Presidente Prudente (SP),

Apresentação da lição em power point

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

lição 12 - pós aula

1. Neemias não estava apresentando para Israel nenhum mandamento novo. Apenas estava relembrando o que estava escrito na Lei;

2. Ele apenas contendeu, arrancou os cabelos e espancou alguns, não poderiam reclamar disto, pior seria se Neemias tivesse agido como Moisés, que mandou matar (Nm 25:4), enforcados, quando não seus filhos varavam os infiéis com lanças (Nm 25:7-8).

3. “Não misturem as tribos”. Vocês não conseguirão lidar com este problema. Se entre eles haveria problema imaginem a mistura com outros povos;

4. Todas as vezes que eles se misturavam com outros povos acabam na idolatria;

5. Declaração da conversão de estrangeiro: “o teu povo é o meu povo e o teu Deus é o meu Deus”. Quem atestava esta conversão? Sacerdote, sumo sacerdote ou o próprio Jeová?

6. Adão dormiu solteiro e acordou casado. Casou anestesiado. Este foi o primeiro casamento de Adão e o único. Mesmo com os acontecimentos, pós expulsão, eles continuaram juntos;

7. Se já estava difícil Israel manter a pureza, com 50% judaico e o restante asdoditas, moabitas e amonitas, imaginem quando os filhos destas misturas crescessem e se remisturassem tornando 100% estrangeiros? Não existiria mais Israel?

8. Um pouquinho só de cananeus era necessário para levedar toda a massa de judeus;

9. quem disse que somente noticia ruim corre rápido: Israel ainda estava atravessando o mar Vermelho, estava na metade e reclamando da poeira, e os edomitas, amalequitas, moabitas, amonitas e principalmente os habitantes de Canaã já sabiam da aproximação do povo;

10. A guerra de Israel era somente com os habitantes de Canaã (Dt 7:1), o restante (moabitas, amonitas, edomitas, filisteus, edomitas e outros) não precisavam se preocupar, somente deveriam se defender. Se fosse preciso desviariam o caminho para não arrumarem mais confusão (Nm 20:21, tem hora que não vale a pena enfrentar, é melhor buscar o refrigério de alma). O que acontece com aqueles que se metem na frente do povo de Deus? Mexendo com assunto que não é deles, pois a briga da igreja não é contra o homem, religião, mas sim contra as hostes espirituais, assim como a de Israel não era com as outras nações. O negócio era com os habitantes de Canaã;

11. Todas as nações se armaram esperando Israel. Eles ainda estavam no meio do mar atravessando e a noticia já corria pelas regiões. Israel está chegando;

12. Quando viram as terras do lado oriental do rio Jordão alguns desejaram aquilo como herança, assim como Ló havia escolhido anteriormente (Gn xxx);

13. Israel marchando para Canaã era sinal de restauração da humanidade, mas eles não entenderam isto. Se fossem inteligentes perceberiam isto;

14. Tem momentos na vida que devemos desviar os caminhos para não enfrentarmos o inimigo, levando-se em consideração que o inimigo está na fronteira esperando o nosso primeiro passo;

15. Os moabitas não poderiam entrar na congregação de Israel, mas não eram impedidos de adorarem ao Deus verdadeiro onde estivessem (Rt 1:16). Se pelo tivessem socorrido Israel com pão e água?

16. Quando Israel entrou em Canaã imaginou que seria o seu descanso merecido. Usufruiriam das bençãos de Deus. Em determinados momentos da vida, nos deparamos com esta situação. Limitação do nosso corpo, fases da vida;

17. Como os estrangeiros tinham forças para tirar um judeu do verdadeiro culto e estes não tinham forças para trazer aqueles para a sua congregação? Sombra de coisas futuras? Acontece isto hoje? Porque haveria de acontecer o segundo êxodo? Sair de Israel para entrar no mundo vizinho?

18. Como é fácil fazer negócio com um israelita? Como Davi comprou a eira de Ornã? O comprador interessado na terra viu um anjo com a espada, o vendedor também, tanto que este resolveu dar de graça aquelas terras, mas o comprador não aceitou, pediu um preço. Se o anjo não tivesse aparecido, o negocio teria saído?

19. Se Salomão resgatasse somente um pouco de sua história compreenderia os malefícios do casamento misto? Sua mãe, havia casado com o heteu Urias, que foi morto por ordem de Davi. A criança, fruto da relação, morreu. O pai já havia sofrido com esta questão e ele não percebeu;

20. Da mesma forma que os estrangeiros tinham o direito de adorarem a Deus, em sua ignorância, nos temos hoje, pelo sangue de Jesus;

21. O pecado matou muitos de Israel no deserto. Muitos, hoje, entram e saem da igreja e culpam um ou outro, mas na verdade o próprio culpados são eles. Quantas vezes Israel culpou Deus, Moisés e desejaram a volta para o Egito. A igreja não é instituição santa, zelada e cuidada por Deus;

22. A missão de Israel quando chegasse em Canaã era eliminem os habitantes, jamais deveriam se misturar a eles;

23. Os filisteus imaginavam que estivessem profanando a arca do concerto de Israel, mas na verdade era ela que estava desmoralizando o templo de Dagom. Cabeça e mãos cortadas. Deus impede a maquinação e ação, inimigo sem cabeça para planejar e sem mãos para executar. “Nenhuma ferramenta preparada (maquinação) prosperará (ação);

24. Será que as moabitas e amonitas eram pagas para se casarem com judeus? Ou realmente elas também eram fascinadas por eles? Não tinha homens nas terras de moabe e amom para elas? Da mesma forma, não havia mulheres para os judeus?

25. O ocorrido com o rei Salomão foi uma sombra do que aconteceu com o ladrão, que creu, na cruz do Calvário. No último instante abraçou a salvação;

26. Eles deveriam dar graças a Deus por Neemias não reunir os levitas e dar fim em meio mundo judaico da época. Exemplo para isto ele teria (Nm 25:xx)

27. Neemias demonstrou autoridade quando ordenava o povo para trabalharem, reconstruírem, reunirem-se para festas, para leitura da lei, cortejos e quando também ordenou que despedissem as mulheres;

28. As mães estrangeiras influenciavam mais que os pais judeus? Inversão de valores judaicos? O negócio já começava errado e não percebiam?

29. Hoje temos cultos para todos os gostos? Ebd, tarde da benção, de ensino, de jovens e círculo de oração, de missão, campanhas semanais,
30. um testemunho de uma das irmãs: Quando estava solteira ela pedia a Deus um esposo crente, que gostasse de evangelismo, de entregar folhetos, fiel a Deus, porque tinha certeza que um com outro perfil daria certo. Conheceu o marido durante evangelização e hoje ele é um dirigente de umas das nossas congregações;

31. Israel cometeu o mesmo erro dos povos que encontrou durante a sua caminhada em direção à Canaã. Os judeus viram a salvação andando em seu território, mas não reconheceram e aceitaram, antes fizeram oposição e tentaram eliminar. Eles não entenderam que Jesus era a salvação deles, da mesma forma que os vizinhos não entenderam que aquele povo estava caminhando para cumprimento do plano de restauração da humanidade.

32. uma pergunta interessantíssima de uma irmã, ao final da aula: “É certo dizermos que estamos indo para Canaã celestial?. Que volta para dar uma simples resposta:
a) Israel tomou posse para colocar em ordem aquelas terras, para banir a idolatria e maldade (Gn 15:13-16);
b) O casamento judaico: após o noivado, o noivo se separava para preparação da moradia, emprego, sustento e a noiva para manter-se pura, ataviada e fiel. O dia do seu retorno somente o “PAI” sabia;
c) Se tomarmos por base esta tradição diríamos que Jesus oficializou o seu noivado com a igreja e partiu para preparar as moradas celestiais (Jo 14:1), a Canaã Celestial;
Ele voltará ao som da trombeta, na entrada da cidade e se encaminhará

Por: Ailton Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário