sábado, 5 de junho de 2021

Anticristo. A solução material com implicações espirituais! Capítulo 4

Continuação...

B) DEFINIÇÃO TEOLÓGICA:

O inicio de seu governo coincidirá com a Septuagésima Semana de Daniel (Dn 9.27). Este período será marcado pela intensificação pela injustiça, apostasia (II Ts 2.3-7) e pela permissão de Deus, explicita com a retirada do Detentor, que impede, por enquanto, a sua manifestação.

Sua atuação no âmbito mundial será insignificante, no início (cfe Dn 7.8), mas aos poucos se levantará e ganhará espaço[1]. Mostrará o seu ódio a Deus e a Israel, negando tanto o Pai quanto o Filho (I Jo 2.18).

O Anticristo se tornará o representante máximo do Maligno, que concederá o poder do mal para ser usado contra o povo de Deus. Se tornará objeto de adoração e operará falsos milagres (II Ts 2.4,9). Governará o planeta em nome do Maligno e se colocará a sua inteira disposição.

O ápice de seu governo terá a duração de três anos e meio (Ap 13.5) e terá sob seu controle dez reinos (Ap 17.12; Dn 7.24,25; 11.36-45).

É conhecido biblicamente como:

  • A besta que sobe do mar (Ap 13.1);
  • O filho da perdição, o homem do pecado (II Ts 2.3);
  • A besta de cor escarlate (Ap 17.3);
  • A besta (Ap 17.8, 16; 19.19,20; 20.10);
  • O rei, feroz de cara (Dn 8.23);
  • O príncipe que há de vir (Dn 9.26);
  • O rei que fará conforme a sua vontade (Dn 11.36);
  • O homem violento (Is 16.4);
  • O iníquo (2 Ts 2.8);
  • O mentiroso (1 Jo 2.22);
  • O enganador (2 Jo v7);
  • A ponta pequena (Dn 7.8);
  • O que virá em seu próprio nome (Jo 5.43).

Mas com todos estes adjetivos malignos, será capaz de declarar a paz tão sonhada no Oriente Médio. Firmará um acordo com Israel e através do Falso Profeta (a segunda besta) determinará a criação de uma nova religião, uma super Igreja mundial, uma apostasia nunca vista.



[1] Os problemas que o Anticristo resolverá em âmbito global, rapidamente, o elevará diante dos olhos da humanidade.

Por: Ailton da Silva - 11 anos (Ide por todo mundo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário