Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

domingo, 15 de julho de 2012

lição 3 - pós aula


O que fazer com o corpo dele? O que aconteceu? Para onde ele foi? Quando voltará? Acordará? Estas foram as indagações de Adão e Eva ao verem o corpo inerte de Abel estendido no chão;

Almas a.h. e almas d.h. (antes e depois do homem). A alma surgiu em virtude e para o homem? Anjos, os caídos, o Pai, o Filho e o Espírito Santo necessitam dela para algo?

As consequências pelo erro não demoraram para aparecer. Adão e Eva sentiram quase que instantaneamente;

O difícil é para qualquer pessoa é: “Daqui há poucos minutos o corpo do falecido não estará mais em nosso meio”;

Quando Paulo disse “o morrer é lucro”, ele sabia muito bem o que estava falando, pois contemplava diariamente a morte de muitos. Em sua mente o morrer era realmente lucro, não estava blefando;

“Coitado, tão novinho, tão bonitinho”. Coitado dos vivos;

Tantos anos se passaram e a humanidade ainda não aprendeu ainda a lidar com a morte. Todos passarão por ela (exceto os arrebatados);

Não adianta congelar o corpo, mais cedo ou mais tarde a morte chegará;

O espírito (Ec 12.7), não resiste ao chamado de Deus. Ele larga a carne na terra e volta para Deus? Todos?

A ciência concorda com a religião quando diz que todos conhecerão a morte, mas a religião não concorda com a ciência, pois haverá um povo que não conhecerá a morte e e isto é totalmente desprezado pela ciência;

Não é função da igreja preparar os crentes para enfrentar a morte ou tampouco os familiares a se portarem em velórios. É função dela preparar para a vida eterna, mostrar o caminho, a verdade e a vida;

Tanto choro, pulos, declarações absurdas, tipo: “vou junto, quero morrer”, mas no outro dia, alguns viúvos, estão no cartório dando o nome para casarem de novo;

Ninguém se prepara para usar muletas, quando elas chegam são usadas com a maior naturalidade, assim também nos portamos com a morte;

Contribuição de um dos alunos, transcreverei com minhas palavras: na ocasião da criação, o homem recebeu o sopro da vida e se tornou alma vivente, ou seja, mudou o seu estado, de estatua, inerte passou a ter vida, já no arrebatamento acontecerá o mesmo, pois de uma hora para outra os “arrebatados” sentirão uma mudança em sua estrutura, diferente do estado que se encontram, os mortos ressuscitarão e os vivos serão transformados. Legal;

Outra contribuição: “No arrebatamento, seremos transformados, e onde ficará o corpo”? A transformação de uma anula a existência do outro. O corpo será transformado e não anexado a outro tipo de , digamos, “matéria”. Nas nuvens estarão os corpos transformados;

O rico e Lázaro: o rico até esqueceu das chagas de Lázaro, não se importava mais com os problemas antigos do feridento (sic). Qualquer coisa seria melhor para ele, até mesmo um toque de um ex-mendigo. Isto pode acontecer com qualquer um de nós, podemos um dia fazer o mesmo pedido a Deus;

Esta também foi boa: “Alma x Assombração: Pedro estava assombrado ao ver Elias e Moisés conversando com Jesus”. Ele se assombrou, ficou admirado e não atemorizado; (Mc 9.6);

Mas quem disse a ele que se tratava de Elias e Moisés? Se fosse hoje, ele não teria dificuldades para identifica-los, haja vista, as “imagens” (não poderia perder esta oportunidade) ou foi Deus que revelou a ele (cfe Mt 16.17);

É obrigação do crente em buscar o conhecimento da e pela Palavra, para não ser enganado por qualquer ventinho de doutrina nova ou velho;

Alma e corpo no inferno? Mateus 10.18. Seriam os mesmo de Apocalipse 20.12? Muito bom;

Ec 12.7, cansamos de ouvir explanação sobre isto em velórios, fosse, ou seja o falecido bom ou ruim, circuncidado ou incircunciso, crente ou descrente, etc. Tudo isto para confortar os vivos, ou realmente todos (os espíritos) voltam para Deus;

Definição de um dos alunos: “todos os espíritos voltam a Deus, para serem julgados ou condenados, respeitando-se o calendário escatológico de Deus”?

Corpo, alma e espírito, é um assunto muito difícil. Temos poucas informações bíblicas e as que temos acabam nos levando a estaca zero, ao ponto de partida, portanto devemos nos contentar com o que está disponível, o restante será um dia revelado a contento;

Aliás, segundo o pastor Carlos Padilha (Pres. Prudente), o correto é: ESPÍRITO, ALMA E CORPO, o menos importante vem por último;

Contribuição de uma das alunas: “As vezes ouvimos algo que machuca nossa alma (dor de alma?) e corpo parece não sentir nada”. Se não tomarmos alguma atitude certamente o corpo sentirá mais cedo ou mais tarde, vide aula anterior, doenças psicossomáticas;

Outra contribuição: “A alegria, indescritível do recebimento do Batismo com o Espírito Santo, talvez seja uma prévia, em pequena escala, da grande alegria que sentiremos ao adentrarmos as mansões celestiais”. Também acho;

O diabo também ceifa? Sem permissão de Deus creio que não, vide história de Jó. Ele não ceifa, pois não plantou, não cuidou e nunca zelou, portanto não tem autorização para entrar na seara do Mestre para colher o que não é dele;

Se tivesse poder para ceifar a torto e direito certamente já teria uma lista com nomes de muitos e sabemos muito bem quem ele mataria primeiro;
Esta foi boa: “Devemos viver todos os dias como se fosse o último. Quem sabe acertaremos, um dia”;

Esta foi um pregador que soltou: “Deus não tem prazer na morte dos ímpios, então o seu prazer reside na morte dos santos, portanto não facilitemos, pois a qualquer momento poderemos alegrar a Deus (com a nossa morte)”;

Adão e Eva foram os únicos que poderiam ter dúvidas em relação a morte, os crentes hodiernos não, pois já temos conhecimento do fim do homem e dos planos de Deus.

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário