Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

lição 4 - pós aula

1. O sacrifício de Jesus nos garantiu a maior de todas as bênçãos;

2. Quando não existir mais árvores, frutos, peixes no mar então o homem entenderá que o dinheiro não pode ser comido ou bebido;

3. A plenitude do reino de Deus será a confirmação das promessas de Jesus (Jo 14.1-2);

4. Era fácil cumprir o previsto na Lei (Lc 18.21), o difícil seria fazer o que não estava na Lei (Lc 18.22). Um mandamento novo vos dou. Novo na prática, pois na teoria já conheciam, somente não praticavam;

5. O celeiro ficará na terra, quando a alma for solicitada;

6. Cinco grandes verdades bíblicas (I Tm 6.7-10):
• Nada trouxemos e nada levaremos;
• Se contentem com vestuário e alimento;
• Os que desejam riquezas caem em tentação;
• O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males;
• Mas tú homem de Deus foge destas coisas e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor a constância e a mansidão.

7. Quando morreram o rico e Lázaro foram para o mesmo lugar? Quando vivo o rico não deixava o mendigo comer das migalhas que caiam de sua mesa, somente Jesus deixava (Mt 15.27);

8. Teologia da prosperidade é uma grande arapuca. A isca é espalhada ao redor para que o homem entre e caia na armadilha;

9. Os que frequentam tais igrejas são capazes de: citar 3 nomes de discípulos, reis, profetas ou outros grandes homens de Deus? Recitam pelo menos 1 salmos de cor, ou já leram 1 livro da Bíblia inteiro? Eles enxergam a autenticidade, validade e cumprimento do Antigo Testamento no novo?

10. A igreja primitiva cresceu ouvindo testemunho e ensinamentos de homens que andaram com Jesus, não eram meros comedores de feijões. Como Paulo edificou as igrejas que abriu durante as suas viagens missionárias? Através de suas cartas, verdadeiras pregações, pois a intenção dele era mostrar para todos que o celeiro ficaria após a morte do homem;

11. Riqueza é um obstáculo a mais para a salvação enquanto que a pobreza é uma menos;

12. Ouvi de uma irmã: desejo algo na vida, sei que será bem melhor, tem mais recurso, mas ela deverá ser útil para a obra, caso contrário eu abro mão;

13. Este foi o cenário que Jesus encontrou durante o seu ministério. Homens amantes de si mesmo e da riqueza;

14. João 14, 15, 16 e 17 – promessas de bênçãos espirituais para a igreja;

15. As bênçãos pedidas em nome de Jesus e para a glória do Pai são atendidas;

16. Testemunho de um irmão: dirigia um trabalho cerca de 16 km da cidade e levava os irmãos em uma Brasília. Com o tempo não estava dando mais, pois a cooperação era muita alta (!!!!!!). Ele orou e pediu uma caminhonete, Deus preparou. Com o tempo teve que mudar para uma F-4000, Deus também preparou. A mocidade e circulo de oração dos idos dos anos 90 andaram muito neste caminhãozinho para cooperarmos nos trabalhos (eu estava entre os jovens);

17. Durante seu ministério, Jesus combateu as falhas de Israel registradas no Salmos 82;

18. BBB12 ou mulheres ricas? O que é pior que isto? Depravação, consumismo, etc;

19. Barco e jumento emprestados, o alimento e dinheiro que tinham não davam para alimentar a muito (Mt 15.33), para comer colheram espigas aos sábados e nas propriedades de outros (Mc 2.23 permissão da Lei, pois Ele jamais infringiria a própria Palavra). Como o apóstolo Paulo foi pregar em Roma? Poucos dias, após a sua prisão, sairia um navio de Cesaréia, era somente se apresentar, independente da situação (prisioneiro);

20. Tudo isto que Paulo enfrentou (II Co 11.23-28) se transformou em bênção para nós. Mas teríamos coragem de dizer isto para algum a alguém? "Irmão, a sua prova está servindo de aprendizado para todos nós, continue ensinando pela sua situação"! Glória a Deus! Por isto que Paulo bradou que podia tudo naquele que fortalecia. Ele podia suportar e suportou;

21. Muito do que aconteceu durante o ministério de Jesus foi lembrado pelo Espírito Santo aos apóstolos, provavelmente o fato ocorrido com o jovem rico foi pregado na igreja primitiva. Desta forma os primeiros cristãos entenderam que a materialidade não era assim tão fundamental;

22. A mulher sírio fenícia disse a Jesus que os cachorros comiam das migalhas, então Ele concedeu conforme o pedido dela (Mt 15.28). Ela poderia ter pedido casas, carruagens, emprego, família, roupas etc. Outro exemplo foram os dois cegos de Jericó (Mt 20.29-34), pois somente pediram a visão e não riquezas, emprego, casamento, família etc. Isto foi base para os ensinos de Paulo (I Tm 6.8);

23. O tesouro na terra pode ser atingido e roubado pelo inimigo e nossas almas, mas o tesouro no céu ele não coloca as mãos;

24. O muito ajuntamento tira do homem a espiritualidade e privacidade, pois eu não consigo imaginar um Silvio Santos andando na minha cidade de havaianas e camisetas em um dia calmo da semana;

25. Temos um caso na nossa cidade de um homem que chorava quando pensava na morte, pois sua preocupação era com suas riquezas. Ele morreu e os bens se foram também, acabaram com tudo;

26. Para provarmos que os ensinos da teologia da prosperidade não levam o homem a nada basta fazermos um teste com os membros de tais igrejas. Não precisa ser de conhecimento bíblico, mas pode ser de espiritualidade, santidade, relação e experiência com Deus e compromisso com obra missionária e com as almas (???);

27. Nós podemos até mesmo sermos enganados ou cairmos em alguma cilada, mas é necessário que aprendamos para não errarmos novamente;

28. Prega-se saúde perfeita e prosperidade, mas a casa está na areia afundando;

29. O depositário fiel: nas mãos de Deus o nosso tesouro está bem guardado;

30. Os reis costumavam dar metade do reino (Et 7.2), mas o inimigo ofereceu tudo para Jesus (Mt 4.8). Não possuía nada, pois é mentiroso. Isto prova que ele não valoriza as supostas coisas dele muito menos as do homem;

31. A igreja primitiva recebeu a todos de braços abertos, ricos, pobres e os miseráveis. Esta miscelânea não atrapalhou, pelo contrário, foi essencialmente importante;

32. Os que congregavam diziam; que igreja diferente é esta que não prega o materialismo, que não faz acepção de pessoas, que não divide por camadas, que atende os necessitados e socorre os pobres. Que igreja é esta? (Rm 1.16);

33. Esta igreja mostrou de fé em fé, a justiça de Deus (Rm 1.17);

34. Os apóstolos queriam viver o que estavam pregando: segregação não poderia fazer parte da rotina da igreja;

35. Quando Paulo bateu nas portas dos gentios pedindo doação para os irmãos que estavam passando necessidade, eles ajudaram. Será que ajudariam antes da conversão?

36. Shakespeare disse que não é digno do mel aquele que se afasta da colméia por medo das abelhas. O mesmo Jesus disse que não é digno da obra aquele que tivesse “medo” ou virasse para trás ou aqueles que largassem o arado.

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário