, cidade em ruínas, É O FIM DO MUNDO;

6. “deixe a oposição de lado, a minha luta é contra o desânimo”;

7. Reflexão do trimestre: dormimos com as portas de nossas casas abertas? Confiando em nossas próprias forças?

8. Reflexão do trimestre: quantos que abandonam a obra porque outros chegam de longe para trabalhar? “Quem é este copeirozinho ai”? Este copeirozinho era um servo de Deus enviado e quem tem ouvidos ouça o que ele disser;

9. Reflexão do trimestre: tínhamos uma congregação, um salão enorme, que servia para reunião para o culto de ceia da cidade. Durante o restante do mês servia como uma congregaçãozinha que no máximo reunião entre 5 a 10 pessoas por culto. Hoje esta congregação é a sub-sede do nosso setor;

10. Reflexão do trimestre: será que Neemias não poderia ir ordenando assim que chegasse em Jerusalém? Agimos assim, quando somos enviados como representantes?

11. A cidade sem muros permitia a entrada de toda sorte de pessoas, exceto os valentes;

12. Neemias acordou copeiro e dormiu como governador, mas como? Somente porque demonstrou amor por Jerusalém;

13. Se alguém, hoje, pedisse para ser enviado a um lugar para realizar determinada obra? Enviaríamos?

14. Neemias nas suas observações noturnas disse que não havia nenhum animal exceto o que ele estava montando. Ele também não viu nenhum animal racional vigiando a cidade;

15. Que império da terra, da época, desejava tomar Jerusalém? Ninguém queria mais, nem mesmos os moradores;

16. Porque Jerusalém estava na pobreza? Porque não havia sequer ferreiros para fazer enxada. Eles foram levados para a Babilônia para produzirem armas?

17. Durante a viagem ele foi refletindo sobre as suas primeiras atitudes e como encontraria a cidade. Teria que apresentar a vitória, pois a derrota eles já conheciam;

18. Neemias não enxugou a máquina, primeiro observou o que poderia ser aproveitado;

19. Quantas nações zombaram da situação de Jerusalém? Cadê Israel? Onde está o Deus deles? As mesmas nações que zombaram foram aquelas que disseram “grandes coisas fez o Senhor por estes”;

20. A primeira raposa que aparecer, derrubará o muro. Quantos no exercício do ministério já ouviram isto?

21. Dentre os moradores de Jerusalém havia muitos que possuíam as mesmas forças e idéias que Neemias, mas nenhum tomou atitude. O que faltou? Chamada, liderança, dom ministerial?

22. Hanani plantou a semente, a raiz cresceu (para baixo) e agora o crescimento seria com Deus. Durante o crescimento ela ainda tem que escapar das enxadadas do lavrador, mas não acontece nada de mal, pois o lavrador é fiel, nunca erra, Ele é capaz de tirar o mal sem danificar;

23. O inimigo ainda continua usando as mesmas astúcias, não muda nunca. Ele conseguiu fazer com que o rei paralisasse as obras (Ed 4”21), porque a oposição acusou os judeus de traição ao rei. Ele tentou novamente, mas agora Neemias estava vacinado. A estratégia maligna funcionou na primeira vez, agora não, pois temos a revelação da Palavra. Reflexão: “o inimigo pode ter conseguido iludir outros, eu não caio nesta”;

24. Quantos tentaram reconstruir Jerusalém? Eles erraram porque não tiveram a visão de Neemias? Quem sabe eles chegaram já ordenando, levantando recursos e na primeira manifestação de oposição, foram desanimaram. Reflexão: Ao assumirmos algum trabalho já chegamos enxugando a máquina ou primeiro observamos para conhecer o povo?

25. Neemias conseguiu fazer com que o rei mudasse um decreto real, nem mesmo Daniel conseguiu? Teve que ir para a fornalha de fogo;

26. Tríplice função de Neemias: trabalhar, motivar o povo e vigiar.

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário