Apresentação da lição em power point

sábado, 10 de dezembro de 2011

Na miséria e desprezo eles não aparecem!

Enquanto o homem está nas drogas, nos vícios, na prostituição e no sofrimento não aparece ninguém para ajudar, alias sequer são notados, pois bem, será que os solidários anuais (aproveitadores de datas especiais anuais) conhecem a todos, sabem os nomes, conhecem suas procedências e dificuldades? Ou somente se inteiram nestas datas, principalmente esta que está se aproximando, a qual particularmente não dou nenhum valor.

Imagino a seguinte cena: eu em um orfanato e durante o ano todo não tenho pelo menos um carrinho sem rodinha para brincar, comendo arroz, feijão e ovos doados, mas ai, em determinada véspera de um dia especial (é somente um no ano) aparecem jogadores de futebol (com aqueles risos escrotos, doando brinquedo de 1,99) com imprensa (os assessores de imprensa avisam antes), artistas que passaram o ano fazendo apologia a drogas, sexo e violência aos domingo a tarde em tv aberta, em nojentos programas de gugu, eliana, portiolli, xuxa (todos com letras minusculas mesmo) e o melhor da tarde (prostituição, sexo, desavenças e depois são os cantores que estão com o bicho no corpo) ou empresários que ficaram o ano sonegando impostos, pagando baixos salários e humilhando empregados, de uma hora para outros todos são transformados. Se Neemias vivesse nesta época o que teria de gente sendo espancada, com os cabelos arrancados (Ne 13.25). Me imagino na véspera do dito dia recebendo visita destes tais e ganhando um presente, sendo entupido de comida (sacrificada?) e aparecendo na foto para ser publicada nas revistas e jornais especializados. Tive que esperar 1 ano inteiro pelo presente e comida? De tanto comer parece que sai pelo nariz, parece que já vi esta história (Nm 11.20)! Faça-me o favor!

Quando estão nas situações que frisei acima, isolados e as margens da sociedade puritana, sequer são lembrados, mas basta a igreja apresentar-lhe a Palavra, para serem resgatados, limpos e transformados para que então todos voltem seus olhos para eles. Para que? Para tirar-lhe da presença de Deus.

Porque não apareceram mercadores no primeiro estado de Jerusalém? Miséria, desprezo e sofrimento, não teriam muito lucro? E porque as amonitas, moabitas e asdoditas (Ne 13.23), tão belas de morrer, a ponto dos judeus perderem as cabeças por elas, porque não atormentaram-nos durante o estado anterior da cidade? Agora todos queriam tirar proveito da cidade e do povo.

Continuemos fazendo a vontade Deus, pregando, evangelizando e todos nós, professores de EBD, devemos nos aprofundar mais e mais, buscarmos a Deus, a revelação da Palavra. Façamos como os discípulos que se agregavam aos apóstolos (AT 6.1), era tanto fascínio pelo ensinamento que não iam embora, queriam mais.

Qual a intenção deste texto: depois que a igreja vai e cumpre sua comissão, fica muito fácil os aproveitadores agirem, nesta hora devem entrar em cena os “Neemias”, para cuidarem, zelarem pelo tesouro que Deus resgatou das mãos do inimigo. Jerusalém estava esquecida, condenada ao desaparecimento e ninguém se importava com ela, mas foi somente sua riqueza ser reerguida (o Templo), seu muro e portas serem levantadas e povo ser reanimado (ficaram com semblantes bonitos, sorriram, sonhararam) ai apareceram as estrangeiras e mercadores! Tenha paciência!

Estes dias eu dizia a um amigo do Ministério: “O povo chega aqui e senta no banco e do fundo da alma eles gritam: Onde está a Palavra, a alegria e o refrigério”. Nós, obreiros temos que sempre estarmos preparados, pois Deus está pronto a agir, usando os seus instrumentos para alimentar a sua igreja. Ou Ele vai suscitar obreiros das pedra?

Por: Ailton da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário