Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

quinta-feira, 2 de junho de 2011

o descanso nas moradas celestiais, a promoção - parte 2


Regressou à Suécia aos 53 anos, a 15 de agosto de 1932, quando em plena atividade pastoral, no Rio de Janeiro.

Em 29 de junho de 1933, às duas horas e
45 minutos da tarde, partia para as moradas eternas. Seu filho Ivar recorda: "Dois dias antes, ele fora arrebatado. Esteve no céu e viu coisas maravilhosas. Quando voltou, cantou em línguas hinos espirituais, e em seguida disse para minha mãe: ‘Agora eu sei que Jesus vai me levar, agora sei que vou embora para o céu. ‘Dois dias depois ele nos chamou a todos, e se despediu de cada um de nós, nos deu uma palavra, um conselho para cada um especificamente."


Frida, a esposa, assim testemunha sobre a morte de Gunnar Vingren: "...com os braços levantados, exclamou: 'Jesus tu és maravilhoso. Aleluia! Aleluia!"'

fonte: http://admossoro.sites.uol.com.br/historia.html - acesso em 02/06/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário