Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Sofisma ou sincretismo religioso, filosófico ou imperialista?

Este assunto é muito tribuloso, mesmo não tendo me aprofundado o bastante (ficamos muito preso a filosofia da educação na faculdade) é legal falar sobre sofisma, apesar de ser meio díficil conceituá-lo.

O império era romano, mas a cultura, tradições, língua, crenças ainda tinha muitos traços dos gregos, o espalho foi geral na região. A mitologia grega foi superior a romana? Rica tanto quanto? Mais trágica possivelmente foi, haja vista às inúmeras histórias, às vezes para assustar o povo, como nos casos de Zeus, Hermes, Narciso e outros tantos que pela tragédia serviram de exemplos para muitas gerações.

A mitologia greco-romana uniram suas forças para impedir o crescimento do evangelho? Seria possivel imaginarmos algumas lendas romanas sendo adaptadas para os gregos? Talvez um simples acontecimento, sem muitos detalhes, pudesse ser enriquecida com o conhecimento grego para dar uma veracidade? Seria possivel? Ou os gregos eram infinitamente superiores aos romanos e a qualquer outra nação quando o assunto era conhecimento, sabedoria e imaginação? Principalmente imaginação!

Em outros casos seria possivel uma união das lendas? Mudando somente o nome dos personagens? Sincretismo filosófico, religioso ou imperialista? Que mistura? Já era difícil acreditar em uma, imagine em duas? Ou então na miscelânea entre as duas culturas?

A intenção da mitologia, seja de que origem fosse, sempre foi manter o controle sobre o povo, de forma a impedir que houvesse o êxodo para outras culturas, ou pior, impediam novas descobertas! A igreja primitiva enfrentou este grande obstáculo. Realmente as conversões seguiam-se uma após outra, movidas pelo poder de Deus, caso contrário seria muito difícil. A oposição e a resistência oferecida pelas mitologias (greco-romana) foram terríveis, mas nada que pudesse impedir o avanço do reino de Deus.

Seria possível exportarmos os nossos lendários casos: chupa-cabras, folclore fálido, inúmeros ets, lendas do mato e urbanas deste Brasil afora para outras partes do mundo.

Ao final o resultado sempre será o mesmo, blá, blá, blá, sofisma, sincretismo religioso, filosófico, imperialista, oportunismo, seja lá o qu for, isto não é capaz de deter o crescimento da igreja ao longo de sua historia.

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário