Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Deus conhece o passado, presente e futuro. Mensagem 53

Introdução:
A criação pecou mas não foi desamparada pelo seu Criador. O medo e as incertezas tomaram conta deles, mas não tinham o que fazer. Deveriam esperar em Deus que faria o correto com eles.

a) Visitas diárias:
Sempre foram prazerosas os encontros diários da criatura com Deus, mas naquele, em especial, estava acontecendo algo diferente, pois o sentimento que brotou nos coração não foi a alegria, o regozijo, muito pelo contrário, foi o pavor, medo e remorso. O único sentimento inexistente, justamente, foi o arrependimento, que também não foi visto fora do paraíso, no episódio que envolveu Caim e Abel.

b) A última visita – instalação da misericórdia:
Seria possível Deus ainda visistar a sua criação, mesmo depois do ocorrido? Ele já sabia de tudo, mas fez questão que o próprio homem declarasse seu erro (Gn 3.11), para então lhe apresentar e instalar a sua misericórdia. O inimigo ficou ao lado, não acreditando em tudo aquilo, seu plano falhou.

c) Como esconder-se de Deus?
Quando ouviram a voz de Deus, temeram, pela situação que se encontravam e porque eles perderam o entendimento que tinham de Deus (II Co 10.5). Até então tudo havia sido bênção, mas naquele momento temeram por uma reação diferente de Deus, diante do erro. O que poderia ser feito?
  • Não deixe Ele saber o que aconteceu. Não tem jeito como, pois Ele conhece o passado;
  • Então não deixe Ele saber o que estamos sentindo agora. Não tem jeito, pois Ele conhece o presente;
  • Não deixe Ele saber que estamos com medo do que pode nos acontecer daqui para frente. Não tem jeito, pois Ele conhece o futuro;
  • Não deixe Ele saber o que estamos com medo. Não tem jeito, pois Ele sonda os corações. Ele é o único que consegue chegar na divisa da carne com a alma e espírito.
 d) Situação do homem após o pecado:
  • Passado – pó (Gn 2.7). E não tem como apagar o nosso passado? Ainda não era a hora, para isto seria necessário a manifestação do Cordeiro de de Deus:
  • Presente – carência (Gn 3.7); E não tem como mudar o presente? Não, temos que colher o que plantamos;
  • Futuro – sofrimento, suor, perdição e certeza do resgate (Gn 3.15). Não tem como mudarmos o nosso futuro? Não.
e) Conclusão:
Adão e Eva eram agraciados com a presença de Deus, mas em um momento de falta de lucidez, deixaram-se levar pelo engano e sedução do Maligno. Não souberam como agir diante daquele momento.

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário